Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/9846
Title: Influência da inflamação pulmonar sobre comportamento em ratos wistar expostos à fumaça de cigarro.
Authors: Chírico, Máira Tereza Talma
metadata.dc.contributor.advisor: Menezes, Rodrigo Cunha Alvim de
Bezerra, Frank Silva
Keywords: Cigarros
Ansiedade
Inflamação
Nicotina
Issue Date: 2017
metadata.dc.contributor.referee: Costa, Daniela Caldeira
Aguiar, Daniele Cristina de
Menezes, Rodrigo Cunha Alvim de
Citation: CHÍRICO, Máira Tereza Talma. Influência da inflamação pulmonar sobre comportamento em ratos wistar expostos à fumaça de cigarro. 2017. 75 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2017.
Abstract: A fumaça de cigarro (FC) é uma combinação complexa, que contém mais de 7.000 substâncias químicas, as quais podem promover dano oxidativo no parênquima pulmonar e processo inflamatório. É importante ressaltar que a inflamação pulmonar leva a ativação de neurônios no sistema nervoso central. Entretanto, os mecanismos neurais implícitos e a relação da inflamação pulmonar com o comportamento do tipo pânico e ansiedade não é ainda claro. O objetivo do presente estudo foi avaliar a influência da inflamação pulmonar no comportamento de ansiedade de animais expostos à fumaça do cigarro com e sem tabaco. Vinte e quatro ratos Wistar machos (protocolo nº 2015/35) foram divididos em três grupos: grupo controle (GC); cigarro comum (CC) e cigarro de papel (CP), sem tabaco (por conseguinte, sem nicotina). Os animais foram expostos a doze cigarros por dia em três períodos (manhã, tarde e noite), durante oito dias consecutivos. Além da exposição à FC, os animais foram submetidos a testes comportamentais: Labirinto em T elevado e Campo aberto. Os animais foram eutanasiados para retirada do lavado broncoalveolar (LBA), do sangue e pulmão. O LBA foi usado para contagem total, diferencial de células e para a dosagem de citocinas pró-inflamatórias; o plasma sanguíneo foi analisado para dosagem de citocinas; e o pulmão foi usado para dosagem das Proteínas totais, sistema Glutationa, enzimas antioxidantes: SOD e CAT, TBARS e proteína carbonilada. A exposição à fumaça do CC reduziu os comportamentos do tipo ansiedade e pânico. Por outro lado, o CP induziu comportamento do tipo ansiedade e pânico. Os animais expostos a FC comum e de papel apresentaram um aumento do influxo de células inflamatórias (CC: 170 ± 3,162 x 103/ml e CP: 180 ± 6,547 x 103/ml vs. CG: 118 ± 6,665 x 103/ml); aumento da atividade das enzimas antioxidantes: SOD (CC: 34,86 ± 1,855 U/mg prot e CP: 40,65 ± 3,444 U/mg prot vs. CG: 25,73 ± 1,092 U/mg prot) e CAT (CC: 0.96 ± 0.06 U/mg prot e CP: 0.94 ± 0.10 U/mg prot vs. CG: 0.68 ± 0.10 U/mg prot). A exposição também gerou dano pulmonar como demonstrado pelo aumento dos níveis de TBARS (CC: 1.39 ± 0.15 nM/mg prot e CP: 1.54 ± 0.10 nM/mg prot vs. GC: 1.02 ± 0.05 nM/mg prot) e redução da razão GSH/GSSG (CC: 4,016 ± 0,5503 μM e CP: 3,316 ± 0,8901 μM vs. GC: 7,283 ± 0,6019, μM). Além da análise estereologica dos cortes de pulmão, que evidenciaram alteração da histoarquitetura por meio do aumento do volume do espaço alveolar (CC: 57,46 ± 1,92 %/mm² e CP: 53,40 ± 1,83 %/mm² vs. GC: 43,36 ± 3,46 %/mm²) e redução do volume do septo alveolar (CC: 41,60 ± 1,95 %/mm² e CP: 46,21 ± 1,85%/mm² vs. GC: 55,28 ± 3,52 %/mm²) nos animais expostos. A exposição à fumaça do cigarro comum bem como a do cigarro de papel (sem tabaco) conduziu igualmente a processo inflamatório e dano pulmonar, que pode promover alteração de comportamento do tipo pânico e ansiedade.
metadata.dc.description.abstracten: Cigarette smoke (CF) is a complex combination that contains more than 7,000 chemicals, which can promote oxidative damage to the lung parenchyma and inflammatory process. It is important to emphasize that pulmonary inflammation leads to the activation of neurons in the central nervous system. However, the neural mechanisms implicit and the relationship between lung inflammation and panic and anxiety behavior are not clear. The aim of the present study was to evaluate the influence of pulmonary inflammation on anxiety behavior of animals exposed to cigarette smoke with and without tobacco. Twenty-four male Wistar rats (protocol n. 2015/35) were divided into three groups: control group (CG); Common cigarette (CC) and paper cigarette (CP), without tobacco (therefore without nicotine). The animals were exposed to twelve cigarettes per day in three periods (morning, afternoon and night) for eight consecutive days. In addition to CF exposure, the animals were submitted to behavioral tests: Elevated T-maze and open field. The animals were euthanized for removal of bronchoalveolar lavage (BAL), blood and lung. LBA was used for total count, cell differential and for the measurement of pro-inflammatory cytokines; Blood plasma was analyzed for cytokine dosing; And the lung was used for dosage of the total Proteins, Glutathione system, antioxidant enzymes: SOD and CAT, TBARS and carbonylated protein. Exposure to CC smoke reduced anxiety and panick-like behaviors. On the other hand, CP induced panic and anxiety behaviors. Animals exposed to common and paper CF showed an increase in influx of inflammatory cells (CC: 170 ± 3.162 x 103/ml and CP: 180 ± 6.547 x 103/ml vs. CG: 118 ± 6.665 x 103/ml); increased activity of antioxidant enzymes: SOD (CC: 34.86 ± 1.855 U/mg prot and CP: 40.65 ± 3.444 U/mg prot vs. CG: 25.73 ± 1.092 U/mg prot) and CAT (CC : 0.96 ± 0.06 U/mg prot and CP: 0.94 ± 0.10 U/mg prot vs. CG: 0.68 ± 0.10 U/mg prot). The exposure also generated lung damage as demonstrated by increased TBARS levels (CC: 1.39 ± 0.15 nM/mg prot and CP: 1.54 ± 0.10 nM/mg prot vs. GC: 1.02 ± 0.05 nM/mg prot) and reduction of the ratio GSH/GSSG (CC: 4.016 ± 0.5503 μM and CP: 3.316 ± 0.8901 μM vs. GC: 7.283 ± 0.6019 μM). In addition to the stereological analysis of the lung sections, which also showed alteration of histoarchitecture by increasing the volume of the alveolar space (CC: 57.46 ± 1.92%/mm² and CP: 53.40 ± 1.83%/mm² Vs. GC: 43.36 ± 3.46%/mm²) and alveolar septal volume reduction (CC: 41.60 ± 1.95%/mm² and CP: 46.21 ± 1.85%/mm² vs. GC: 55.28 ± 3.52%/mm²) in the exposed animals. Exposure to common cigarette smoke as well as paper cigarettes (without tobacco) led to an inflammatory process and lung damage, problably leadind to a change in panic and anxiety behaviors.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/9846
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor(a), 18/04/2018, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_InfluênciaInflamaçãoPulmonar .pdf1,06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.