Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6272
Title: Análise temporal da flora nativa no entorno de unidades de conservação – APA Cachoeira das Andorinhas e Floe Uaimii, Ouro Preto, MG.
Other Titles: Temporary analysis of the native flora in the surroundings of conservation units - APA Cachoeira das Andorinhas and Floe Uaimii, Ouro Preto - MG.
Authors: Rezende, Renato Andrade
Prado Filho, José Francisco do
Sobreira, Frederico Garcia
Keywords: Unidades de conservação
Fragmentação
Zona de amortecimento
Issue Date: 2011
Citation: REZENDE, R. A.; PRADO FILHO, J. F. do; SOBREIRA, F. G. Análise temporal da flora nativa no entorno de unidades de conservação – APA Cachoeira das Andorinhas e Floe Uaimii, Ouro Preto, MG. Revista Árvore, v. 35, p. 435-443, 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-67622011000300007&script=sci_arttext>. Acesso em: 12 nov. 2015.
Abstract: A crescente fragmentação das paisagens tem contribuído para a perda da diversidade biológica nas diversas regiões brasileiras. Isso se deve, na grande maioria dos casos, à maneira desordenada com que o homem vem usando e ocupando as terras. A criação de áreas protegidas ou unidades de conservação (UC) tem sido um dos principais mecanismos utilizados para a proteção da biodiversidade (in situ), além de assumir objetivos mais amplos como a proteção dos recursos hídricos, de espécies ameaçadas, dos recursos genéticos, do grau de endemismo, dos habitats, entre outros. Contudo, é preciso que haja instrumentos de avaliação periódica do seu estado de conservação, visando fornecer subsídios aos planos de manejo através da identificação das potenciais ameaças à funcionalidade ecológica dessas áreas protegidas. Com base em mapas temáticos de classificação da cobertura do solo, elaborados para os anos de 1989 e 2008, no intuito de analisar as alterações ocorridas na área de estudo neste mesmo período, este trabalho quantificou a dinâmica da flora nativa no interior e entorno da Área de Proteção Ambiental Estadual Cachoeira das Andorinhas e da Floresta Estadual do Uaimii, localizadas no Município de Ouro Preto (MG). Os resultados mostram que, ao longo dos 19 anos de comparação, a área ocupada pela flora nativa manteve-se praticamente a mesma, com índices de 82 a 83% no interior das UCs e 74% no seu entorno. Com os resultados da fragmentação, torna-se possível identificar as áreas mais críticas ou sujeitas a maior pressão antrópica e direcionar programas específicos, no âmbito gerencial, para minimizá-los. ____________________________________________________________________________________
ABSTRACT: The increasing fragmentation of the landscapes has contributed for the loss of the biological diversity in many Brazilian regions. In most cases, this is due to the disordered manner in which man has been using and occupying lands. The creation of protected areas or conservation units (UC) has been one of the main mechanisms used for the protection of biodiversity (in situ), in addition to commit wider objectives as for example the protection of the hydro resources, of threatened species, genetic resources, degree of endemism, habitats, among others. However, it is necessary the existence of periodic evaluation tools of its conservation status aiming at suppling subsidies to management plans by identifying the potential threats to the ecological functionality of these protected areas. Based on thematic maps of soil cover classification, elaborated for the years 1989 to 2008, with the purpose of analyzing the changes in the study area in this very period, the present work quantified the dynamics of the native flora in the interior and surroundings of the Área de Proteção Ambiental Estadual Cachoeira das Andorinhas and Floresta Estadual do Uaimii, located in Ouro Preto (MG). The results show that throughout the 19 years of comparison, the area occupied by the native flora remained the same with indices of 82 to 83% inside the UCs and 74% in its surroundings. With the results of the fragmentation, it is possible to identify the most critical areas or the greatest anthropic pressure and to direct specific programs, in the management scope, to minimize them.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6272
ISSN: 18069088
metadata.dc.rights.license: Todo o conteúdo do periódico Revista Árvore, exceto onde identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho em qualquer suporte ou formato desde que sejam citados o autor e o licenciante. Fonte: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=0100-6762&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 21 out. 2015.
Appears in Collections:DEAMB - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_AnáliseTemporalFlora.pdf540,31 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.