Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7812
Title: Platão e a escrita de uma filosofia dramática.
Authors: Moraes, Deivid Junio
metadata.dc.contributor.advisor: Kangussu, Imaculada Maria Guimarães
Keywords: Platão - diálogos
Produção dramática
Dramatização
Escrita - logográfica
Escrita - dialógica
Issue Date: 2017
metadata.dc.contributor.referee: Kangussu, Imaculada Maria Guimarães
Cardoso, Delmar Araújo
Pimenta Neto, Olímpio José
Citation: MORAES, Deivid Junio. Platão e a escrita de uma filosofia dramática. 2017. 165 f. Dissertação (Mestrado em Estética e Filosofia da Arte) - Instituto de Filosofia, Artes e Cultura, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2017.
Abstract: O objetivo deste texto é tratar das questões que envolvem a forma dramática e dialógica da escritura filosófica de Platão, a saber: (1) como compatibilizar a ideia comum de que Platão é crítico da mímesis e ao mesmo tempo lança mão da forma dramática; (2), como compatibilizar o uso que Platão faz da escritura com suas supostas críticas à mesma; e (3) como a forma escrita dialógico-dramática serve a pretensões filosóficas. Para tanto, são tratados pelo menos três aspectos relacionados a obra desse autor grego: sua forma dramática e a relação dela com a literatura ática e com o lógos sokratikós; o suporte da escrita e a escrita dialógica como uma forma distinta da escrita logográfica, por aliar aspectos da oralidade retórica (psicagogia) a aspectos da pesquisa dialética; e os alcances filosóficos dessa obra, ao preservar o caráter investigativo e de aprendizado e, ao mesmo tempo, estimular uma recepção (leitura) engajada, autônoma e produtiva filosoficamente. Respondendo essas questões, obtemos uma concepção de filosofia a partir do texto platônico, que compatibiliza nossas intuições com relação à forma e ao conteúdo de seus Diálogos.
metadata.dc.description.abstracten: The main intent of this text is to account for the dramatic and dialogic form in the philosophical writings of Plato, by answering three questions: (1) how to make compatible the common idea that Plato is a critic of mímesis and his use of the dramatic form; (2) how to make compatible Plato’s use of writing and his critics of it; and (3) how the dialogic-dramatic writing form can be used for philosophical intentions. In order to answer these questions, one treats at least three aspects from Plato’s work: (i) his dramatic form and its relations to the Attic literature and the lógos sokratikós; (ii) the writing medium, and the dialogic writing as different from the logographic writing – given the link between the oral aspects from rhetoric (psicagogy) and from the dialectical research; and (iii) the philosophical reaches of Plato’s work, that preserves the investigative nature and the learnship character of oral debates, by stimulating an autonomous and engaged reading that is philosophically productive. By answering such questions, we obtain a conception of what philosophy is, that is extracted from the Platonic work, and that makes compatible our intuitions in respect to form and content in his Dialogues.
Description: Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Departamento de Filosofia, Instituto de Filosofia, Artes e Cultura, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7812
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 26/05/2017, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Appears in Collections:PPGEFA - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_PlatãoEscritaFilosofia.pdf1,41 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons