Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/8477
Title: Efetividade da coleira impregnada com deltametrina na redução da incidência da leishmaniose visceral canina.
Authors: Leal, Gleisiane Gomes de Almeida
metadata.dc.contributor.advisor: Reis, Alexandre Barbosa
Vital, Wendel Coura
Keywords: Leishmaniose visceral
Medicamentos - utilização - Deltametrina
Fatores de risco
Efetividade
Issue Date: 2017
metadata.dc.contributor.referee: Lana, Marta de
Coelho, George Luiz Lins Machado
Neves, Vera Lúcia Fonseca de Camargo
Barata, Ricardo Andrade
Citation: LEAL, Gleisiane Gomes de Almeida. Efetividade da coleira impregnada com deltametrina na redução da incidência da leishmaniose visceral canina. 2017. 120 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2017.
Abstract: A leishmaniose visceral (LV) é uma zoonose que se encontra em grande expansão no Brasil. A doença tem como principal vetor o Lutzomyia longipalpis e como reservatório o cão. Uma das medidas empregadas pelo Programa de Vigilância e Controle da LV no Brasil é a eutanásia de cães sororeativos. Diante disto, é essencial buscar outras estratégias para evitar a eutanásia de cães e conter a expansão da doença. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a efetividade da coleira impregnada com deltametrina na redução da incidência de infecção canina por L. infantum. Neste sentido, foi realizado um estudo de intervenção não randomizado em cães da área urbana, de elevada endemicidade do município de Governador Valadares localizado no leste do estado de Minas Gerais. Durante a linha de base do estudo foram avaliados 5.851 cães e a taxa de prevalência de leishmaniose visceral canina (LVC) foi de 21,9% (IC95% 21,0-23,1). Os animais soronegativos foram elegíveis para participação no estudo [n=3.797 (1.866 no grupo coleira e 1.931 no sem coleira)]. Os proprietários dos cães responderam a um questionário contendo informações sobre condições socioeconômicas, de moradia, do peridomicílio e sobre o comportamento do animal. A incidência da infecção canina nos grupos avaliados após 12 meses foi de 5,5/1000 cães/mês na área com coleira e 13,2/1000 cães/mês na área sem coleira. A efetividade da coleira na redução da incidência da infecção após 12 meses foi de 50,8% quando analisada por intenção de tratar. Já por protocolo, a incidência foi de 5,1 e 13,2 cães/mês nas áreas coleira e sem coleira, respectivamente, com uma efetividade de 61,4%. Já através do modelo de Cox a efetividade analisada por intenção de tratar foi de 50% ajustado pelas variáveis presença de folhas no quintal; onde o cão fica: quintal/canil/casinha/outros lugares; se o cão foge para rua e usa shampoo contra pulgas e carrapatos e 60% ajustada por presença de folhas no quintal; presença de outros animais; moradores com escolaridade do ensino médio ao superior completo; onde o cão fica: quintal/canil/casinha/outros lugares e se o cão usa shampoo contra pulgas e carrapatos, quando analisada por protocolo. Os resultados apresentados demonstram que a leishmaniose visceral reemergiu em Governador Valadares/MG, cidade que já foi considerada uma área endêmica controlada da doença. Além disso, podemos concluir que quando o animal usa regularmente a coleira impregnada com deltametrina a efetividade da coleira aumenta consideravelmente. É importante ressaltar que a efetividade após maior tempo de acompanhamento possivelmente será superior, visto que animais que se encontravam na janela imunológica podem não ter sido removidos do estudo com os testes sorológicos de triagem.
metadata.dc.description.abstracten: Visceral leishmaniasis (VL) is a zoonosis that is in a great expansion in Brazil, and the disease is caused by the L. infantum parasite, transmitted by the vector Lutzomyia longipalpis and the dog is considered the main reservoir hosts in urban areas. To control de disease, the Brazilian VL Surveillance and Control Program resorts to the euthanasia of seroreactive dogs. In this scenario, it is essential to seek other strategies to avoid the dog slaughter and to contain the spread of the disease. Therefore, the present work aimed to evaluate the effectiveness of the deltamethrin-impregnated collar in reducing the incidence of canine infection by L. infantum. To achieve this goal, a study of non-randomized intervention was designed and was carried out in dogs of a high endemicity urban area in the municipality of Governador Valadares located in the eastern state of Minas Gerais. During the study baseline, 5,851 dogs were evaluated and the prevalence rate of canine visceral leishmaniasis (CVL) was 21.9% (95% CI 21.0-23.1). A total of 3,797 seronegative animals were eligible for the study intervention, in which 1,866 dogs received the collar and 1,931 didn’t receivethe collar). The owners of the dogs answered a questionnaire containing information about socioeconomic conditions, housing, peridomicile and animal behavior. The incidence of canine infection in the groups evaluated after 12 months was 5.5/1000 dogs/month in the collared area and 13.2/1000 dogs/month in the collarless area. The effectiveness of the collar in reducing the incidence of infection after 12 months was 50.8% when analyzed by intention to treat. By protocol, the incidence was 5.1 and 13.2 dogs/month in the areas without collar and collar, respectively, with an effectiveness of 61.4%. Through the Cox model the effectiveness was 50% according the intention to treat and adjusted for the presence of leaves in the backyard, the place where the dog stays (yard/kennel/house/other places), if the dog flees to the street, and if it uses shampoo against fleas and ticks. In addition, when the model was analized according the protocol the effectiveness was 60% adjusted for the presence of leaves in the backyard; presence of other animals; residents with higher scholling; the place where the dog stays(yard/kennel/house/other places) and if the dog uses shampoo against fleas and ticks. In general, the results revealed the reemergence profile of visceral leishmaniasis in Governador Valadares/MG, a city that was considered a controlled endemic area. In addition, the intervention study data show that when the animal regularly uses the deltamethrin-impregnated collar, the effectiveness of the collar increases considerably.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/8477
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor(a), 07/03/2017, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Appears in Collections:PPCBIOL - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_EfetividadeColeiraImpregnada.pdf3,33 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons