Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/4260
Title: Sarcedos Magnus Dom Oscar de Oliveira, O Arquidiocesano e a recepção fragmentada do Concílio Vaticano II na Arquidiocese de Mariana (1959-1988).
Authors: Silveira, Diego Omar da
metadata.dc.contributor.advisor: Almeida, Ivan Antônio de
Keywords: Igreja católica - Brasil
Igreja católica - Arquidiocese de Mariana
Concílio Vaticano
Issue Date: 2009
Citation: SILVEIRA, D. O. da. Sarcedos Magnus Dom Oscar de Oliveira, O Arquidiocesano e a recepção fragmentada do Concílio Vaticano II na Arquidiocese de Mariana (1959-1988). 2009. 207 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2009.
Abstract: Compreender os variados aspectos da recepção do Concílio Vaticano II parece continuar sendo para a Igreja do Brasil, bem como para toda a catolicidade, uma tarefa de grande relevância. Isso porque, a medida que vamos ganhando distanciamento do Concílio como evento, começam a aparecer no horizonte dos estudiosos do catolicismo a riqueza e a pluralidade dos processos desencadeados pelos padres conciliares nas mais diversas Igrejas locais e nacionais. Em geral, tanto as Ciências Sociais – história e sociologia sobretudo – quanto a Teologia construíram, ao longo desses mais de quarenta anos, modelos que pautaram os estudos sobre o Vaticano II e que começam agora a parecer limitados, cedendo lugar a novos modelos de análise, mais focados na riqueza dos processos de recepção que marcaram os anos pós-conciliares e no caráter eclético e plural de muitos de seus atores, tendo como exemplo os bispos que, por serem moderados ou conservadores, permaneceram invisíveis para os historiadores da Igreja na sua tentativa de implementar em suas (arqui)dioceses os documentos e orientações emanados do Concílio Vaticano II. Formados por uma mentalidade tridentina e profundamente antimoderna, tornou-se difícil para diversos desses prelados encontrar adequações possíveis nos imaginários sociais católicos, que permitissem uma nova concepção de Igreja acompanhada de formas novas de vivenciar essa fé. A presente dissertação busca, nesse sentido, acompanhar esse processo na Arquidiocese de Mariana, sobretudo através da atuação do Arcebispo, Dom Oscar de Oliveira (1959-1988), que através de uma intensa atividade editorial, buscou elaborar modelos próprios – e fragmentados – que possibilitaram enquadrar as diretrizes conciliares dentro de uma compreensão conservantista (Mannheim) de Igreja e do social, sem aparente ruptura com o tradicional legado dos bispos marianenses e com a cultura política local.
metadata.dc.description.abstracten: Understanding the various aspects of the reception of Vatican II seems to remain for the Church in Brazil as well as catholicity, a task of great importance. This is because the measure that we again distance from the conference as event, begin to appear on the horizon of the scholars of Catholicism richness and plurality of cases generated by the council fathers in several local and national churches. In general, both the social sciences – history and sociology, especially – as theology built along this more than forty years, models that dominated the study of Vatican II and now beginning to appear limited, making room for new models of analysis, more focused on the wealth of the processes of reception that marked the post-Council years and its eclectic and diverse source of many of its actors, and the example of bishops who, for being moderate or conservative, remained invisible to historians of the Church in its attempt to implement in their (arch) dioceses documents and guidelines issued by Second Vatican Council. Consisting of a Tridentine mentality and profoundly anti-modern, it has become difficult to many of this prelados to find possible compromise in Catholic social imaginary, allowing a new understanding of the Church together in new ways to experience this faith. This dissertation, in effect, follow this process in the Archdiocese of Mariana, in particular through the action of the Archbishop, Dom Oscar de Oliveira (1959-1988), who through an intense editorial activity,we sought to develop models themselves – and fragmented – that enabled the council to supervise the guidelines within an conservatism understanding (Mannheim) from church and social, with no apparent break whit the legacy of traditional marianenses bishops and the local political culture.
Description: Programa de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/4260
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 17/01/2015 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Appears in Collections:PPGHis - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÂO_ SarcedosMagnusDom.pdf7,93 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons