Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6281
Title: Avaliação da atividade antiinflamatória de formulações de uso tópico contendo extratos de Lychnophora pinaster e Symphytum officinale.
Authors: Pinheiro, Paola Torres Silva Gandine
metadata.dc.contributor.advisor: Guimarães, Andrea Grabe
Guimarães, Dênia Antunes Saúde
Mosqueira, Vanessa Carla Furtado
Keywords: Plantas medicinais
Agentes antiinflamatórios
Lychnophora pinaster
Symphytum officinale
Nanoemulsões
Issue Date: 2010
Citation: PINHEIRO, Paola Torres Silva Gandine. Avaliação da atividade antiinflamatória de formulações de uso tópico contendo extratos de Lychnophora pinaster e Symphytum officinale. 2015. 96f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) – Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2015.
Abstract: O processo inflamatório é uma resposta dos tecidos a estímulos nocivos através de alterações celulares e vasculares. Em geral são processos dolorosos e incômodos para os pacientes e o tratamento convencional é realizado com a utilização dos Antiinflamatórios Não Esteroidais (AINEs), apesar das reações adversas que provocam. No Brasil e em todo o mundo plantas medicinais e medicamentos fitoterápicos são utilizados pela população para tratamento e prevenção de doenças, incluindo as inflamatórias. É o que ocorre com as espécies brasileiras, Lychnophora pinaster Mart. e Symphytum officinale L., utilizadas para tratamento de inflamação, dor e reumatismo, e que já tiveram a ação antiinflamatória demonstrada. Com base no exposto, este trabalho teve por objetivo a avaliação da atividade antiinflamatória de formulações de uso tópico, como gel, emulgel e nanoemulsão, contendo extratos de Lychnophora pinaster ou Symphytum officinale. A avaliação da atividade das formulações foi realizada em modelo de edema de pata induzido pela carragenina. Todas as formulações obtidas apresentaram aspecto homogêneo e odor característicos. A medida da viscosidade para as formulações base obtidas para o gel de hidroxietilcelulose 7 %, gel de hidroxietilcelulose 14 % e emulgel foi respectivamente de 1299782,00, 555632,00 e 373067,20 cP. Os emulgéis obtidos (base e contendo os diferentes extratos vegetais) apresentaram pH igual a 6,5, para os géis preparados com a utilização de hidroxietilcelulose a 7 % e 14 % (base e contendo os extratos ou nanoemulsão) a medida deste parâmetro foi 6,0 e 6,5 respectivamente. As formulações emulgel e géis base foram avaliadas durante 180 dias de estocagem, e durante este período não apresentaram alterações nas características observadas. Todas estas formulações foram de fácil aplicação. As nanoemulsões foram obtidas como suspensões coloidais com tamanho da partícula variando entre 233,0 ± 9,39 e 245,1 ± 8,17 nm e apresentaram distribuição de tamanho unimodal, com índice de polidispersão menor que 0,184 ± 0,041. A administração tópica das formulações emulgel contendo L. pinaster nas duas concentrações avaliadas (2,0 % e 5,0 %) e gel contendo nanoemulsão de L. pinaster a 2,0 % apresentou maior atividade que o Cataflam Emulgel (cada 1,16 g equivale a 1,0 g de diclofenaco potássico), as nanoemulsões contendo L. pinaster a 1,25 % e 2,0 % mostraram atividade antiinflamatória similar ao medicamento Cataflam Emulgel, enquanto que a nanoemulsão contendo L. pinaster a 0,625% e o gel contendo L. pinaster nas duas concentrações avaliadas (2,0 % e 5,0 %) não demonstraram atividade farmacológica. A administração tópica das formulações gel e emulgel contendo S. officinale a 10,0 % e 16,0 % mostraram atividade antiinflamatória similar ao Cataflam em emulgel, as formulações emulgel contendo S. officinale a 2,0 % e 5,0 % não apresentaram atividade. A comparação entre as formulações mostra que o emulgel e a nanoemulsão contendo Lychnophora pinaster na concentração de 2,0 % e 1,25 %, respectivamente foram as formulações mais interessantes e satisfatórias dentre as analisadas para esta espécie vegetal, visto que apresentaram atividade antiinflamatória significativa com baixas concentrações de extrato, além da facilidade de produção e administração. Em relação ao Symphytum officinale, as formulações emulgel e gel contendo o extrato bruto glicólico da espécie nas concentrações 10,0 e 16,0 % também foram consideradas satisfatórias, pois além da atividade antiinflamatória semelhante ao cataflam em emulgel, elas também se apresentaram de fácil produção e administração. ____________________________________________________________________________________
