Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/9495
Title: A influência da moagem na atividade pozolânica do resíduo de granito.
Authors: Barbosa, Jairo Mendes
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Guilherme Jorge Brigolini
Peixoto, Ricardo André Fiorotti
Keywords: Sulfato de sódio
Argamassa
Issue Date: 2017
metadata.dc.contributor.referee: Silva, Guilherme Jorge Brigolini
Peixoto, Ricardo André Fiorotti
Gumieri, Adriana Guerra
Pedroti, Leonardo Gonçalves
Citation: BARBOSA, Jairo Mendes. A influência da moagem na atividade pozolânica do resíduo de granito. 2017. 117 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2017.
Abstract: O Brasil é um grande produtor de rochas graníticas, amplamente empregadas na construção civil, que no processo de beneficiamento gera grande volume de resíduos. Anualmente, o país gera cerca de 800.000 toneladas de resíduos, apenas no beneficiamento de granitos. Com isso, esta pesquisa possui o objetivo de caracterizar o Resíduo de Granito (RG) e verificar sua influência como adição mineral em argamassa, com base no seu potencial pozolânico, com tratamento por moagem. Verifica-se também a influência do sulfato de sódio (Na2SO4) como ativador pozolânico. O resíduo foi moído em diferentes tempos, com a finalidade de tornar os compostos silico-aluminosos, presentes no resíduo, mais reativos. Foram realizados ensaios de pozolanicidade do resíduo de granito na sua forma desaglomerado, sem moagem, e em diferentes tempos de moagem. O resíduo de granito foi caracterizado química e mineralogicamente, por meio da fluorescência de raios X (FRX), difração de raios X (DRX) e termogravimetria/derivada da termogravimetria (TG/DTG), fisicamente pela distribuição granulométrica à laser e análise morfológica por microscopia eletrônica de varredura. Foram formuladas pastas e argamassas contendo 25% dos resíduos, em relação à massa de cimento, e confeccionados corpos de prova dessas argamassas. As pastas foram submetidas à TG/DTG e DRX, aos 28 e 56 dias de cura. Os corpos de prova foram submetidos aos ensaios de resistência à compressão, absorção à água e à propagação de ondas ultrassônicas aos 28 dias. O RG apresentou requisitos químicos e físicos que atendem aos critérios para materiais pozolânicos. O resíduo de granito moído por 180 minutos, em presença de Na2SO4, atende aos critérios físicos e químicos mínimos para que possam ser caracterizados como material pozolânico. Os ensaios de resistência à compressão mostraram uma tendência de aumento da resistência à compressão com aumento do tempo de moagem do resíduo. O Na2SO4 proporcionou reduções dos teores de portlandita nas amostras, mas provocaram redução da resistência à compressão das argamassas, não sendo possível comprovar o seu efeito como ativador pozolânico.
metadata.dc.description.abstracten: Brazil is a great producer of granite rocks, which are widely used in construction, and also generates a great volume of waste during the beneficiation process. Annually, the country produces about 800.000 tons of waste, just with the improvement of granites. This research has as the main goal characterizing the Waste of Granite (WG) and verifying its influence as mineral addition in mortar, according to its pozolanic potential, with milling treatment. The influence sodium sulfate (Na2SO4) is also verified as pozolanic activator. The waste was grinded in different times with the purpose of turning the silico-aluminous compounds, present in the waste, more reactive. Pozolanicity tests were performed on the granite waste in its deagglomerated form, without grinding, and in different grinding periods. The granite waste was characterized chemically and mineralogically through X-Ray fluorescense (XRF), X-Ray difraction and thermogravimetry/derived from thermogravimetry (TG/DTG), and physically by the laser granulometric distribution and morphological analysis by scanning electron microscopy. Pastes and mortars containing 25% of the residues were formulated in relation to the cement mass, and test specimens of these mortars were prepared. The pulps were submitted to TG / DTG and XRD at 28 and 56 days of cure. The specimens were submitted to the tests of resistance to compression, water absorption and propagation of ultrasonic waves at 28 days. The WG presented chemical and physical requirements that meet the criteria for pozolanic materials. The residue of granite ground for 180 minutes, in the presence of Na2SO4, meet the criteria that characterize them as pozolanic material. The compressive strength tests showed a tendency of increasing the compressive strength with increased grinding time of the residue. The Na2SO4 provided reductions in the portlandite rates in the samples, but caused a reduction in the compressive strength of the mortars, and it was not possible to prove their effect as a pozolanic activator.
Description: Programa de Pós Graduação em Engenharia Civil. Departamento de Engenharia Civil, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/9495
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 06/02/2018, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Appears in Collections:PROPEC - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_InfluênciaMoagemAtividade.pdf5 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons