Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/9492
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorOliveira, Christiane Benones de-
dc.contributor.authorDores, Marcus Vinícius Pereira das-
dc.contributor.authorMendes, Soélis Teixeira do Prado-
dc.date.accessioned2018-02-07T12:15:32Z-
dc.date.available2018-02-07T12:15:32Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, C. B. de; DORES, M. V. P. das; MENDES, S. T. do P. A concordância variável em manuscritos civis e eclesiásticos de Minas Geraes. Revista da ABRALIN, v. 16, p. 265-278, 2017. Disponível em: <http://revistas.ufpr.br/abralin/article/view/52377>. Acesso em: 16 jan. 2018.pt_BR
dc.identifier.issn0102-7158-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/9492-
dc.description.abstractA concordância variável – verbal e nominal – é um fenômeno bastante atual no PB, conforme demonstram as pesquisas já realizadas. Neste artigo, nosso objetivo é apresentar e discutir a ocorrência desse tipo de concordância em manuscritos exarados em Minas Gerais, no período colonial. Os dados levantados mostram que a variação na concordância no período antigo da língua portuguesa não é aleatória, assim como ocorre na sincronia atual, mas motivada por fatores de ordem sintática e morfofonêmica.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectConcordância variávelpt_BR
dc.subjectSintagmas nominal e verbalpt_BR
dc.subjectMinas colôniapt_BR
dc.subjectManuscritospt_BR
dc.titleA concordância variável em manuscritos civis e eclesiásticos de Minas Geraes.pt_BR
dc.typeArtigo publicado em periodicopt_BR
dc.rights.licenseO periódico Revista da ABRALIN permite o depósito das versões pré-print e pós-print de um artigo. Permite remixagem, adaptação e nova criação a partir da obra para fins não comerciais desde que seja atribuído o crédito ao autor (CC BY-NC). Fonte: Diadorim <https://diadorim.ibict.br/handle/1/718>. Acesso em: 09 mar. 2020.pt_BR
dc.description.abstractenVariable verbal and nominal agreement is an extremely current phenomenon in Brazilian Portuguese, according to already accomplished works. In this paper, we aim at presenting and discussing the occurrence of this form of agreement in manuscript documents from the state of Minas Gerais, Brazil, written during the colonial period. The collected data show that variable agreement during this old period of Portuguese language is not random, in the same way it occurs in the current synchrony, but rather motivated by syntactic and morphophonemic factors.pt_BR
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.5380/rabl.v16i3.52377-
Appears in Collections:DELET - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_ConcordânciaVariávelManuscritos.pdf217,62 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.