Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7707
Title: Efeito do açaí (Euterpe oleracea Mart.,) sobre o estado oxidativo e a influência nas transferências de lípides para HDL em mulheres.
Authors: Pala, Daniela
metadata.dc.contributor.advisor: Freitas, Renata Nascimento de
Volp, Ana Carolina Pinheiro
Keywords: Metabolismo oxidativo
Lipídios
Palmeira - Euterce oleracea Mart.
Issue Date: 2016
metadata.dc.contributor.referee: Freitas, Renata Nascimento de
Pedrosa, Maria Lúcia
Silva, Marcelo Eustáquio
Bressan, Josefina
Citation: PALA, Daniela. Efeito do açaí (Euterpe oleracea Mart.,) sobre o estado oxidativo e a influência nas transferências de lípides para HDL em mulheres. 2016. 120 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2016.
Abstract: A espécie vegetal Euterpe oleracea Mart.,é uma palmeira nativa da região Amazônica. Alguns estudos têm mostrado que seu fruto, o açaí, possui alto potencial para ser reconhecido como "alimento funcional", devido às elevadas concentrações de polifenóis, especialmente as antocianinas que conferem alta capacidade antioxidante total (TAC), propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. No entanto, poucos estudos têm investigado o efeito do consumo de açaí sobre marcadores do estado oxidativo e no metabolismo de lipídes em humanos. Dessa forma, nosso estudo teve como objetivo avaliar o efeito do consumo de polpa de açaí sobre parâmetros antropométricos, clínicos, bioquímicso e de estilo de vida e sobre biomarcadores do metabolismo redox no soro e em células mononucleares e polimorfonucleares e a influência nas transferências de lípides para HDL em mulheres saudáveis Foi realizado um estudo prospectivo de intervenção nutricional, no qual 42 mulheres consumiram 200g de polpa de açaí/dia durante quatro semanas. Antes e após o período de intervenção foram avaliados parâmetros antropométricos, clínicos (pressão arterial) e bioquímicos (glicemia, insulina, colesterol, HDL-c, LDL-c, trialcilgliceróis) além de biomarcadores do estado redox no soro (capacidade antioxidante total, LDL oxidada, enzima paraoxonase-atividade paraoxonase e dialdeido malônico,MDA), em células mononucleares (MN) (atividade das enzimas CAT, SOD e GPx) e em células polimorfonucleares (PMN) (atividade das enzimas CAT, SOD e GPx, a produção de espécies reativas de oxigênio, ERO, de óxido nítrico e capacidade antioxidante total (TAC). Também avaliamos após o consumo do açaí o perfil de apolipoproteinas e a transferência de lípides da nanoemulsão de LDE para a HDL. Nossos resultados mostraram, após o consumo da polpa de açaí, uma ligeira diminuição da circunferência abdominal (84,9±9,9cm vs 83,9 ±9,6cm, p=0,04) e de apolipoproteina A-1 (200 ± 37,9 mg/dL vs 240,5 ± 47,9 mg/dL) e no soro , aumento da TAC (443,6±144,7μM vs 509,1 ±121,7μM, p=0,031), aumento na atividade da enzima PON (120,3U/mL [76,5-184,5U/mL] vs 146,2,5U/mL [79,3,-225,5U/mL]; p=0,0006), diminuição de 42% nas concentrações de LDL oxidada (226,0±85,5μg/mL vs 131,1± 79,6μg/mL; p=0,0005) e ainda diminuição nas concentrações de MDA (6,8±1,9μM vs 4,7±1,3μM; p=0,00000009) sugerindo que o açaí pode estar envolvido na remoção de ERO, diminuindo a oxidação de proteínas e lipídios e oferecendo ação antioxidante, principalmente em relação ao processo aterosclerótico. Nas células PMN também encontramos aumento da TAC (228,5 ±169,3μM vs 453,7±251,1μM; p=0,001) e da atividade da CAT (0,2 ±0,1U/L vs 8,1 ±3,2U/L; p=1,07 x 10-14) reforçando o efeito antioxidante proporcionado pela adição do açaí na dieta das voluntárias. Nenhuma alteração foi observada na atividade das enzimas em células MN (CAT, SOD e GPx). Em relação a taxa de transferência de colesterol livre, éster de colesterol, triglicérides e fosfolípides da emulsão lipídica artificial (LDE) para a HDL, encontramos aumento nas taxas de transferência do éster de colesterol (p=0,0043) e de fosfolípides (p=0,0338). Dessa forma, nossos resultados demonstram que a adição da polpa de açaí na dieta habitual pode estar envolvida na proteção contra o estado oxidativo e também ter um efeito benéfico no metabolismo de lípides e assim que o açaí pode apresentar efeito atero protetor em mulheres saudáveis.
