Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5496
Title: Memórias da ditadura militar no jornalismo : matrizes de sentido nas narrativas sobre crianças vítimas de tortura.
Other Titles: Memories of the military dictatorship in journalism : matrices of meaning in narratives about children victims of torture.
Authors: Maia, Marta Regina
Lelo, Thales Vilela
Keywords: Ditadura militar
Memória
Jornalismo
Military dictatorship
Memory
Issue Date: 2014
Citation: MAIA, M. R.; LELO, T. V. Memórias da ditadura militar no jornalismo: matrizes de sentido nas narrativas sobre crianças vítimas de tortura. Revista Fronteiras, v. 16, p. 2-10, 2014. Disponível em: <http://revistas.unisinos.br/index.php/fronteiras/article/view/fem.2014.161.01>. Acesso em: 24 mar. 2015.
Abstract: A proposta deste artigo é refletir sobre narrativas que remetem à memória da ditadura militar no Brasil por intermédio de um corpus de reportagens que circularam em veículos jornalísticos em 2013. Essas produções tratam de crianças que sofreram, ainda que indiretamente, as torturas promovidas pelos representantes oficiais do regime. Averiguando as falas dos entrevistados dessas matérias, pode-se apreender como o jornalismo constrói uma semântica comum que alinha as distintas experiências em uma mesma matriz de sentido. Tal matriz se alinha, por sua vez, à instalação da Comissão Nacional da Verdade no Brasil e se manifesta de duas formas nas reportagens: como um conjunto de tragédias pessoais que não alçaram a memória pública, mas que marcaram coletivamente a história da nação; e como sofrimentos que deixaram profundas lesões nas trajetórias de vida dos afligidos.
metadata.dc.description.abstracten: The purpose of this article is to reflect about narratives that recall the memory of the military dictatorship in Brazil through a corpus of stories that circulated in journalistic vehicles in 2013. These productions focused on children who suffered, albeit indirectly, torture promoted by representing regime officials. Analyzing the interviewees’ discourse in this news, it is possible to apprehend how journalism builds a common semantics that aligns a set of different experiences in the same matrix of meaning. This array is aligned, on the other hand, with the installation of the National Truth Commission in Brazil and manifests itself in two ways in these news: as a set of personal tragedies that did not build public memory, but marked collectively the history of the nation; and as sufferings that left deep lesions in the life course of the afflicted.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5496
ISSN: 1984-8226
metadata.dc.rights.license: Os trabalhos publicados na Revista Fronteiras estão sob Licença Creative Commons que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação. Fonte: Revista Fronteiras - Estudos Midiáticos <http://revistas.unisinos.br/index.php/fronteiras/about/submissions#copyrightNotice>. Acesso em: 26 jan. 2017.
Appears in Collections:DEJOR - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_MémóriasDitaduraMilitar.pdf465,12 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.