Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6306
Title: Efeito da modalidade do treinamento aeróbio sobre a interação entre o reflexo cardiopulmonar e a resposta barorreflexa em ratos espontaneamente hipertensos.
Authors: Fernandes, Élida Mercês Raimundo
metadata.dc.contributor.advisor: Oliveira, Lenice Kappes Becker
Keywords: Sistema cardiopulmonar
Barorreflexo
Exercícios aeróbicos
Issue Date: 2015
Citation: FERNANDES, Élida Mercês Raimundo. Efeito da modalidade do treinamento aeróbio sobre a interação entre o reflexo cardiopulmonar e a resposta barorreflexa em ratos espontaneamente hipertensos. 2015. 50 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2015.
Abstract: O controle reflexo da pressão arterial está comprometido na hipertensão arterial (HA), sendo que o treinamento físico é uma medida não farmacológica de restauração da sensibilidade e atividade do reflexo cardiopulmonar e do barorreflexo na HA. O objetivo do nosso estudo foi comparar o efeito do exercício físico realizado através da natação ou corrida sobre a resposta barorreflexa e do reflexo cardiopulmonar de ratos espontaneamente hipertensos (SHR). Ratos SHR foram divididos em três grupos, corrida, natação e sedentário. Os animais foram submetidos a oito semanas de treinamento físico. Ao final do treinamento a artéria e veia femoral foram canuladas para registro da pressão arterial média (PAM) e da frequência cardíaca (FC). Infusão de fenilefrina (8μg/Kg) foi utilizada para avaliação da resposta barorreflexa antes de depois da ativação do reflexo cardiopulmonar. Para avaliação do reflexo cardiopulmonar foi utilizada a expansão aguda de volume através de solução de salina 0,9% (7,5 mL/kg). Os resultados mostraram que o treinamento físico reduziu a pressão arterial nos grupos natação (142±6,7 mmHg) e corrida (144± 2,2 mmHg) em comparação aos sedentários (163±4,9mmHg). Reduziu ainda a FC dos grupos natação (317,3±28,2bpm) e corrida (313,2±24,8bpm) em comparação com os sedentários (399,4±11,3bpm). A resposta barorreflexa foi maior para os grupos treinados natação (-0,81±0,14 ms/mmHg) e corrida (-0,91±0,07ms/mmHg) em comparação aos sedentários (-0,44±0,03ms/mmHg) e a resposta do reflexo cardiopulmonar foi maior para o grupo treinado na natação (-105,8±8,7bpm) em comparação ao grupo corrida (-68±5,2 bpm) e sedentário (49,8±7,2bpm). Após a ativação do reflexo cardiopulmonar, a resposta barorreflexa foi suprimida apenas no grupo natação (-0,7±0,15) quando comparada ao grupo esteira (- 1,5±0,17ms/mmHg) e sedentário (-0,8±0,2 ms/mmHg). Esses dados sugerem que o exercício físico (corrida e natação) promove adaptações autonômicas e redução da PA em ratos SHR. Adicionalmente, o treinamento através da natação aumenta a resposta do reflexo cardiopulmonar sugerindo que o exercício físico sob imersão seja o tipo de treinamento mais indicado para sensibilizar o reflexo cardiopulmonar e modular a resposta barorreflexa.
metadata.dc.description.abstracten: The reflex control of blood pressure is compromised in hypertension (HBP), and physical training is a non-pharmacological treatment to restore the sensitivity and activity of the cardiopulmonar reflex and baroreflex in HBP. The aim of our study was to evaluate the effect of physical exercise performed by swimming and running on the baroreflex response and cardiopulmonary reflection of spontaneously hypertensive rats (SHR). SHR rats were divided into three groups: running, swimming and sedentary. The animals were submitted to eight weeks of training. By the end of the training time, the femoral artery and vein were cannulated to record the mean arterial blood pressure (MAP) and hart rate (HR). Infusion of phenylephrine (8mg / kg) was used to evaluate the baroreflex response before and after the cardiopulmonary reflex activation. To evaluate the cardiopulmonary reflex was used in acute volume expansion through 0.9% saline solution (7.5 ml / kg). The results showed that physical training has changed the blood pressure in the swimming groups (142 ± 6.7 mmHg) and running (144 ± 2.2 mmHg) compared to sedentary (163 ± 4,9mmHg). Also reduced the FC swimming groups (317.3 ± 28,2bpm) and race (313.2 ± 24,8bpm) compared to sedentary (399.4 ± 11,3bpm). The baroreflex response was greater for swimming groups (-0.81 ± 0,14ms / mmHg) and running (-0.91 ± 0,07ms / mmHg) compared to sedentary (-0.44 ± 0,03ms / mmHg) and the response of cardiopulmonary reflex was higher for the group trained in swimming (-105.8 ± 8,7 bpm) compared to running group (-68 ± 5.2 bpm) and sedentary (49.8 ± 7,2bpm). After activating the cardiopulmonary reflex, the baroreflex response was suppressed only in the swimming group (-0.7 ± 0.15) compared to the treadmill (running) group (-1.5 ± 0,17ms / mmHg) and sedentary (-0.8 ± 0.2 ms / mmHg). These data suggest that physical exercise (running and swimming) promotes autonomic adaptations and reduction on BP in SHR rats. In addition, training through swimming increases the response of cardiopulmonary reflex suggesting that physical exercise in immersion is the most appropriate type of training to increase the sensitivity of the cardiopulmonary reflex and inflect baroreflex response.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6306
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 16/02/2016 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPBIOTEC - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EfeitoModalidadeTreinamento.pdf1,37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.