Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6233
Title: Ingestão de cálcio e indicadores antropométricos entre adolescentes.
Other Titles: Calcium intake and anthropometric indicators in adolescents.
Authors: Santos, Luana Caroline dos
Martini, Lígia Araújo
Freitas, Silvia Nascimento de
Cintra, Isa de Pádua
Keywords: Adolescente
Antropometria
Cálcio
Estudantes
Issue Date: 2007
Citation: SANTOS, L. C. dos. et al. Ingestão de cálcio e indicadores antropométricos entre adolescentes. Revista de Nutrição da PUCCAMP, v. 20, p. 275-283, 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rn/v20n3/06.pdf>. Acesso em: 21 out. 2015.
Abstract: Objetivo: Este estudo teve como objetivo investigar a relação da ingestão de cálcio com indicadores antropométricos de adolescentes. Métodos: Foram avaliados 507 alunos de duas escolas públicas e uma particular de Ouro Preto, Minas Gerais, por meio de questionário sobre condições socioeconômicas, avaliação da maturação sexual, antropometria, composição corporal e consumo alimentar. Resultados: A ingestão média de cálcio foi 703,7 (396,0) mg/dia, sendo a maior ingestão verificada na escola de maior nível socioeconômico. Apenas 8% dos adolescentes apresentavam ingestão superior à ingestão adequada. Houve associação negativa do cálcio, ajustado para o índice de massa corporal (r=-0,203, p=0,001), na escola de médio nível socioeconômico e nos adolescentes com ingestão desse mineral entre 400 e 800mg/dia (r=-0,134, p=0,044). Conclusão: Verificou-se ingestão insuficiente de cálcio entre os adolescentes de Ouro Preto, evidenciando a necessidade de estimular o consumo de alimentos fontes desse mineral nesta população. ____________________________________________________________________________________
ABSTRACT: Objective: This study was undertaken to determine the relationship between calcium intake and anthropometric indicators in adolescents. Methods: Students (n=507) from two public and one private schools of Ouro Preto, Minas Gerais, were assessed by means of a questionnaire on socioeconomic conditions, sexual maturity, anthropometry, body composition and food intake. Results: The mean calcium intake was 703.7 (396.0) mg/day and the school with the highest socioeconomic level presented the highest mean intake. Only 8% of the adolescents presented an intake above the recommended intake. Body mass index was inversely associated with calcium (r=-0.203, p=0.001) in the school of intermediate socioeconomic level and also in adolescents with dietary calcium intake between 400 and 800 mg/day (r=-0.134, p=0.044). Conclusion: These results showed that calcium intake was insufficient among the adolescents of Ouro Preto, indicating the need to stimulate the consumption of calcium-rich foods in this population.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6233
ISSN: 16789865
metadata.dc.rights.license: Todo o conteúdo do periódico Revista de Nutrição, exceto onde identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho em qualquer suporte ou formato desde que sejam citados o autor e o licenciante. Fonte: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=1415-5273&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 21 out. 2015.
Appears in Collections:DENCS - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_IngestãoCálcioIndicadores.pdf118,68 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.