Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3793
Título: Classificação internacional de funcionalidade, de doenças e prognóstico médico em pacientes idosos.
Título(s) alternativo(s): International classification of functioning, disease and medical prognosis in elderly patients.
Autor(es): Hansen, Érika de Oliveira
Tavares, Silas Tadeu Oliveira
Cândido, Simone Abrantes
Pimenta, Fausto Aloísio Pedrosa
Moraes, Edgar Nunes de
Rezende, Nilton Alves de
Palavras-chave: Envelhecimento
Saúde do idoso
Prognóstico
Classificação Internacional de Doenças
Classificação Internacional de Funcionalidade
Data do documento: 2011
Referência: HANSEN, E. O. et al. Classificação internacional de funcionalidade, de doenças e prognóstico médico em pacientes idosos. Revista Médica de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 21, p. 55-60, 2011. Disponível em: <http://rmmg.org/artigo/detalhes/291#>. Acesso em: 01 set. 2014.
Resumo: O envelhecimento populacional e o aumento das doenças crônico-degenerativas sinalizam para a necessidade de discutir como proceder a abordagem clínica atual, em que a conduta é definida pelos achados orgânicos em doenças associadas. A avaliação da Medicina moderna deve considerar como modelo a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidades e Saúde associada à Classificação Internacional de Doenças proposta pela Organização Mundial de Saúde. A abordagem médica baseada apenas na doença não representa, verdadeiramente, o real estado do paciente. É necessário, portanto, avaliar os aspectos relacionados à prática clínica atual, pautada no “paradigma da cura”, baseada principalmente em aspectos etiológicos e dados estatísticos que não se aplicam às doenças associadas e não respeitam a singularidade dos pacientes. Dados etiológicos, epidemiológicos e capacidade funcional devem compor a abordagem que respeite a individualidade. Deve ser questionado o paradigma tradicional do diagnóstico e da cura como objetivos fundamentais. Desta forma, é importante avaliar os potenciais ganhos funcionais e psicológicos não apenas para o paciente, mas também para seus familiares. Este trabalho procura contribuir para melhor abordagem médica, em que se considera a avaliação dos conceitos de funcionalidade associados aos diagnósticos anatômicos no prognóstico de idosos com doenças associadas.
Resumo em outra língua: The population getting old and the increase of degenerative-chronic diseases indicate a need to discuss how to proceed with the current clinical approach, in which the conduct is defined by the findings of organic diseases. The evaluation of modern medicine should be considered as a model to the International Classification of Functioning, Disability and Health associated to International Classification of Diseases proposed by the World Health Organization The medical approach based only on the disease does not represent truly the real state of the patient. It is necessary to evaluate the aspects related to current clinical practice, based on the “paradigm of healing”, based mainly on etiological and statistical data that are not applied to associated diseases and do not respect the characteristics of the patients. Etiological and epidemiological data and functional capacity must make possible an approach that respects individuality. Traditional paradigm of diagnosis and cure must be questioned as mainly objectives. Thus, it is important to assess the potential functional and psychological gains not only for the patient, but also for their relatives. This paper aims at contributing to better medical approach, which considers the evaluation of the functionality concepts associated with anatomical diagnosis in the prognosis of elderly patients who present associated diseases.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3793
ISSN: 2238-3182
Licença: A Revista Médica de Minas Gerais permite que o Repositório Institucional da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) deposite uma cópia eletrônica dos artigos publicados por esse periódico em que ao menos um dos autores faça parte da comunidade cientifica da UFOP. Fonte: Licença concedida por mediante preenchimento de formulário enviado por email no dia 27 de jan. de 2014.
Aparece nas coleções:DECPA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_ClassificaçãoInternacionalFuncionalidade.pdf711,88 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.