Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/9512
Título: Nível socioeconômico e ensino superior : cálculo e aplicações.
Autor(es): Rodrigues, Erica Castilho
Matos, Daniel Abud Seabra
Ferreira, Aline dos Santos
Palavras-chave: Nível socioeconômico
Ensino superior
Teoria de resposta ao item
Data do documento:  207
Referência: RODRIGUES, E. C.; MATOS, D. A. S.; FERREIRA, A. dos S. Nível socioeconômico e ensino superior : cálculo e aplicações. Avaliação : Revista da Avaliação da Educação Superior, v. 22, p. 494-511, 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/aval/v22n2/1982-5765-aval-22-02-00494.pdf>. Acesso em: 16 jan. 2018.
Resumo: Os objetivos desta pesquisa foram: a) elaborar uma medida do nível socioeconômico para o ensino superior, a partir da técnica da Teoria de Resposta ao Item; b) ilustrar a aplicação do indicador de ní- vel socioeconômico por meio da análise da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP); c) analisar e comparar o nível socioeconômico dos cursos de graduação e institutos da UFOP. Usamos os dados do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 1.210 alunos ingressantes na UFOP em 31 cursos de graduação no primeiro semestre de 2013. Utilizamos a Teoria de Resposta ao Item, mais especificamente o modelo para respostas graduadas. Dentre os principais resultados, destacamos: a UFOP apresentou um percentual expressivo de alunos nos estratos mais baixos de nível socioeconômico; uma grande discrepância quando comparamos os cursos de graduação e institutos da UFOP; os alunos que utilizaram política afirmativa no SISU para ingressar na UFOP possuem mediana menor do nível socioeconômico em comparação com estudantes que não utilizaram política afirmativa (evidência empí- rica de que as cotas estão cumprindo uma função de inclusão social); a importância da utilização de indicadores educacionais como o nível socioeconômico para que a instituição possa planejar e monitorar adequadamente suas políticas de gestão educacional.
Resumo em outra língua: The goals of this research were to: a) develop a measure of socioeconomic status for higher education, based on the technique of Item Response Theory; b) illustrate the application of the socioeconomic status indicator analyzing the Federal University of OuroPreto (UFOP); c) analyze and compare the socioeconomic status of UFOP’s undergraduate courses and institutes.We used data from the National Exam of Upper Secondary Education (ENEM) of 1.210 UFOP’s freshmen in 31 undergraduate courses on the first semester of 2013. We used the Item Response Theory, more specifically the graded response model. Highlight results include: UFOP presented an expressive percentage of students in the lower strata of socioeconomic status; a large discrepancy when comparing UFOP’s undergraduate courses and institutes; students who used affirmative action in SISU for entry into UFOP have lower median socioeconomic status compared to students who did not use affirmative action (empirical evidence that quotas are fulfilling a social inclusion function); the importance of using educational indicators such as socioeconomic status to enable the institution to adequately plan and monitor their educational management policies.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/9512
ISSN: 14144077
Licença: A reprodução de artigos publicados pelo Periódico Avaliação é permitida desde que se indique a fonte. Fonte: Avaliação <http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php?journal=avaliacao&page=about&op=submissions#copyrightNotice>. Acesso em: 17 out. 2016.
Aparece nas coleções:DEEDU - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_NívelSocioeconômicoEnsino.pdf567,92 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.