Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6318
Title: Investigação da influência da amígdala basomedial no controle das respostas cardiovasculares a estímulos emocionais.
Authors: Santos, Laura Gomes Batista Tavares
metadata.dc.contributor.advisor: Menezes, Rodrigo Cunha Alvim de
Keywords: Amigdalas
Stress - fisiologia
Hipotálamo
Issue Date: 2014
Citation: SANTOS, Laura Gomes Batista Tavares. Investigação da influência da amígdala basomedial no controle das respostas cardiovasculares a estímulos emocionais. 2014. 65 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2014.
Abstract: A amígdala tem sido associada a uma grande variedade de funções ligadas a respostas fisiológicas, comportamentais e endócrinas, relacionadas a estímulos emocionais. Esta região encefálica é composta por vários sub-núcleos, que embora pertencentes à mesma estrutura, podem se envolver em funções diferentes, o que torna o estudo de cada sub-núcleo de grande importância. Nesse sentido, alguns deles vêm sendo ao longo dos anos bem estudados e caracterizados, mas o enfoque a um dos sub-núcleos, o basomedial (BMA), é ainda muito pequeno. O hipotálamo é uma importante região que também vem sendo relacionada ao comportamento emocional. Um grande número de evidências indica uma importante participação do hipotálamo dorsomedial (DMH) na integração das respostas fisiológicas oriundas do estresse emocional. Foi constatado que os estressores de origem psicológica e social são os mais comuns no ser humano. Neste sentido, alguns estudos em animais demonstraram que a perda temporária do controle social é uma importante condição que pode levar a alterações psicopatológicas. Diante disso, o nosso objetivo é avaliar a influência da amígdala basomedial no controle cardiovascular durante estresse social e sua possível interação com o hipotálamo dorsomedial. Para isso, ratos Wistar (300 ± 20g) foram anestesiados (cetamina-xilazina) e cânulas guia foram implantadas na BMA unilateralmente ou bilateralmente, em regiões próximas a BMA (NBMA) e no DMH bilateralmente. Após seis dias, os animais foram re-anestesiados (2% do isoflurano em 3l de O2) e um cateter inserido na artéria femoral para aferição de pressão arterial média (PAM) e frequência cardíaca (FC). Demos início aos procedimentos experimentais 48 horas após o último procedimento cirúrgico. Nossos resultados mostraram que a inibição química da BMA pela microinjeção do agonista GABAA, muscimol (100pmol/100nL) promove aumento da PAM e FC, enquanto a inibição química da NBMA não alterou tais parâmetros cardiovasculares. Observamos, também, que ao ativar quimicamente esta região, pela microinjeção bilateral do antagonista GABAA, bicuculline methiodide (10pmol/100nL), os aumentos de PAM e FC provocados pelo estresse social por rato intruso foram bloqueados. Adicionalmente, a resposta de inibição da BMA foi abolida pela inibição química do DMH através da microinjeção de muscimol. Sabendo-se que o DMH é tonicamente inibido, estes resultados sugerem que a BMA está constantemente ativada, participando integralmente do controle cardiovascular durante situações de estresse, exercendo influência na inibição tônica recebida pelo DMH nestas condições.
metadata.dc.description.abstracten: The amygdala has been associated with a variety of functions linked to physiological, behavioral and endocrine responses related to emotional situations. This brain region is comprised of multiple sub-nuclei, which although belonging to the same structure may be involved in different functions, which makes the study of each sub-nuclei of great importance. In this sense, some of them have been well studied and characterized over the years, but the approach to one of the sub-nuclei, the basomedial (BMA), is still very small. The hypothalamus is an important region which also has been related to emotional behavior. It was found that psychological and social origin stressors are the most common in humans. In this sense, some studies in animals have shown that the temporary loss of social control is an important condition that can lead to psychopathology. Therefore, our aim is to evaluate the influence of basomedial amygdala in cardiovascular control during social stress and its possible interaction with the dorsomedial hypothalamus. For this, male Wistar (300 ± 20g) were anesthetized (ketamine-xylazine) and guide cannulae were implanted bilaterally or unilaterally in the BMA, in nearby regions the BMA (NBMA) and bilaterally in the DMH. Six days later, the animals were anesthetized (2% isoflurane in O2 3l) and a catheter was inserted into the femoral artery for recording of mean arterial pressure (MAP) and heart rate (HR). We began the experimental procedures 48 hours after the last surgical procedure. Our results showed that chemical inhibition of BMA by microinjection of the GABAA agonist, muscimol (100pmol/100nL), promotes increased in MAP and HR, whereas chemical inhibition of NBMA did not alter such cardiovascular parameters. We also noted that when this region is chemically activated by bilateral microinjection of the GABAA antagonist, bicuculline methiodide (10pmol/100nL), the increases in MAP and HR caused by a intruder rat social stress were blocked. Additionally, the response of BMA inhibition was abolished by chemical inhibition of the DMH by microinjection of muscimol. Knowing that the DMH is tonically inhibited, these results suggest that the BMA is constantly active, participating fully in the cardiovascular control during stress situations, influencing the tonic inhibition received by the DMH in these conditions.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6318
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 18/02/2016 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_InvestigaçãoInfluenciaAmigdala.pdf1,49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.