Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5709
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPeixoto, Ricardo André Fiorottipt_BR
dc.contributor.authorFontes, Wanna Carvalho-
dc.date.accessioned2015-10-29T18:49:33Z-
dc.date.available2015-10-29T18:49:33Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationFONTES, Wanna Carvalho. Utilização do rejeito de barragem de minério de ferro como agregado reciclado para argamassas de revestimento e assentamento. 2013. 95 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2013.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5709-
dc.descriptionPrograma de Pós Graduação em Engenharia Civil. Departamento de Engenharia Civil, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractAtualmente, a busca por soluções inovadoras e sustentáveis torna-se imprescindível diante do grande consumo de recursos naturais pelo setor da construção civil. Perante esta realidade, o presente trabalho aborda o uso do rejeito de barragens de minério de ferro (RBMF) como matéria-prima para produção de matrizes de argamassa para revestimento e assentamento de alvenarias, aplicadas em obras civis e construções metálicas. Objetiva-se, assim, contribuir para a redução dos passivos ambientais, representados por essas barragens de rejeito, diminuindo proporcionalmente as possibilidades de ocorrência de desastres ambientais, bem como os custos operacionais de manutenção, segurança e monitoramento dessas estruturas. Neste contexto foi necessária a verificação da viabilidade técnica das argamassas propostas pela realização de ensaios laboratoriais, procedidos de acordo com a normatização brasileira. Desta forma, foram realizadas as análises físicas, químicas, mineralógicas, microestruturais e ambientais para a caracterização completa do rejeito de minério de ferro. As argamassas foram dosadas segundo proporção 1:3, com agregados naturais, reciclados, cimento e cal. Foram produzidos traços com substituição da cal por rejeito nas proporções 0%, 10%, 20%, 50% e 100% para as idades de 3, 7 e 28 dias. Em sequência, as argamassas foram submetidas a ensaios, no estado fresco e endurecido, sendo possível assim classificá-las conforme as características e propriedades de interesse da engenharia. Também foram procedidas análises da viabilidade ambiental e econômica, a fim de estimar as perspectivas de desempenho dos produtos obtidos. Os resultados alcançados permitiram avaliar que é possível usar o rejeito (RBMF) como matéria-prima de forma técnica e ambientalmente adequada para a redução dos impactos ambientais da mineração com a produção de argamassas com agregados reciclados (RBMF).pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectFerro - minas e mineraçãopt_BR
dc.subjectArgamassapt_BR
dc.subjectAgregados - materiais de construçãopt_BR
dc.subjectReaproveitamento - sobras, refugos etc.pt_BR
dc.subjectBarragempt_BR
dc.titleUtilização do rejeito de barragem de minério de ferro como agregado reciclado para argamassas de revestimento e assentamento.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseAutorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 12/09/2014 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.pt_BR
dc.description.abstractenNowadays, the search for innovative and sustainable solutions is essential facing the great consumption of natural resources by the construction industry. Given this reality, this paper discusses the use of tailing from dams that contain iron ore tailings, in-kind, as raw material for production of arrays of mortar and laying masonry coating, applied in civil purposes and steel construction. The aim is thus to contribute for the reduction of environmental liabilities represented by these tailing dams , decreasing proportionally the chances of the occurrence of environmental disasters, as well as operating costs of maintenance, security and monitoring of these structures . In this context it was necessary to study the technical feasibility of the proposed mortar through laboratory testing, proceeding according to the Brazilian standardization. Thus, physical, chemical, mineralogical, microstructural and environmental analyzes were carried out for full characterization of the iron ore tailings. The mortars were measured according to the 1:3 proportion, with both natural and artificial aggregates, cement, and lime. Traces were produced by substitution of the lime with 0 %, 10 %, 20 %, 50% and 100% ratios at ages 3, 7 and 28 days. Subsequently, the mortars were subjected to tests, in fresh and hardened states, so it was possible to classify them according to the characteristics and properties required in engineering. We also carried out analysis of environmental and economic feasibility in order to estimate the performance prospects of the products obtained. The results obtained allow us to assess that it is possible to use it as raw material in a technically and environmentally suitable technique for reducing environmental impacts of mining through the production of recycled aggregate mortars.-
Appears in Collections:PROPEC - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_UtilizaçãoRejeitoBarragem.pdf2,65 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons