Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/6418
Title: Análise geofísica e estrutural da zona de cisalhamento São Vicente, Quadrilátero Ferrífero, MG.
Authors: Madeira, Thiago José Augusto
metadata.dc.contributor.advisor: Endo, Issamu
Keywords: Geofísica
Geologia estrutural
Issue Date: 2016
metadata.dc.contributor.referee: Valadares, Natália
Alkmim, Fernando Flecha de
Citation: MADEIRA, Thiago José Augusto. Análise geofísica e estrutural da zona de cisalhamento São Vicente, Quadrilátero Ferrífero, MG. 2016. 186 f. Dissertação (Mestrado em Evolução Crustal e Recursos Naturais) – Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2016.
Abstract: O Quadrilátero Ferrífero é a uma das mais antigas e uma das mais importantes provínciais minerais brasileiras. Essa região apresenta inúmeras propostas de evolução tectônica e modelos de mineralização. Visando contribuir com o conhecimento geológico, foi aplicada a deconvolução de Euler sobre dados geofísicos, gravimétricos e magnetométricos para geração de um modelo tectono-estrutural com informações de nível crustal profundo. A principal finalidade foi a caracterização da geometria tridimensional e cinemática da zona de cisalhamento São Vicente e, subsidiariamente, contribuir para um melhor entendimento dos condicionantes tectono-estruturais e para o modelo de mineralização aurífera. Foram levantadas seções geológico-estrutural ao longo da zona de cisalhamento São Vicente, concomitante a geração dos perfis de deconvolução geofísica, para controle do posicionamento do traço da estrutura e sua anomalia geofísica. As medições estruturais em campo foram levantadas respeitando critérios técnicos que evitam falsas relações cinemáticas. Os perfis bidimensionais de dados gravimétricos foram interpolados e gerada uma superfície 3D para integração, em sistema de informações geográficas, com os perfis magnetométricos e as informações geológicas disponíveis. Com a superfície gravimétrica tridimensional, correspondente a superfície de descolamento basal da Nappe Ouro Preto, foi possível analisar a geometria da estrutura até a profundidade de 10.000 metros. Os perfis de inversão magnéticos atingiram profundidades de mais de 5.000 metros e revelam forte relação com os contatos geológicos das unidades metassedimentares do greenstone belt Rio das Velhas e com as ocorrências de ouro em superfície. Os dados levantados em campo evidenciam uma acreção basal por evolução de uma nappe sobre a zona de cisalhamento São Vicente. De norte para sul, a superfície tridimensional gravimétrica exibe geometrias antiformais e sinformais que representam um dobramento tardio. Esta dissertação mostra a importância de trabalhos desenvolvidos na academia em termos de inovação tecnológica e aplicabilidade, com resultados que permitem novas e mais precisas interpretações quanto a estruturação geológica atual e a evolução tectônica de uma área, além da apresentação de áreas alvos para a prospecção de novos recursos minerais.
metadata.dc.description.abstracten: The Quadrilátero Ferrífero is an ancient and one of the most important Brazilian mineral province. This region reveals unaccountable tectonic evolutions and gold mineralization model suggestions since the 90’s. Aiming to contribute with the surface geological knowledge, it was applied the Euler deconvolution over gravimetric and magnetic data to generate a tectonic-structural model with information from deep crustal levels. The primordial purpose was the characterization of the tridimensional geometry and kinematic of São Vicente Shear Zone and, further, to contribute for a better understanding of tectonic-structural evolution and gold metal tectonic model. Geological sections were raised along the São Vicente Shear Zone simultaneously with the generation of geophysical deconvolution profiles. It was all done intending to keep the structural positioning and its geophysical anomaly under control. The structures measurements in field were taken respecting criteria in order to minimize wrong kinematic relationships. The gravimetric two-dimensional profiles were interpolated, then it was generated a 3D geophysical surface to integrate, in GIS environment, magnetic profiles and geological information available. With the tridimensional gravimetric surface, which corresponds to the basal detachment surface of Ouro Preto Nappe, it was possible to analyze the structure’s geometry up to 10,000 meters deep. The inversion magnetic profiles reached depths greater than 5,000 meters and reveal great relationship with the geological contacts between metasedimentary units Rio das Velhas greenstone belt, and gold occurrences in surface. The geological framework, gotten in field, pointed a basal accretion in a nappe evolution over the São Vicente shear zone. From north to the south, the gravimetric tridimensional surface shows antiform and synform geometries, which represent a post-nappe folding. This dissertation brings up the importance of academic development works in terms of technological innovation and applicability on results that allow new further accurate interpretations on how much the modern geological architecture and the tectonic evolution of an area is, besides the presentation of target areas for mineral resources prospecting.
Description: Programa de Pós-Graduação em Evolução Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia. Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6418
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 15/03/2016 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGECRN - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_AnáliseGeofísicaEstrutural.pdf75,99 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons