Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6972
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMendes, Soélis Teixeira do Prado-
dc.date.accessioned2016-09-05T20:06:32Z-
dc.date.available2016-09-05T20:06:32Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.citationMENDES, S. T. do P. O artigo definido numa abordagem diacrônica. Revista (Con) Textos Linguísticos, v. 1, p. 256-273, 2015. Disponível em: <http://periodicos.ufes.br/contextoslinguisticos/article/view/10934>. Acesso em: 07 ago. 2016.pt_BR
dc.identifier.issn2317-3475-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6972-
dc.description.abstractConforme já se discutiu fartamente na literatura pertinente, o latim vulgar, em relação ao clássico, é mais simples, mais analítico, mais concreto e mais expressivo: as simplificações ocorridas na morfologia devido ao complexo sistema do latim literário e a fragilidade das desinências finais átonas contribuíram para mudanças no sistema flexional da língua dos romanos. Com tais mudanças o aspecto sintético alterou-se para um aspecto mais analítico o que contribuiu, consideravelmente, para a independência sintática dos constituintes na frase. Dentre as principais consequências, citamos a reestruturação do sistema dos pronomes demonstrativos clássicos: dos seis pronomes, apenas três foram conservados: iste, ipse e ille. Com a necessidade de indicar a categoria gramatical e uma melhor caracterização e identificação dos nomes, esses dois últimos pronomes, em especial o ille, passam a exercer a função das desinências então perdidas, dessa situação surge o artigo definido. Além de tratar do surgimento desse determinante, pretende-se, neste artigo, discutir quais foram as outras causas: semântica, textual-discursiva e pragmático-discursiva que propiciaram a criação do artigo definido.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsabertopt_BR
dc.subjectLatim vulgarpt_BR
dc.subjectLatim clássicopt_BR
dc.subjectPronome demonstrativopt_BR
dc.subjectDefinite articlept_BR
dc.subjectDemonstrative pronounpt_BR
dc.titleO artigo definido numa abordagem diacrônica.pt_BR
dc.typeArtigo publicado em periodicopt_BR
dc.rights.licenseOs trabalhos publicados na Revista (Con)Textos Linguísticos estão sob uma licença Creative Commons que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais. Fonte: Revista (Con)Textos Linguísticos <http://periodicos.ufes.br/contextoslinguisticos>. Acesso em: 14 out. 2019.pt_BR
dc.description.abstractenAs already vastly discussed in the relevant literature, the Vulgar Latin, compared to the Classical, is simpler, more analytical, more solid and more eloquent: the simplifications occurred in morphology, due to the literary Latin’s complex system and the frailty of unstressed endings, contributed to changes in the roman language’s inflection system. With such changes, the synthetic aspect shifted to a more analytical aspect which contributed, considerably, to the syntactical independence of the phrase constituents. Among the main consequences, we mention the classical demonstrative pronoun restructuring: among the six pronouns, only three were conserved: iste, ipse and ille. With the necessity to indicate the grammatical category, a better description and names identification, these two last pronouns, especially ille, start to fulfill the lost endings functions, in this situation, emerges the definite article. Besides dealing with the appearing of this determinant, we intend, in this article, to discuss which other causes were: semantic, textual-discursive and discursive pragmatic, which provided the appearing of the definite article.-
Appears in Collections:DELET - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_ArtigoDefinidoAbordagem.pdf212,59 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.