Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7925
Title: As damas da educação : Clara Gammon e Carlota Kemper no Instituto Evangélico De Lavras.
Authors: Arantes, Thaís Batista de Andrade
metadata.dc.contributor.advisor: Jardilino, José Rubens Lima
Keywords: Missionárias
Educação - história
Issue Date: 2016
metadata.dc.contributor.referee: Jardilino, José Rubens Lima
Lopes, Eliane Marta Teixeira
Almeida, Jane Soares de
Citation: ARANTES, Thaís Batista de Andrade. As damas da educação : Clara Gammon e Carlota Kemper no Instituto Evangélico De Lavras. 2016. 210 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2016.
Abstract: Ao reconstruirmos a história do Instituto Evangélico de Lavras, atualmente Instituto Gammon, e sua importante contribuição para o desenvolvimento da educação da época, buscamos compreender o processo educativo, sua história e finalidades ideológicas e sociais, entendendo a importância que a religião exerceu para a fundação e expansão de seus ideais. Nesse trabalho então, inserido na linha de pesquisa História das Instituições Escolares e/ou Educativas e Formação Docente, temos como objeto de pesquisa a participação feminina no Instituto Evangélico de Lavras por meio dos trabalhos das missionárias Carlota Kemper e Clara Gammon. No primeiro capítulo dessa dissertação tratamos sobre as raízes do pensamento protestante e as propostas educacionais que foram trazidas pela Reforma. Dessa forma, buscamos discutir os ideais de Calvino e Lutero inseridos em um contexto humanista de renovação ideológica. No segundo capítulo, tratamos brevemente sobre o histórico da Igreja Presbiteriana e sua inserção no Brasil e o histórico do Instituto Evangélico de Lavras. No terceiro capítulo, para melhor abarcarmos a atuação das missionárias e educadoras Carlota Kemper e Clara Gammon no meio religioso e educacional a qual estavam inseridas, seria indispensável compreender a visão que a Igreja tinha delas e o reflexo desta na percepção que elas tinham de si mesmas. Entender a importância que a religião representava para essas mulheres é ir além da dimensão cultural percebendo as relações de poder que são legitimadas por esse sistema desde o início da organização de seus ideais. Para tratar do nosso tema particular, faremos uma incursão na perspectiva histórica da missão da mulher na Religião, como uma introdução a essa temática. Ao perscrutarmos os documentos dessa pesquisa pudemos perceber uma constante presença feminina, não só na missão presbiteriana, mas na vida do Instituto Evangélico de Lavras. Há um reconhecimento, não só por parte da Instituição, como também da própria cidade, sobre a importância da participação feminina para o crescimento e consolidação do projeto missionário e educacional na região. Clara Gammon, assim como várias outras, acabou por ser apagada, talvez por ser parte de uma denominação que formava suas mulheres para serem trabalhadoras invisíveis de uma seara que reconheceria apenas os discípulos e não as mulheres que os acompanhavam. As missionárias, assim como discutido por Eliana Moura da Silva (2012), adentraram espaços sociais que não o delas quando se aventuraram a deixar seus lares, muitas ainda solteiras, percorrendo espaços predominantemente masculinos em uma sociedade profundamente patriarcal. Ao adotarem essas funções, mesmo que não intencionalmente, elas assumem um papel subversivo nessa sociedade que mantinha a maioria de suas mulheres em um papel muito bem demarcado e definido.
metadata.dc.description.abstracten: To reconstruct the history of the Evangelical Institute of Lavras, currently Gammon Institute, and its important contribution to the development of the education from the period, we seek to understand the educational process, its history and ideological and social purposes, understanding the importance that religion exerted to the foundation and expansion of its ideals. In this work, inserted in the line of research of History of School Institutions and/or Education and Teacher Training, we had as main purpose of this research the female participation in the Evangelical Institute of Lavras through the work of missionaries Carlota Kemper and Clara Gammon. In the first chapter of this dissertation, we bring the roots of Protestant thought and educational proposals that have been brought by the Reformation. Therefore, we seek to discuss the ideals of Calvin and Luther in a humanistic context of ideological renewal. The second chapter briefly spoken about the history of the Presbyterian Church and its place in Brazil and the history of the Evangelical Institute of Lavras. In the third chapter, to better comprehend the performance of the missionaries and educators Carlota Kemper and Clara Gammon in a religious and educational environment, in which they were inserted, it would be necessary to understand the view that the Church had of them and the reflection of this perception for the view that they had of themselves. Understanding the importance that religion had for these women is to go beyond the cultural dimension, realizing the power relations that are legitimized by this system from the beginning of the organization of their ideals. To treat our particular subject, we will make an incursion into the historical perspective of the woman in Religion mission as an introduction to this relevant topic. As we research the documentation this tesis we could see a constant female presence, not only in Presbyterian mission, but in the life of the Evangelical Institute of Lavras. There is a recognition, not only by the institution, but as well by the city itself, on the importance of women's contribution to the growth and consolidation of the mission and educational project in the region. Clara Gammon, like many others, turned out to be erased, perhaps because it is part of a denomination that formed their women to be invisible workers of a harvest that recognize only the disciples and not the women who accompanied them. The missionaries, as discussed by Eliana Moura da Silva (2012), entered social spaces as them ventured to leave their homes, many still single, running predominantly male spaces in a deeply patriarchal society. By adopting these functions, even if unintentionally, they took a subversive role in society that kept most of their women in a very well demarcated and defined role.
Description: Programa de Pós-Graduação em Educação. Departamento de Educação, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7925
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 26/05/2017, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Appears in Collections:PPGEDU - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_DamasEducaçãoClara.pdf53,96 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons