Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6043
Title: Crescimento de espécies nativas de Cerrado e de Vetiveria zizanioides em processos de revegetação de voçorocas.
Other Titles: Growth of Cerrado native species and of Vetiveria zizanioides in colluvium of gullies.
Authors: Marques, Thamy Evellini Dias
Baêta, Hudson Eustáquio
Leite, Mariangela Garcia Praça
Martins, Sebastião Venâncio
Kozovits, Alessandra Rodrigues
Keywords: Cratylia argentea
Echinolaena inflexa
Revegetação
Voçoroca
Issue Date: 2014
Citation: MARQUES, T. E. D. et al. Crescimento de espécies nativas de Cerrado e de Vetiveria zizanioides em processos de revegetação de voçorocas. Ciência Florestal, v. 24, p. 843-856, 2014. Disponível em: <http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/cienciaflorestal/article/view/16584>. Acesso em: 08 de set. 2015.
Abstract: Taxas de germinação de sementes, sobrevivência e crescimento de plantas, parâmetros estes avaliados no presente estudo, são informações essenciais para a caracterização do potencial biológico de espécies para uso em processos de recuperação de áreas degradadas. A falta de conhecimento sobre tais aspectos em espécies nativas têm justificado o uso de plantas exóticas na revegetação de voçorocas em todo o Brasil. Entretanto, especialmente em locais sujeitos à grande sazonalidade climática e sobre solos oligotróficos, espécies exóticas nem sempre apresentam bom desempenho, levando o empreendimento de revegetação ao insucesso ou elevando consideravelmente a necessidade de aplicação de tratos culturais. Com o objetivo de ampliar os conhecimentos sobre o potencial biológico para revegetação em voçorocas de plantas nativas do cerrado e de uma gramínea exótica, que vem sendo amplamente usada em projetos de contenção de erosão, plântulas e touceiras das espécies nativas Cratylia argentea (Desv.) Kuntze e Echinolaena inflexa (Poir.) Chase, e da exótica Vetiveria zizanioides (L.) Nash foram transferidas para o colúvio de uma voçoroca no município de Ouro Preto - MG, onde permaneceram durante a estação seca de 2010 sem aplicação de fertilizantes ou irrigação. Em blocos ao acaso, parcelas de 1 x 1 m receberam aleatoriamente quatro tratamentos de plantio: touceiras de Echinolaena inflexa ou de Vetiveria zizanioides; e touceiras destas gramíneas em consórcio com a leguminosa arbustiva Cratylia argentea. Todas as gramíneas e 73% das plântulas da leguminosa sobreviveram. Como esperado, a cobertura verde de Echinolaena Inflexa diminuiu ao longo da estação seca, tendo, entretanto, rebrotado após as primeiras chuvas. Vetiveria zizanioides manteve a área foliar ativa e apresentou crescimento significativo no período. Cratylia argentea apresentou altas taxas de germinação de sementes e de crescimento, entretanto, nodulação ocorreu em apenas dois indivíduos. Assim, não houve influência da leguminosa no crescimento das gramíneas. Os resultados indicam que tanto as espécies nativas do cerrado como a gramínea exótica possuem alto potencial para revegetação em colúvio de voçoroca, tendo sobrevivido ao período crítico de seca e sobre substrato oligotrófico sem adição de fertilizantes ou irrigação. ________________________________________________________________________
ABSTRACT: Rates of seed germination, plant survival and growth, as measured in the present study, are essential parameters to characterize the biological potential of species for the restoration of degraded areas. The lack of knowledge about these aspects in native species has justified the use of exotic plants in Brazilian gullies revegetation. However, especially in places subject to highly seasonal climate and on oligotrophic soils, exotic species do not always perform well, leading to revegetation failure or significantly increasing the cultivation care needs. To improve the knowledge concerning to the biological potencial of cerrado native species and of an exotic grass which has been used for erosion contention, in the present study, seedlings and clumps of native cerrado species, Cratylia argentea (Desv.) Kuntze and Echinolaena inflexa (Poir.) Chase, and of the exotic grass Vetiveria zizanioides (L.) Nash, were transferred to a gully colluvium in Ouro Preto, Minas Gerais state, where they remained during the dry season of 2010 without application of fertilizers or irrigation. In randomized block design, plots of 1 x 1 m received four planting treatments: clumps of Echinolaena inflexa or Vetiveria zizanioides, and clumps of these grasses intercropped with the legume Cratylia argentea. All grasses and 73% of the legume seedlings survived. As expected, the green cover of Echinolaena inflexa decreased throughout the dry season, however, showing regrowth after the first rains. Leaf area of Vetiveria zizanioides remained active and grew significantly in the period. Cratylia argentea showed high rates of germination and growth; however, nodulation occurred in only two individuals. Thus, there was no influence of the legume on grasses growth. Results indicate that both native species and the exotic grass tested are potential successful plants for gullies replanting. Plants survived and grew on low nutrient substrate and during the critical period of drought without any fertilizer or irrigation application.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6043
ISSN: 19805098
metadata.dc.rights.license: Os trabalhos publicados pela revista Ciência Florestal são de propriedade da mesma, sendo permitida a reprodução parcial ou total dos trabalhos, desde que a fonte seja citada. Fonte: Ciência Florestal <http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/cienciaflorestal/about/submissions#copyrightNotice>. Acesso em: 16 out 2014.
Appears in Collections:DEGEO - Artigos de periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_CrescimentoEspéciesNativas.pdf545,95 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.