ABSTRACT: The inflammation process is a tissue response to noxious stimuli through cellular and vascular changes. Usually, these processes are painful and uncomfortable for patients and the conventional treatment is accomplished with the use of Non Steroidal Anti-inflammatory Drugs (NSAIDs), despite the adverse reactions that they cause. In Brazil and throughout the world medicinal plants and phytoterapic drugs are used to treat and prevent diseases, including inflammatory ones. The Brazilian species, Lychnophora pinaster Mart. and Symphytum officinale L. are used to treat inflammatory conditions, pain and rheumatism, and their anti-inflammatory activity were already demonstrated. The aim of the present work was to evaluate the anti-inflammatory activity of topical formulations such as gels, emulgel and nanoemulsion containing Lychnophora pinaster or Symphytum officinale extracts. The formulations activity evaluation was performed using the acute paw oedema induced by carrageenan. All obtained formulations presented homogeneous appearance and characteristic smell. The viscosity measurement for the obtained pharmaceutical base forms gel hydroxyethylcellulose 7 %, gel hydroxyethylcellulose 14 % and emulgel was respectively 1299782,00, 555632,00 e 373067,20 cP. The obtained emulgel (base and containing plant extracts) showed pH of 6.5, for the prepared gels with the use of hydroxyethylcellulose 7 % and 14 % (base and containing extracts or nanoemulsion) the mensuration of this parameter was 6.0 and 6.5 respectively. The base formulations gels and emulgel were evaluated during 180 storage days, and showed no changes of the evaluated characteristics. All these formulations were easy for topical administration. The nanoemulsions were obtained as a colloidal suspension with particle size ranging from 233.0 ± 9.39 to 245.1 ± 8.17 nm and showed unimodal size distribution with size distribution less than 0.184 ± 0.041. The topical administration of the formulations emulgel containing L. pinaster in both concentrations (2.0 % and 5.0 %) showed greater activity than Cataflam , the nanoemulsion containing L. pinaster 1.25 % and 2.0 % and gel containing nanoemulsion of L. pinaster 2.0 % showed anti-inflammatory activity similar to Cataflam  while the nanoemulsion containing L. pinaster 0.625 % and the gels containing L. pinaster in both concentrations (2.0 % and 5.0 %) showed no pharmacological activity. The topical formulations emulgel and gel containing S. officinale 10.0 % and 16.0 % showed anti-inflammatory activity similar to Cataflam, the formulations emulgel containing S. officinale 2.0 % and 5.0 % showed no activity. Comparing the formulations, emulgel and nanoemulsion containing Lychnophora pinaster at a concentration of 2.0 % and 1.25 % respectively were the most interesting and satisfactory one among those analyzed for this plant species, since they showed significant anti-inflammatory activity with lower concentrations of extract, and easy production and administration. Regarding Symphytum officinale formulations, emulgel and gel containing the crude glycolic extract at the concentrations 10.0 and 16.0% were considered satisfactory, because besides the anti-inflammatory activity similar to Cataflam, they also presented easy production and administration.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas. CIPHARMA, Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6281
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 20/01/2015, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Appears in Collections:CIPHARMA - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_AvaliaçãoAtividadeAntiinflamatória.pdf1,31 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.