Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/9327
Title: Ouro Preto e a gestão do patrimônio ambiental turístico politica e planejamento, estudo de caso.
Authors: Machado, Simone Fernandes
Fonseca Filho, Ricardo Eustáquio
Keywords: Planejamento turístico
Gestão ambiental
Índice de qualidade ambiental
Issue Date: 2016
Citation: MACHADO, S. F.; FONSECA FILHO, R. E. Ouro Preto e a gestão do patrimônio ambiental turístico politica e planejamento, estudo de caso. Saúde e Meio Ambiente - Revista Interdisciplinar, v. 5, p. 14-34, 2016. Disponível em: <http://www.periodicos.unc.br/index.php/sma/article/view/730>. Acesso em: 16 jan. 2018.
Abstract: O presente trabalho visou, com base em pesquisas de dados primários e secundários, ordenados mediante indicadores de qualidade ambiental adotados pelo Estado de Minas Gerais, analisar a qualidade ambiental dos atrativos turísticos naturais de Ouro Preto (MG), a fim de avaliar a eficiência da gestão pública municipal. Para obtenção de dados, foi realizada pesquisa bibliográfica, levantamentos em campo e documentais em 2014. As legislações ambientais vigentes no Brasil possui, entre os seus objetivos, a função de assegurar boas condições ambientais e a participação popular. Para elaboração de diagnóstico ambiental, o Estado de Minas Gerais adotou seis índices de qualidade. Porém, será que, na pratica, tais índices são viáveis e de fácil acesso? Os processos existentes são eficientes e satisfatórios? Como eles podem auxiliar no planejamento da atividade turística? Nesse contexto, tomando como referência a lei que estabelece a Política Nacional de Meio Ambiente e a que estabelece o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza, Como resultado, constatou-se que os dados para o cálculo dos índices, essenciais para a obtenção dos indicadores são de difícil acesso, devido à ausência de estudos técnicos e compilação de dados governamentais de forma eficiente, sugerindo-se a melhoria na aplicação dos princípios da administração pública “eficiência” e “publicidade”.
metadata.dc.description.abstracten: This study aimed, based on research of primary and secondary data, ordered by environmental quality indicators adopted by the State of Minas Gerais, analyze the environmental quality of natural tourist attractions of Ouro Preto (MG), in order to further evaluate the efficiency the municipal public administration. To obtain data, literature search was conducted field surveys and documentary in 2014. The current environmental legislation in Brazil has, among its objectives, the role of ensuring environmentally sound and popular participation. For the preparation of environmental assessment, the state of Minas Gerais adopted six quality levels.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/9327
ISSN: 2316347X
metadata.dc.rights.license: A Saúde e Meio Ambiente: revista interdisciplinar adota a licença Atribuição-Sem Derivações CC BY-ND. Esta licença permite a redistribuição, comercial e não comercial, desde que o trabalho seja distribuído inalterado, com crédito atribuído aos autores dos artigos. Fonte: Saúde e Meio Ambiente: revista interdisciplinar <http://www.periodicos.unc.br/index.php/sma/about/editorialPolicies#openAccessPolicy>. Acesso em: 16 jan 2018.
Appears in Collections:DETUR - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_OuroPretoGestão.pdf503,16 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.