Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5378
Title: Em que sentido podemos pretender uma “vida boa”? Reflexões a partir de minima moralia.
Other Titles: In which sense we can aspire to a “good life”? Reflections from minima moralia.
Authors: Alves Júnior, Douglas Garcia
Keywords: Theodor W. Adorno
Minima Moralia
Vida boa
Aesthetics
Moral Philosophy
Issue Date: 2012
Citation: ALVES JÚNIOR, D. G. Em que sentido podemos pretender uma “vida boa”? Reflexões a partir de minima moralia. Principios, v. 19, p. 369-392, 2012. Disponível em:<http://www.principios.cchla.ufrn.br/arquivos/32P-369-392.pdf>. Acesso em: 04 mai. 2015.
Abstract: Adorno possui um pensamento moral próprio, que já foi chamado por alguns intérpretes de “filosofia moral negativa”, e que prefiro chamar de “Teoria Crítica da Moral”. Trata-se de uma filosofia moral normativa, que examina as condições de constituição da autonomia e das relações intersubjetivas morais. Questões relacionadas à “vida boa” – no sentido de uma vida moralmente correta e bem-realizada, para os seres humanos – de modo algum são consideradas ociosas por Adorno. A “vida boa”, em Adorno, abrange uma noção materialista e intersubjetiva de felicidade, de liberdade e de justiça. Seu fundamento nas faculdades estéticas permite pensar em uma concepção integrativa de vida boa, em que atividades diretamente relacionadas com nossa dimensão sensível são centrais. __________________________________________________________________
ABSTRACT: Adorno has a moral philosophy that has been described by some interpreters as a “negative moral philosophy”, the one that I prefer to name “Critical Theory of Morals”. It’s intended to be a normative moral philosophy that examines the conditions of the formation of moral autonomy as well of the constitution of moral subjective relationships. Adorno does not deny the meaning of thinking about what is a “good life” – taken that in the sense of a morally correct and plenty human life. “Good life”, according to Adorno’s view has to do with a materialistic and relational approach of happiness, freedom and justice. It’s rooted in aesthetical faculties, and implies the thinking of an integrative concept of good life. According to this notion, all the activities directed related to human’s sensuous dimension are considered essential to moral life.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5378
ISSN: 19832109
metadata.dc.rights.license: O copyright dos artigos publicados na Revista Princípios serão de propriedade da revista, mas os mesmos poderão ser republicados desde com o conhecimento dos editores e devida menção, na republicação, à publicação original. Fonte: Revista Princípios <http://www.principios.cchla.ufrn.br/instrucoesaosautores.html>. Acesso em: 30 abr. 2015.
Appears in Collections:DEFIL - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_SentidoPodemosPretender.pdf267,97 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.