metadata.dc.description.abstracten: The plant specie Euterpe oleracea Mart., is a palmeira popularly known as açaí and is native to the Amazon region. Some studies in vitro and animal studies reported that its fruit, acai, has high potential to be recognized as "functional food" due to high concentrations of polyphenols, especially anthocyanins that give high total antioxidant capacity (TAC), properties antioxidants and anti-inflammatory. However, few studies have investigated the effect of consuming acai on oxidative status markers and lipid metabolism in humans. Thus, our study was to evaluate the effect of açaí on anthropometric, clinical, biochemists and lifestyle and on the redox metabolism biomarkers in serum and mononuclear cells and polymorphonuclear and influence on lipid transfer for HDL in healthy women. Study of nutritional intervention with 42 women who consumed 200g of açaí pulp per day for four weeks. Before and after the experimental period were mensured anthropometric parameters (weight, height, waist circumference, abdominal and hip and percentage of body fat), clinical (blood pressure) and biochemical (blood glucose, insulin, cholesterol, HDL-C, LDL -c, triacylglycerides) in addition sérum oxidative status markers were determined (TAC, oxidized LDL, paraoxonase enzyme, and malondialdehyde MDA) in mononuclear cells (MN) (CAT activity of enzymes, SOD and GPx) and cells polymorphonuclear (PMN) (activity of enzymes CAT, SOD and GPx, the production of reactive oxygen species, ROS, nitric oxide and TAC). We also evaluated after consumption of acai the apolipoprotein profile and lipid transfer of nanoemulsion LDE to HDL. These results indicate, after consumption of açaí, a slight decrease in waist circumference (84.9 ± 9.9 cm vs 83.9 ± 9.6 cm, p = 0.04) and apolipoprotein A-1 (200 ± 37.9 mg / dL vs 240.5 ± 47.9 mg / dL) and serum, increasing the TAC (± 443.6 vs. 509.1 ± 144,7μM 121,7μM, p = 0.031) increase in activity the PON enzyme (120,3U / ml [76,5-184,5U / ml] vs 146,2,5U / ml [79.3, -225,5U / ml], p = 0.0006), decrease 42% in oxidized LDL concentration (226.0 ± 85,5μg / mL vs 131.1 ± 79,6μg / ml; p = 0.0005) and also decreased the MDA concentration (± 6.8 vs 1,9μM 4.7 ± 1,3μM; p = 0.00000009) suggesting that acai may be involved in the removal of ROS, decreasing the oxidation of proteins and lipids and providing antioxidant activity, especially regarding the atherosclerotic process. The PMN cells also found increased TAC (228.5 ± 169,3μM vs 453.7 ± 251,1μM; p = 0.001) and the CAT activity (0.2 ± 0.1U / L vs 8.1 ± 3 , 2U / L; p = 1.07 x 10-14) enhancing the antioxidant effect provided by the addition of acai in the diet of volunteers. No change was observed in the activity of enzymes in MN cells (CAT, SOD and GPx). In relation to free cholesterol transfer rate, cholesterol ester, triglycerides and phospholipids of artificial lipid emulsion (LDE) to HDL, found no difference in transfer rates of cholesterol ester (p = 0.0043) and phospholipid (p = 0.0338). Thus, our results demonstrate that the addition of açaí in the usual diet may be involved in protection against oxidative state and also have a beneficial effect on lipid metabolism and so that acai may have athero protective effect in healthy women.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7707
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 17/04/2017, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Appears in Collections:PPCBIOL - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_EfeitoAçaíEuterpe.pdf3,67 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons