Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2841
Title: Resistência à corrosão de aços inoxidáveis em solução sintética de condensado de álcool combustível.
Authors: Menezes, Marcela Rabelo
metadata.dc.contributor.advisor: Junqueira, Rosa Maria Rabelo
Keywords: Automóveis - motores - gás de exaustão
Condensador de álcool
Aço
Álcool combustível
Engenharia de materiais
Issue Date: 2010
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais. Rede Temática em Engenharia de Materiais, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: MENEZES, M. R. Resistência à corrosão de aços inoxidáveis em solução sintética de condensado de álcool combustível. 2010. 77 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Materiais) – Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2010.
Abstract: A necessidade de atender as exigências impostas por órgãos ambientais no que se refere à emissão de poluentes gasosos e à demanda dos consumidores por veículos mais econômicos e mais duráveis, principalmente no que diz respeito à maior resistência à corrosão, tem promovido pesquisas para a substituição de materiais tradicionais nos sistemas de exaustão de veículos procurando atingir um custo-benefício favorável. Nesse contexto estão inseridos os aços inoxidáveis que têm elevadas resistência mecânica e à corrosão, propriedades essenciais para materiais que possam vir a serem utilizados no sistema de exaustão de veículos automotivos. Foi objetivo desse trabalho avaliar comparativamente a resistência à corrosão em solução sintética de condensado de álcool combustível dos aços inoxidáveis do tipo ABNT 304, 439 e 409, como materiais alternativos para a fabricação do sistema de escapamento de veículos automotivos. Para esse propósito foram levantadas curvas de polarização potenciodinâmica anódica das amostras de aço em solução sintética de condensado de álcool com teor de cloreto de 24mg/L, antes e após a indução de defeitos na superfície das amostras com o intuito de acelerar o processo corrosivo nas amostras. Os resultados mostraram que a solução de condensado não provocou corrosão nos aços estudados, mesmo na região dos defeitos. No entanto, ensaios potenciodinâmicos realizados em solução aquosa de cloreto de sódio 3% nestas mesmas amostras mostraram que a resistência à corrosão dos aços estudados decresce na sequência: ABNT 304, ABNT 439, ABNT 409. A mesma evidência foi verificada em ensaios de imersão em cloreto férrico. Os resultados obtidos permitiram concluir que todos os quatro tipos de aço estudados podem ser utilizados em sistemas de escapamentos de veículos movidos a álcool, pois não apresentam problemas de formação de pites de corrosão em solução de condensado de álcool. Dessa maneira na seleção do tipo de aço deverá ser levada em consideração a melhor relação custo-benefício.
metadata.dc.description.abstracten: Nowadays a great effort had been directed to research work in order to attend the environmental protection agencies demands for minimizing the levels of gases emission pollutants. The consumers requirements for more economic and durable vehicles had motivated also the researchers to look for more corrosion resistance materials in order to substitute the traditional materials used in automobile industry. In this context, the high-performance of stainless steels, specially related to its high corrosion resistance is now used in the automobile exhaust system. The objective of this study was to assess the corrosion resistance of stainless steel type AISI 304, 439 and 409 in a synthetic solution of condensed ethanol fuel, as alternative materials for the manufacture of the exhaust system of automotive vehicles. For this purpose it have been raised anodic polarization curves of the steel samples in a synthetic solution of alcohol condensed containing 24mg/L of chloride, before and after induction of defects induced on the surface of the samples in order to accelerate the corrosive process in samples. The results showed that the condensate solution did not cause corrosion in the studied steels, even in the region of defects. However, potentiodynamic tests performed in an aqueous solution of sodium chloride 3%(m/v) in these same samples showed that the corrosion resistance of the studied steels decreases following: AISI 304, AISI 439 and AISI 409. The same evidence was found in the immersion tests in ferric chloride. The results obtained suggest the studied steels are very convenient to be used in exhaust systems of vehicles running on ethanol, because there is no corrosion pitting. For this reason the choice must be based on the best cost-benefit ratio.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2841
Appears in Collections:REDEMAT - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_ ResistênciaCorrosãoAços.pdf2,99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.