Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/12450
Title: O ruidoso silêncio da memória : literatura, fotografia e indigenismos em Juan Rulfo (1945-1962).
Authors: Alves, Marcos Vinícius Gontijo
metadata.dc.contributor.advisor: Reis, Mateus Fávaro
Keywords: Literatura e história
Juan Rulfo - historiografia
Memória
Mestiçagem
México - história
Issue Date: 2020
metadata.dc.contributor.referee: Reis, Mateus Fávaro
Paula, Janaína Patricia Rocha de
Costa, Adriane Aparecida Vidal
Citation: ALVES, Marcos Vinícius Gontijo. O ruidoso silêncio da memória: literatura, fotografia e indigenismos em Juan Rulfo (1945-1962). 2020. 172 f. Dissertação (Mestrado em História) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2020.
Abstract: A presente dissertação de mestrado se baseia na análise historiográfica da escrita literária de Juan Rulfo (1917-1986), em especial, do romance Pedro Páramo (1955) e do trabalho fotográfico realizado por aquele intelectual. A partir das relações entre a história, a literatura e a fotografia, a pesquisa desenvolveu uma investigação acerca das aproximações entre a memória e o esquecimento que se encontram no citado romance. Em seguida, demonstra como essa estrutura do enredo de Pedro Páramo e a narrativa fotográfica possibilitam o questionamento acerca dos vínculos entre a tradição e a modernidade no México de meados do século XX, tendo como recorte temporal os anos entre 1945 e 1962. Explora-se os meandros e dobraduras do texto ficcional e do recorte fotográfico de forma que exponha os problemas que circundam os usos do passado indígena e mexicano pelas produções antropológicas indigenistas sobre a composição de uma narrativa ficcional que baila no fosso do esquecimento e ecoa uma memória, demonstrando as contradições da modernidade mexica.
metadata.dc.description.abstracten: This final master’s degree work is based in the historiography analysis of the Juan Rulfo’s (1917-1986) novel works, especially, of the novel Pedro Páramo, published in 1955, and the photographic work of the intellectual. There so, the research established by the relations between history, literary and photography an analysis about the bounds of memory and forbidden founded in the mentioned novel. Nevertheless, the novel’s structure allows the questioning about the pair tradition and modernity in the mid twentieth century, having as the time in question the years between 1945 and 1962. Explore the meanders and the bends del fictional text and the photographic cut, in a way that exposes the problems that around the uses of indigenous past and Mexican by the anthropologic indigenism’s productions about the composition of a fictional narrative that ball in the moat of forbidden and echoes a memory, showing the Mexican modernity contradictions.
Description: Programa de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/12450
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 06/07/2020 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGHis - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_RuidosoSilêncioMemória .pdf3,83 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons