Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7280
Title: Baccharis trimera protege contra a hepatotoxicidade induzida pelo etanol em células HepG2 e em ratos.
Authors: Rabelo, Ana Carolina Silveira
metadata.dc.contributor.advisor: Costa, Daniela Caldeira
Lima, Wanderson Geraldo de
Keywords: Álcool
Toxicidade - hepáticas
Stress oxidativo
Plantas medicinais - Baccharis trimera
Issue Date: 2017
metadata.dc.contributor.referee: Saúde, Diena Antunes
Silva, André Talvani Pedrosa da
Costa, Daniela Caldeira
Citation: RABELO, Ana Carolina Silveira. Baccharis trimera protege contra a hepatotoxicidade induzida pelo etanol em células HepG2 e em ratos. 2017. 130 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2017.
Abstract: O etanol é o álcool mais utilizado nas bebidas alcóolicas e sua metabolização ocorre principalmente no fígado, sendo seu consumo abusivo associado à hepatotoxicidade. Um dos principais mecanismos responsáveis pela hepatotoxicidade induzida pelo etanol é o estresse oxidativo. Diante disso, os antioxidantes de origem exógena podem ser vistos como uma alternativa para restabelecer o equilíbrio oxidante/redutor, sendo esses amplamente encontrados nas plantas medicinais. Sendo assim, o objetivo desse trabalho foi verificar o efeito protetor dos extratos hidroetanólico e aquoso da espécie vegetal Baccharis trimera em modelo de hepatotoxicidade induzida com etanol. Para tal, foram realizados ensaios in vitro e in vivo, sendo utilizados os compostos quercetina e vitamina C, respectivamente, como controles positivos, já que o potencial antioxidante dos mesmos tem sido bem estabelecido. Os extratos de B. trimera foram avaliados quanto à citotoxicidade, sendo que apenas a concentração de 600 μg/mL do extrato hidroetanólico, no tempo de 24 horas, apresentou citotoxicidade. Foi observado que as células tratadas com os extratos de B. trimera e estimuladas com etanol apresentaram redução na produção de ERO e de óxido nítrico (NO), mas não apresentaram diferença significativa em relação ao fator de transcrição Nrf2. Os ensaios in vivo foram divididos em experimento agudo, onde ratos machos da linhagem Fisher foram pré-tratados com os extratos hidroetanólico e aquoso de B. trimera por dois dias; e experimento crônico, onde os animais foram pré-tratados apenas com o extrato hidroetanólico de B. trimera durante 28 dias. No experimento agudo foi observado que os extratos promoveram o aumento na concentração de glutationa oxidada e na atividade de glutationa peroxidase e superóxido dismutase. Também promoveram diminuição nos níveis de TBARS e melhora no perfil histológico, entretanto, não observamos melhora na função hepática e perfil lipídico destes animais. Já no experimento crônico, observamos melhora na função renal e hepática, diminuição nos níveis de triacilgliceróis, da atividade da metaloproteinase 2 e melhora no perfil histológico. Estes resultados analisados em conjunto sugerem que o extrato hidroetanolico de B. trimera melhora a hepatotoxicidade induzida pelo etanol tanto no modelo in vitro quanto in vivo. Palavras-chave: Etanol, hepatotoxicidade, estresse oxidativo, plantas medicinais,
metadata.dc.description.abstracten: Ethanol is the alcohol most used in alcoholic beverages and it is metabolized at the liver. The abusive consumption of alcohol leads to the hepatotoxicity. Oxidative stress is one of the main mechanisms responsible to the hepatotoxicity caused by ethanol. In this regard, antioxidants from exogenous origin may be an alternative to recovery the oxidant/reducer ratio, and they are widely found on medicinal plants. Thereby, the objective of this study was to investigate the protective effect of hydroethanolic and aqueous extracts from Baccharis trimera under a model of hepatotoxicity caused by ethanol. For that, in vitro and in vivo assays were carried out using respectively quercetin and vitamin C as positive controls, since the antioxidant potential from them has been well-recognized. The B. trimera extracts were evaluated regarding its cytotoxicity. Only the hydroethanolic extract from B. trimera at 600 μg/mL and after 24 h had cytotoxicity. Cells treated with B. trimera extracts and stimulated by ethanol had a reduced production of ERO and nitric oxide (NO). However, cells treated with B. trimera extracts and stimulated by ethanol unaffected the Nrf2 transcription factor. The in vivo assays were subdivided in experiment 1) acute: male rats (Fisher) were pre-treated with hydroethanolic and aqueous extracts of B. trimera for 2 d; and 2) chronic: male rats were pre-treated only with hydroethanolic extracts of B. trimera for 28 d. In exp. 1, both hydroethanolic and aqueous extracts of B. trimera increased the activity of glutathione peroxidase and superoxide dismutase. Yet, both extracts decreased the TBARS levels and enhanced the histological profile, but without improvements on hepatic function and lipid profile of the rats. In exp. 2, the hydroethanolic extracts improved renal and hepatic functions and histological profile, and also reduced triacylglycerols and metalloproteinase 2 activity. These results, taken together, suggest that the hydroethanol extract of B. trimera improves ethanol-induced hepatotoxicity both in vitro and in vivo.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7280
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 09/02/2017 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_BaccharisTrimeraProtege.pdf2,51 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.