Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6852
Title: Terceirização e recomposição dos mercados de trabalho das metrópoles de Belo Horizonte e Salvador.
Other Titles: Subcontracting and recomposition of labor markets in the metropolitan areas of Belo Horizonte and Salvador.
Authors: Oliveira, André Mourthé de
Keywords: Terceirização
Desigualdade socioeconômica
Mercado de trabalho
Brazilian metropolises
Subcontracting
Issue Date: 2012
Citation: OLIVEIRA, A. M. de. Terceirização e recomposição dos mercados de trabalho das metrópoles de Belo Horizonte e Salvador. Revista Paranaense de Desenvolvimento, v. 123, p. 1-160, 2012. Disponível em:<http://www.ipardes.pr.gov.br/ojs/index.php/revistaparanaense/article/view/477/759>. Acesso em: 25 jul. 2015.
Abstract: O objetivo deste artigo é analisar o impacto do processo de terceirização das atividades econômicas sobre os mercados de trabalho metropolitanos de Belo Horizonte e Salvador, no período 1995-2007. A opção pela terceirização decorreu de dois fatores: 1. ampliação das desigualdades socioeconômicas; e 2. potencial reconfiguração do mercado de trabalho, pois a terceirização articula uma parte do setor tradicional ao moderno, alterando, dessa forma, a clássica estrutura dual do mercado de trabalho urbano brasileiro (DEDECCA, 1998; OLIVEIRA, 2010). A metodologia propõe uma nova categorização das inserções no mercado de trabalho urbano: a) Grupo 1 (G1) - ocupações do setor moderno/formal, com predomínio do assalariamento nas relações de trabalho; b) Grupo 2 (G2) - ocupações do setor tradicional/ informal articulado produtivamente com o G1; e c) Grupo 3 (G3) - ocupações do setor tradicional/informal, com o predomínio de trabalho não assalariado. A análise viabilizou o cruzamento dos três grupos com os setores de atividade econômica. Os principais resultados indicam que a terceirização não ampliou a desigualdade socioeconômica nos mercados de trabalho das duas metrópoles. Ressalte-se o forte crescimento do G1 do setor de serviços, significando uma importante “modernização” nesses dois mercados de trabalho. ________________________________________________________________________
ABSTRACT: The objective of this article is to analyze the impact of subcontracting processes on labor markets of Belo Horizonte and Salvador metropolitan areas, in the 1995-2007 period. The option for subcontracting derived from two factors: a) increasing socio-economic inequalities; and b) potential labor market reconfiguration, since subcontracting articulates traditional and modern sectors, modifying the classic dual structure of the Brazilian urban labor market (DEDECCA, 1998; OLIVEIRA, 2010). The methodology suggests a new classification for urban labor market entry: a) Group 1 (G1) - modern sector occupations; b) Group 2 (G2) – occupations from the informal sector, productively integrated to G1; and c) Group 3 (G3) - informal sector occupations. The analysis allowed to cross information regarding the groups and the sectors of economic activity. The main results indicate that subcontracting did not extend the economic inequality in the two metropolises. Emphasis should be made to the strong growth in servisse sector’s G1, representing an important “modernization” in these two labor markets.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6852
ISSN: 22365567
metadata.dc.rights.license: Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista. Fonte: <http://www.ipardes.pr.gov.br/ojs/index.php/revistaparanaense/about/submissions#copyrightNotice>. Acesso em: 21 jun. 2016
Appears in Collections:DEECO - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_TerceirizaçãoRecomposiçãoMercados.pdf144,8 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.