Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6726
Title: Geomorfologia antropogênica em função da mineração de ouro no século XVIII : bases científicas e educativas na proposição de uma trilha geoturística urbana na sede no município de Ouro Preto, MG.
Other Titles: Anthropogenic geomorphology anthropogenic related to gold mining in the eighteenth century : scientific and educational bases on the proposition of a urban geoturistic trail in Ouro Preto City, MG, Brazil.
Authors: Paula, Suzana Fernandes de
Castro, Paulo de Tarso Amorim
Keywords: Geomorfologia antropogênica
Protocolo
Geotourism
Ouro Preto
Issue Date: 2015
Citation: PAULA, S. F. de, CASTRO, P. de T. A. Geomorfologia antropogênica em função da mineração de ouro no século XVIII: bases científicas e educativas na proposição de uma trilha geoturística urbana na sede no município de Ouro Preto, MG. Revista Brasileira de Ecoturismo, v. 8, p. 432-443, 2015. Disponível em: <https://periodicos.unifesp.br/index.php/ecoturismo/article/view/6465>. Acesso em: 11 jul. 2016.
Abstract: A Geomorfologia Antropogênica tem como objeto de estudo as geoformas produzidas bem como aquelas modificadas pelas atividades humanas. Em regiões mineiras, como o Quadrilátero Ferrífero em Minas Gerais, a mineração tem sido o principal atividade antrópica a afetar e modificar a paisagem. A extração aurífera é responsável pela interiorização da ocupação no Brasil setecentista e a criação dos núcleos urbanos tais como Ouro Preto. A partir das premissas da geoconservação são analisados pontos em que são evidentes as ações antrópicas na modificação da paisagem. Esses pontos integram um roteiro turístico urbano Ouro Preto de base científica e educativa.
metadata.dc.description.abstracten: The anthropogenic geomorphology is focused on the study of landforms produced as well as those modified by human activities. In mining regions such as the Quadrilátero Ferrífero in Minas Gerais (Brazil), mining has been the main human activity to affect and change the natural landscape. The gold rush extraction is responsible for the occupation of the brazilian hinterlands in eighteenth-century as also the establishment and nourishment of their first urban areas such as Ouro Preto city. From the geoconservation assumptions it will be analysed the points where human activities are evident agents in landscape modification. These points are part of an urban tourist trail of Ouro Preto whose scope is educational and scientific.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6726
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.34024/rbecotur.2015.v8.6465
ISSN: 1983-9391
metadata.dc.rights.license: Os trabalhos publicados na Revista Brasileira de Ecoturismo estão sob Licença Creative Commons que permite copiar, distribuir, transmitir e adaptar o trabalho, desde que sejam citados o autor e o licenciante. Fonte: Revista Brasileira de Ecoturismo <http://www.sbecotur.org.br/rbecotur/seer/index.php/ecoturismo/index>. Acesso em: 24 set. 2019.
Appears in Collections:DEGEO - Artigos de periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_GeomorologiaAntropogênicaFunçãof.pdf700,19 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.