Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3981
Title: A interação tectônica embsamento/cobertura em aulacógenos invertidos : um exemplo da Chapada Diamantina Ocidental.
Other Titles: Interaction between basement and sedimentary cover related to inverted aulacogens : the western Chapada Diamantina.
Authors: Cruz, Simone Cerqueira Pereira
Dias, Vilson Marques
Alkmim, Fernando Flecha de
Keywords: Aulacógeno
Chapada Diamantina
Basement
São Francisco craton
Issue Date: 2007
Citation: CRUZ, S. C. P.; DIAS, V. M.; ALKIMIM, F. F. A interação tectônica embsamento/cobertura em aulacógenos invertidos : um exemplo da Chapada Diamantina Ocidental. Revista Brasileira de Geociências, v. 37, p. 111-127, 2007. Disponível em: <http://www.ppegeo.igc.usp.br/index.php/rbg/article/view/9228>. Acesso em: 04 set. 2014.
Abstract: Um cinturão de dobramentos e cavalgamentos com embasamento envolvido está exposto ao longo da borda ocidental da Chapada Diamantina, um platô recoberto por unidades proterozóicas no interior da porção setentrional do Cráton do São Francisco. Esse cinturão, com trend NNW e vergência ENE, envolve uma parte substancial da porção leste do Aulacógeno do Paramirim, que corresponde a um rifte intracontinental que experimentou uma longa história de desenvolvimento iniciada em 1,75 Ga com a sedimentação do Supergrupo Espinhaço. Após a deposição da segunda maior unidade de preenchimento, o Supergrupo São Francisco, de idade neoproterozóica (Tonian-Cryogeninan), o rifte do Paramirim experimentou uma vigorosa inversão positiva que gerou um sistema de falhas e dobras com trend NNW. Com o intuito de contribuir com o entendimento da tectônica de inversão envolvendo o embasamento, foi realizada a análise estrutural baseada em dados de campo ao longo da borda oeste da Chapada Diamantina. Os resultados indicam que o processo de inversão ocorreu em quatro fases coaxiais de deformação progressiva. Sob um campo de encurtamento geral orientado segundo WSW-ENE, a primeira fase de deformação (Dpdesc) nucleou um sistema em que a cobertura se descolada do embasamento nucleando estruturas vergentes para ESE, incluindo descolamentos intra-estratais, leques imbricados, duplexes confinados a estratos e uma variedade de estruturas de pequena escala. Reativando estruturas pré-existentes, a fase deformacional subseqüente (Dp1/Dp2) foi responsável pela geração de falhas reversas envolvendo o embasamento, zonas de cisalhamento reversas a oblíquas e grandes dobras com trend NNW que domina o cenário estrutural da borda oriental da Chapada Diamantina. Durante a fase Dp3 um trem de dobras orientadas segundo NNW, vergente para WSW e associada com uma proeminente clivagem de crenulação desenvolveu-se sobre as estruturas previamente deformadas em zonas de alta deformação da borda oriental da Chapada Diamantina.
metadata.dc.description.abstracten: A basement-involved fold-trust belt is exposed along the western border of the Chapada Diamantina, a high plateau underlain by proterozoic units in the interior of the northern São Francisco craton. This NNW-trending and ENE-verging fold fold-thrust belt encompasses a substantial part of the eastern portion of the Paramirim aulacogen, which corresponds to a intracratonic rift basin that experienced a long history of development starting at ca. 1.75 Ga with sedimentation of Espinhaço Supergroup. After the deposition of its second major fill unit, the Neoproterozoic (Tonian-Cryogeninan) São Francisco Supergroup, the Paramirim rift experienced a vigorous positive inversion that generated the system of NNW-trending faults and folds. Aiming to contribute to better understanding of basement-involved inversion tectonics, we carried out a field based structural analysis along the western Chapada Diamantina. Our results indicated that the inversion process took place according to four coaxial phases of progressive deformation. Under an overall WNWESE oriented shortening, the first phase of deformation (Dpdesc) nucleated a thin-skinned system of ESE-verging structures, including layer controlled detachments, blind imbricate fans, strata-confined duplexes and a variety of small-scale structures. Reactivating pre-exiting structures, the subsequent deformation phases (Dp1/p2) were responsible for the generation of basement-involved reverse faults, reverse to oblique-slip ductile shear zones and large-scale NNW-trending folds that dominate the structural picture of the western Chapada Diamantina. During the Dp3-phase trains of NNW-oriented and WSW-verging folds associated with a prominent crenulation cleavage overprint the previously mentioned structures in the high strain zones of the western border of the Chapada Diamantina
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3981
ISSN: 2317-4692
metadata.dc.rights.license: Os trabalhos publicados na Revista Brasileira de Geociências são de uso gratuito, com atribuições próprias, para aplicações cientifico-educacionais e não-comerciais. Fonte: Revista Brasileira de Geociências <http://www.ppegeo.igc.usp.br/index.php/rbg/about/submissions#copyrightNotice>. Acesso em: 08 mar. 2017.
Appears in Collections:DEGEO - Artigos de periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_InteraçãoTectônicaEmbasamento.pdf2,5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.