Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5390
Title: Comportamento em corrosão de juntas soldadas de aços inoxidáveis em meios contendo íons cloretos.
Other Titles: Corrosion behavior of stainless steels welds in chloride solutions
Authors: Vieira, David Hebert
Pinto, Daniel Fraga
Carvalho, José Antônio Nunes de
SairreBálsamo, Paulo Sérgio de
Godefroid, Leonardo Barbosa
Cândido, Luiz Cláudio
Keywords: Aços inoxidáveis
Welding
Corrosão sob tensão
Issue Date: 2007
Citation: VIEIRA, D. H. et al. Comportamento em corrosão de juntas soldadas de aços inoxidáveis em meios contendo íons cloretos. Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração, São Paulo, v. 3, p. 6-10, 2007. Disponível em: <http://tecnologiammm.com.br/files/v3n2/v3n2a02.pdf>. Acesso em: 09 abr. 2015.
Abstract: Avaliou-se a suscetibilidade de aços inoxidáveis ferríticos soldados com aços inoxidáveis austeníticos quanto ao fenômeno de trincamento por corrosão sob tensão (TCST), em soluções aquosas contendo 3,5% (peso) NaCl, e 42% (peso) MgCl2. As técnicas empregadas para ensaios de TCST foram: carga constante e deformação constante no eletrodo. Empregaram-se metodologias da mecânica de fratura, onde se utilizaram CPs do tipo tração-compacto, C(T). Foi verificado que os materiais em estudo foram suscetíveis a TCST em solução aquosa contendo 42% MgCl2, na temperatura de ebulição. Notou-se que o trincamento por CST ocorre a partir da pré-trinca, na zona austenítica, e prossegue para a região ferrítica. Análises microfractográficas indicaram que tanto na região da fratura por TCST quanto na zona de arrancamento final por tração a fratura foi frágil.
metadata.dc.description.abstracten: The behavior in stress corrosion cracking (SCC) of ferritic stainless steels welded with austenitic stainless steels was evaluated in aqueous solutions containing 3.5 (weight%) NaCl, and 42 (weight%) MgCl2 have been employed. The experiments included constant load and constant deformation of the electrode. Metodology of mechanical fracture was applied where precracked compact type – C(T)s – specimens have been used. Their fractographic aspects after SCC were analyzed. It was verified that the materials in study were SCC susceptible in aqueous solution containing 42 weight% MgCl2. It was noticed that the cracks start from the precrack in the austenitic area and it continues inside the ferritic area.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5390
metadata.dc.identifier.doi: http://dx.doi.org/10.4322/tmm.00302002
ISSN: 2176-1523
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo periódico Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração em 22/11/2013 para depositar uma cópia eletrônica dos artigos publicados por esse periódico em que ao menos um dos autores é aluno ou professor da UFOP.
Appears in Collections:DEMET - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_ComportamentoCorrosãoJuntas.pdf105,43 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.