Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5201
Title: A fenomenologia social na pesquisa em estratégia.
Authors: Boava, Fernanda Maria Felício Macêdo
Boava, Diego Luiz Teixeira
Antonialli, Luiz Marcelo
Keywords: Estratégia
Estrategista
Pesquisa
Fenomenologia social
Método
Issue Date: 2012
Citation: BOAVA, F. M. F. M.; BOAVA, D. L. T.; ANTONIALLI, L. M. A fenomenologia social na pesquisa em estratégia. RAM. Revista de Administração Mackenzie, v. 13, p. 171-203, 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1678-69712012000500007>. Acesso em: 24 mar. 2015.
Abstract: A investigação científica em estratégia vem passando, no decorrer do tempo, por transformações que podem ser analisadas como uma evolução da produção do conhecimento nesse campo. Tal evolução processa-se via tentativa de formulação de um saber estratégico voltado para organizações e ambientes dinâmicos. Dessa forma, o conhecimento estratégico elaborado até o momento relaciona-se com várias ferramentas para auxiliar o gestor no processo de tomada de decisão. Todavia, observam-se outras dimensões na estratégia, as quais existem por si e em si mesmas, mas que, por variados motivos, são exploradas de maneira pouco aprofundada, como o estrategista. Isso se dá não por desinteresse dos pesquisadores, mas por necessidades de natureza prática, que são orientadas pelo modo de produção capitalista – ideologia. Isso ocorre quando a ciência estuda a realidade posta e não a origem ou os primeiros princípios. Dessa forma, investiga-se, neste trabalho, como se processa a pesquisa em estratégia, com a constatação do predomínio de uma visão funcionalista na pesquisa sobre esse fenômeno. Diante desse contexto, emerge a necessidade de abordar o tema a partir de outras perspectivas, como a interpretativa. Pretende-se propor outro modo de acesso ao fenômeno estratégico a partir do emprego da fenomenologia social. Tal vertente, que pertence à orientação paradigmática interpretativa, trata de questões como intersubjetividade, alter ego, mundo da vida, processo de significação, tipificação, conduta e ação social, teoria da motivação e construção de esquemas típicos – ideias que apresentam grande potencial de contribuição para o avanço da compreensão holística da estratégia. O paradigma interpretativo oferece algo a mais à estratégia, buscando conhecer o fenômeno estratégico à luz da subjetividade do estrategista, considerando tanto sua racionalidade substantiva quanto sua experiência de vida. Destaca-se que esse olhar é uma proposta de aprofundamento dos estudos a partir de outra linha paradigmática de pesquisa, não apresentando tal orientação maior ou menor relevância que a linha vigente funcionalista. Portanto, neste trabalho, pretende-se contribuir para o avanço das pesquisas em estratégia, ainda que seu escopo seja propedêutico, elaborando uma proposta de abordagem inovadora do fenômeno estratégico.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/5201
ISSN: 15186776
metadata.dc.rights.license: É permitido ao autor copiar, distribuir, exibir, transmitir e adaptar o artigo. O autor deve atribuir de forma explícita e clara a publicação original do artigo à RAM. Fonte RAM. Revista de Administração Mackenzie. <http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/RAM/about/submissions#copyrightNotice>. Acesso em: 27 mar 2015.
Appears in Collections:DECAD- Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_FenomenologiaSocialPesquisa.pdf829,51 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.