Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3920
Title: Supergrupo Minas na Serra de Bom Sucesso, extremo sudoeste do Quadrilátero Ferrífero – MG : petrografia, geoquímica e isótopos de U-Pb.
Other Titles: Minas Supergroup in Serra de Bom Sucesso, extreme southwest of the Quadrilátero Ferrífero – MG : petrography, geochemistry and U-Pb isotope.
Authors: Neri, Marcos Eduardo Nilton Vieira
Rosière, Carlos Alberto
Lana, Cristiano de Carvalho
Keywords: Quadrilátero Ferrífero
Iron
Zircão
Supergrup Minas
Issue Date: 2013
Citation: NERI, M. E. N. V.; ROSIÈRE, C. A.; LANA, C. C. Supergrupo Minas na Serra de Bom Sucesso, extremo sudoeste do Quadrilátero Ferrífero – MG : petrografia, geoquímica. Geologia USP. Série Científica, v. 13, p. 175-202, 2013. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/guspsc/article/view/61741>. Acesso em: 04 set. 2014.
Abstract: No extremo sudoeste do Quadrilátero Ferrífero, porção sul do Cinturão Mineiro, está exposta uma faixa de metassedimentos que contém formações ferríferas bandadas, denominada, neste estudo, como Sequência Metassedimentar Bom Sucesso. A sequência tem empilhamento estratigráfico normal e é subdividida em três unidades, da base para o topo: xisto carbonático Lagoa da Prata, Formação Ferrífera Bandada Bom Sucesso e xisto Tabuãozinho. Dados U-Pb de zircão detrítico, de amostras da Unidade Lagoa da Prata, indicam idade máxima de deposição de 2603 ± 7,3 Ma, correlacionando essa unidade com a base do Supergrupo Minas, o Grupo Caraça. A formação ferrífera bandada é predominantemente anfibolítica e possui intercalação de dolomitos ferruginosos descontínuos, apresentando contato transicional com xisto ferruginoso no topo da unidade. A formação ferrífera bandada contém anomalias positivas de Eu, Y e La, enriquecimento relativo de Elementos Terras Raras (ETR) pesados e ausência de anomalia negativa de Ce, análoga aos Itabiritos da Formação Cauê, Grupo Itabira.A Sequência Metassedimentar Bom Sucesso sofreu metamorfismo de contato associado a metassomatismo alcalino, gerado pela intrusão do Granito Tabuões, durante a orogenia Transamazônica.
metadata.dc.description.abstracten: The banded iron formation (BIF) hosted Bom Sucesso Metassedimentary Sequence (BSMS) is exposed in the southwest part of the Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais. This sequence has normal stratigraphic stacking and comprises three units: the lower Lagoa da Prata carbonate schist, the intermediate Bom Sucesso BIF and the upper Tabuãozinho schist. U-Pb detrital zircon data from samples of the Lagoa da Prata unit indicate a maximum age of deposition of 2603 ± 7.3 Ma, correlated with the basal Caraça Group of the Minas Supergroup. The Bom Sucesso BIF has predominant mineralogy formed by bands of iron oxide (maghemite) and amphibole; it is interlayered with discontinuous ferruginous dolomite lenses and it grades upwards to a ferruginous metapelitic layer at the top of the unit. The geochemical signature of the BIF is characterized by positive anomalies of Eu, Y and La, relative enrichment of heavy Rare Earth Elements (REE) and absence of a negative Ce anomaly, analogous to the itabirites of the Itabira Group. The mineral assemblage of the BSMS indicates contact metamorphism associated with alkaline metasomatism, generated by the intrusion of the Tabuões Granite during the Transamazonian orogeny.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3920
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.5327/Z1519-874X2013000200010
ISSN: 2316-9095
metadata.dc.rights.license: O periódico Geologia USP. Série Científica permite que o Repositório Institucional da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) deposite uma cópia eletrônica dos artigos publicados por esse periódico em que ao menos um dos autores faça parte da comunidade cientifica da UFOP. Fonte: Licença concedida mediante preenchimento de formulário enviado no dia 20 ago. 2014.
Appears in Collections:DEGEO - Artigos de periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_SupergrupoMinasSerra.pdf1,79 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.