Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7107
Title: Formação inicial de professores para a EJA nos cursos de Pedagogia das universidades federais de Minas Gerais.
Authors: Moreira, Thamyres Xavier
metadata.dc.contributor.advisor: Jardilino, José Rubens Lima
Keywords: Professores - formação
Educação de jovens e adultos
Pedagogos
Issue Date: 2016
metadata.dc.contributor.referee: Torres, Marco Antônio
Araújo, Regina Magna Bonifácio de
Pereira, Júlio Emílio Diniz
Citation: MOREIRA, Thamyres Xavier. Formação inicial de professores para a EJA nos cursos de Pedagogia das universidades federais de Minas Gerais. 2016. 239 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2016.
Abstract: Após a implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de Pedagogia em 2006, a formação do pedagogo se assenta nos anos iniciais e infância e as Instituições de Ensino Superior (IES) passam por reformulações curriculares, visando cumprir as exigências impostas nos documentos. Com o intuito de compreender como as universidades federais de Minas Gerais têm formado os professores do curso de Pedagogia, no que tange à EJA, adotamos, para este trabalho de investigação, a temática ―A formação inicial de professores para a EJA‖. Este estudo recorre à abordagem de natureza qualitativa e tem como objetivo geral analisar como os cursos de Pedagogia tratam a formação do professor para atuação na EJA. De modo específico, buscamos analisar as propostas curriculares dos cursos de Pedagogia das universidades federais de Minas Gerais no que se refere à formação para atuação na EJA, discutir a importância de iniciativas de pesquisa e extensão, nessas mesmas propostas, relacionadas à formação para atuação na área e apresentar e refletir sobre as concepções de formação inicial de professores para a modalidade, na percepção dos professores formadores. Para a construção do diálogo com a produção da área utilizado para as categorias de análise, embasamo-nos nas contribuições de Garcia (1999); Nóvoa (1995); Imbernón (2009); Diniz-Pereira (2008); Soares (2008) e (2011), Arroyo (2006); Jardilino e Araújo (2014); Schön (1995); Barreiro e Gebran (2006); Moreira e Silva (1994); Giroux e Simon (1994) e Apple (1994) e utilizamos como fundamentação teórica o modelo de formação crítica. A partir desses referenciais, analisamos os documentos legais das instituições e as entrevistas. Fez-se, também, um breve levantamento das produções acerca da temática em eventos de formação de professores, sendo alguns específicos da área, e no Banco de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Posteriormente, realizou-se a coleta de dados por meio de entrevistas semiestruturadas, com a participação de dezesseis professores formadores, sendo eles coordenadores de curso e professores que trabalham com a EJA nas instituições, e a seleção de documentos das universidades. Para a análise dos dados, estabelecemos três categorias ―currículo‖, ―ações extracurriculares‖ e ―concepções de formação‖, empregando a metodologia de Análise de Conteúdo, proposta por Bardin (2009). Os resultados da pesquisa indicam que a formação inicial de professores que tem acontecido nas universidades federais de Minas Gerais ainda formam precariamente seus alunos do curso de Pedagogia, no que diz respeito à Educação de Jovens e Adultos, exceto para aqueles que tiveram a oportunidade de participar das atividades de pesquisa e extensão. Mostra ainda que tem prevalecido a concepção de que as atividades de pesquisa e extensão podem suprir a ausência ou limitação da formação curricular, contradizendo a perspectiva de indisssociabilidade desses elementos.
metadata.dc.description.abstracten: After the implementation of the National Curriculum Guidelines for the Pedagogy course approved in 2006, the formation of pedagogue is based on the early years and childhood and the Higher Education Institutions (IES) go through curricular changes, to comply with the requirements imposed in the documents. In order to understand how the federal universities in Minas Gerais responded to these new requirements, specifically in preparing teachers for the Youth and Adult Education program (EJA), we conduct critical research of the "pre-servicete acher training for EJA program" in 8 federal universities throughout Minas Gerais. This study uses a qualitative approach to analyze how teachers are formally trained as they prepare to enter and teach in the EJA program. To do this, we analyze the pedagogy curriculums in the respective universities, discussing the importance of research and the extent to which they are implemented in pedagogy courses. To build the dialogue with the production area used for the analysis categories, we based on Garcia's (1999) contributions; Nóvoa (1995); Imbernon (2009); Diniz-Pereira (2008); Soares (2008) and (2011), Arroyo (2006); Jardilino and Araújo (2014); Schön (1995); Barreiro and Gebran (2006); Moreira and Silva (1994); Giroux and Simon (1994) and Apple (1994). The theoretical foundation is derived from exemplary, high-rigor training models. With these theoretical foundations as reference, we analyze institutional policies and conduct interviews with coordinators and teachers of the courses to evaluate the implementation of successful practices. The interviews were conducted in a semi-structured procedure, with 16 different participants from the university (teacher trainers and training coordinators). Data analysis was carried out in regards to three categories, namely: ―curriculum‖, ―extracurricular actions‖ and ―training concepts‖. We base this analysis on the methodological approach proposed by Bardin (2009). The survey results indicate that the current pre-service teacher training carried out by colleges of education in the 8 federal universities of Minas Gerais are unlikely to prepare teachers for teaching in the Youth and Adult Education program. Additionally, we find that those programs which offer the opportunity to participate inre search and extension activities are more likely to better prepare teacher for the EJA program than those that do not. We conclude that teacher training programs designed with elements of research and extension activities can compensate for the absence o for low-quality in the utilized training curriculum, despite contradictory perspectives suggesting that pedagogy instruction is sufficient to satisfy the research and extension component emphasized in quality teacher training models.
Description: Programa de Pós-Graduação em Educação. Departamento de Educação, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/7107
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 07/12/2016 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGEDU - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_FormaçãoInicialProfessores.pdf2,24 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons