Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5587
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSchwaab, Reges Toni-
dc.contributor.authorZamin, Angela-
dc.date.accessioned2015-05-28T17:34:06Z-
dc.date.available2015-05-28T17:34:06Z-
dc.date.issued2014-
dc.identifier.citationSCHWAAB, R.; ZAMIN, A. O discurso jornalístico e a noção-conceito de interdiscurso. Vozes e Diálogo, v. 13, p. 46-62, 2014. Disponível em: <http://www6.univali.br/seer/index.php/vd/article/view/5387>. Acesso em: 24 mar. 2015.pt_BR
dc.identifier.issn2237-4531-
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5587-
dc.description.abstractEste artigo apresenta uma reflexão sobre análise do discurso e jornalismo. Para en¬tender a relação de um texto com suas condições sócio-históricas, sugerimos que o gesto de leitura do discurso jornalístico deve fazer trabalhar a noção-conceito de interdiscurso, bem como os efeitos relativos ao trabalho da memória em cada dizer. Trata-se de pensar o discurso jornalístico como formador de redes interdiscursivas, por meio de retomadas, réplicas, atualizações e deslocamentos de outros tantos já-ditos. O desafio do analista é entender como uma interdiscursividade afeta os efeitos de sentido, além de pensar as especificidades do fazer jornalístico também em relação aos efeitos que sua prática discursiva instala.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectJornalismopt_BR
dc.subjectAnálise do discursopt_BR
dc.subjectInterdiscursopt_BR
dc.subjectJournalismpt_BR
dc.subjectDiscourse analysispt_BR
dc.titleO discurso jornalístico e a noção-conceito de interdiscurso.pt_BR
dc.typeArtigo publicado em periodicopt_BR
dc.rights.licenseOs trabalhos publicados na revista Vozes e Diálogo estão sob Licença Creative Commons que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação. Fonte: Vozes e Diálogo <http://www6.univali.br/seer/index.php/vd/about/submissions#copyrightNotice>. Acesso em: 04 jan. 2017.pt_BR
dc.description.abstractenThis paper aims to present considerations on Discourse Analysis and journalism. To better understand the relation of a text and its socio-historical conditions, we propose that journalistic discourse reading should take into account the interdiscourse concept, as well as its effects related to working memory in each mean. Journalistic discourse should be thought as forming interdiscursive chains by means of resumed, replicas, updates and displacements of so many “already-said”. Thus, the main challenge for scholars of Discourse Analysis is to understand how interdiscursivity affects meaning effects; also, to think beyond the particularities of journalistic practice in relation to the effects that its discursive practice installs on it.-
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.14210/v&d.v13n01.p%25p-
Appears in Collections:DECSO - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_DiscursoJornalísticoNoção.pdf274,06 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.