Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3768
Title: Qualidade em serviços públicos : os desafios da atenção primária.
Other Titles: Quality in public services : the challenges of primary care.
Authors: Savassi, Leonardo Cançado Monteiro
Keywords: Serviços de saúde
Atenção primária à saúde
Gestão da qualidade
Cultura organizacional
Avaliação
Issue Date: 2012
Citation: SAVASSI, L. C. M. Qualidade em serviços públicos : os desafios da atenção primária. Revista Brasileira de Medicina da Família e Comunidade, v. 7, p. 4-9, 2012. Disponível em: <http://www.rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/392>. Acesso em: 03 set. 2014.
Abstract: O Ministério da Saúde brasileiro sinalizou uma política de avaliação da qualidade da Atenção Primária através da portaria 1.654, de 19/07/2011. Toda mudança organizacional interfere na cultura de qualquer instituição, especialmente quando esta mudança está direcionada para o tema da qualidade. Ela envolve processos, meios internos e pessoas, e não pode ser artificialmente produzida pela força da caneta. No setor saúde, a gestão baseada na qualidade envolve mudanças de foco de atuação e de tecnologias, apoiadas no resgate da relação profissional-paciente, na forma de remuneração de médicos e equipes, na qualificação e capacitação dos profissionais, na qualificação da própria gestão e na participação ativa dos profissionais da saúde na pactuação destas metas e parâmetros de qualidade. Outros instrumentos de avaliação da qualidade já foram implantados no âmbito da Atenção Primária no subsistema público de saúde, e seu seguimento foi interrompido. Qualificar a Atenção Primária passa não apenas pela avaliação, mas pela seleção de profissionais capacitados, qualificação da prestação de serviços, monitorização de resultados e valorização dos profissionais de saúde envolvidos com a nova cultura.
metadata.dc.description.abstracten: The Brazilian Ministry of Health has signaled a policy of evaluating the quality of primary care through the 1654 decree of 19.07.2011. Any organizational change interferes with the culture of any institution, especially when this change is directed toward the issue of quality. It involves processes, internal resources and people, and cannot be artificially produced by the power of the pen. In the health sector, management based on quality involves changes in business focus and technology, supported the rescue of professional-patient relationship, in the form of compensation of physicians and teams, in the qualification and training of professional, in qualifications in their own management, and in active participation of health professionals in the Agreement on these goals and quality parameters. Other instruments of quality assessment have been established within the Primary Care in public health sub-system, and its follow-up was interrupted. Qualifying the Primary is not just about evaluation, but also the selection of qualified professionals, qualification of services, monitoring results and valuation of health professionals involved with the new culture.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3768
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.5712/rbmfc7(23)392
ISSN: 1809-5909
metadata.dc.rights.license: A Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade permite que o autor arquive a versão PDF do editor. Fonte: Sherpa/Romeo <http://www.sherpa.ac.uk/romeo/search.php?issn=1809-5909>. Acesso em: 16 set. 2014.
Appears in Collections:DEMSC - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_QualidadeServiçosPúblicos.pdf76,75 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.