Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6040
Title: Gall-inducing insects from Serra do Cabral, Minas Gerais, Brazil.
Authors: Coelho, Marcel Serra
Carneiro, Marco Antonio Alves
Branco, Cristina Alves
Fernandes, Geraldo Wilson Afonso
Keywords: Biodiversity
Biogeography
Herbivory
Host plant
Issue Date: 2013
Citation: COELHO, M. S. et al. Gall-inducing insects from Serra do Cabral, Minas Gerais, Brazil. Biota Neotropica, v. 13, p. 102-109, 2013. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/bn/v13n3/1676-0603-bn-13-03-102.pdf>. Acesso em: 12 nov. 2015.
Abstract: Objetivo deste estudo foi descrever a riqueza de morfotipos de galha por meio da caracterização de suas formas e os padrões de ocorrência em suas plantas hospedeiras no Parque Estadual da Serra do Cabral. Num universo de 34 famílias, 64 gêneros e 89 espécies de plantas, foram registradas 47 espécies de galhas induzidas por insetos em 21 famílias, 32 gêneros e 39 espécies de plantas hospedeiras. As famílias que concentraram maior riqueza de insetos galhadores foram as famílias mais abundantes. A família Asteraceae representou 33% das espécies coletadas, seguida das Malpighiaceae 8% e Fabaceae 8%, cada uma concentrando 25%, 19% e 8% das espécies de insetos galhadores, respectivamente. O órgão mais atacado foi a folha (51%), seguido do caule (42%) e ramo terminal (4%). Noventa e seis por cento (96%) das galhas foram glabras. O fato de apenas 25% das galhas descritas neste estudo já terem sido registradas em trabalhos prévios, reforça a necessidade em aumentar o esforço amostral na direção de um maior conhecimento sobre a riqueza, distribuição e história natural dos insetos indutores de galhas no Brasil.
metadata.dc.description.abstracten: Our goal was describe the gall richness through the characterization of their external shapes and occurrence patterns in their host plants from Parque Estadual da Serra do Cabral. In a universe of 34 families, 64 genera and 89 plant species, 47 gall-inducing insects in 21 families, 32 genera and 39 host plant species were recorded. The families, which hosted higher gall richness, were those with highest abundance. Asteraceae represented 33% of the species collected followed by Malpighiaceae 8% and Fabaceae 8%, each one concentrating 25%, 19% and 8% of gall-inducing insects, respectively. The organ most attacked was the leaf (51%), followed by the stem (42%) and the terminal branch (4%). Ninety-six percent (96%) of galls were glabrous. Only 25.5% of the galls described in our study have been already recorded in previous studies, reinforcing the need to increase the sampling effort toward a better understanding of the richness, distribution, and natural history of gall-inducing insects from Brazil.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/6040
metadata.dc.identifier.doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1676-06032013000300013
ISSN: 1676-0611
metadata.dc.rights.license: Todo o conteúdo do periódico Biota Neotrópica, exceto onde identificado, está sob uma licença Creative Commons que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho em qualquer suporte ou formato desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais. Fonte: Biota Neotrópica <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=1676-0603&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 19 ago. 2019.
Appears in Collections:DEBIO - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_GallInducingSerra.pdf3,78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.