Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3730
Title: Biomarcadores de resistência e suscetibilidade à leishmaniose visceral em cães naturalmente infectados por Leishmania (Leishmania) infantum provenientes de área endêmica.
Authors: Leal, Gleisiane Gomes de Almeida
metadata.dc.contributor.advisor: Reis, Alexandre Barbosa
Keywords: Leishmaniose visceral canina
Marcadores biológicos
Resposta imune
Leishmania
Issue Date: 2013
Citation: LEAL, G. G. de A. Biomarcadores de resistência e suscetibilidade à leishmaniose visceral em cães naturalmente infectados por Leishmania (Leishmania) infantum provenientes de área endêmica. 2013. 110 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2013.
Abstract: A leishmaniose visceral (LV) tem grande impacto na saúde pública e cães são considerados os principais reservatórios domésticos do parasito. Estudos longitudinais em área endêmica tem demonstrado que a história natural da LV canina (LVC), pode manifestar-se num amplo espectro clínico, desde infecção assintomática até a forma sintomática. Nos últimos anos tem sido observado que cães assintomáticos e soronegativos podem apresentar-se PCR positivo e, estes animais são classificados como CA-I. Interessantemente estes cães apresentam um perfil de resposta imune diferenciado em comparação aos assintomáticos soropositivos (CA-II). Neste contexto, a busca de biomarcadores de progressão clínica é essencial para uma melhor compreensão dos mecanismos imunológicos associados a um perfil de resistência e/ou suscetibilidade na LVC. Neste trabalho, 159 cães de área endêmica, naturalmente infectados por L. infantum, foram distribuídos em quatro grupos de acordo com a forma clínica e os resultados do diagnóstico sorológico e molecular: (i) cães assintomáticos soronegativos/PCR+ para L. infantum (CA-I); (ii) cães assintomáticos soropositivos (CA-II); (iii) cães sintomáticos soropositivos (CS) e (iv) grupo controle (CN) cães sem sinais clínicos com resultados sorológicos e moleculares negativos. Além dos parâmetros hematológicos, uma análise detalhada da resposta celular, através da citometria de fluxo, no contexto ex vivo, foi realizada. Linfócitos T (CD5+, CD4+ e CD8+), células B (CD21+) e monócitos (CD14+) circulantes foram os fenótipos celulares investigados. Adicionalmente, foram realizados estudos in vitro empregando-se biomarcadores de resistência e suscetibilidade para a LVC, relacionados à produção intracitoplasmática de IFN- e IL-4+ por neutrófilos, eosinófilos e linfócitos T (CD4+ e CD8+). Nossos resultados confirmam que a progressão da doença induz anemia, caracterizada pela redução de hemácias, hemoglobina e hematócrito. Já na série branca, foi observado aumento na população de neutrófilos bastonetes e redução de eosinófilos, monócitos e linfócitos. A investigação da resposta imune, baseada no perfil imunofenotípico de células mononucleares do sangue periférico (CMSP), mostrou uma redução no número absoluto de linfócitos T CD5+, e suas subpopulações (CD4+ e CD8+), bem como uma queda no número dos linfócitos B CD21+ e monócitos CD14+ nos animais soropositivos (CA-II e CS). Neutrófilos quando estimulados com antígeno solúvel de L. infantum (ASLi), aumentaram a síntese de IFN-γ+ nos grupos CA-II e CS e diminuíram a produção de IL-4+ no grupo CA-I. Já nos grupos CA-II e CS, as subpopulações de linfócitos T (CD4+ e CD8+), tanto na cultura controle quanto na estimulada com ASLi, também apresentaram uma maior síntese de IFN-γ+ e IL-4+. Estes resultados sugerem que os animais dos grupos CA-II e CS apresentam um perfil imunológico misto (Tipo 1 e 2). Por outro lado, os animais do grupo CA-I não diferem dos animais do grupo CN conferindo a este grupo um perfil de resistência, uma vez que não ocorre queda em nenhuma das populações avaliadas, bem como não há ativação do Tipo 2 com produção de IL-4+. Já os animais do grupo CA-II e principalmente do grupo CS apresentam uma imunossupressão, que acomete tanto o compartimento T como B, além de queda de monócitos circulantes, concomitante a presença de IFN-γ+ e IL-4+ produzidas por neutrófilos e linfócitos T tornando-os incapazes de controlar a replicação parasitária.
metadata.dc.description.abstracten: Visceral leishmaniasis (VL) has great impact on public health and dogs are considered the main domestic reservoir of the parasite. Longitudinal studies in endemic areas have shown that the natural history of canine VL (CVL) can manifest itself in a wide clinical spectrum, from asymptomatic to symptomatic form. In recent years it has been observed that asymptomatic and seronegative dogs can present positive PCR, and these animals are classified as AD-I. Interestingly these dogs have a profile of differential immune response compared to asymptomatic seropositive dogs (AD-II). In this context the search for biomarkers of clinical progression is essential for better understanding of the immunological mechanisms associated with a profile of resistance and/or susceptibility in CVL. In this study, 159 animals from an endemic area naturally infected by L. infantum, were divided into four groups according to their clinical forms and the results of serological and molecular diagnosis: (i) asymptomatic dogs seronegative/PCR+ for L. infantum (AD-I), (ii) asymptomatic dogs seropositive (AD-II), (iii) symptomatic dogs seropositive (SD) and (iv) control group (CD) dogs without clinical results with serologic and molecular negative. In addition to the haematological parameters, a detailed analysis of the cellular response by flow cytometry, ex vivo context was performed. T cells (CD5+, CD4+ and CD8+), B cells (CD21+) and monocytes (CD14+) circulating cell phenotypes were investigated. Additionally, in vitro studies were conducted employing biomarkers of resistance and susceptibility to CVL, intracytoplasmic related to production of IFN-γ and IL-4 by neutrophils, eosinophils and T lymphocytes (CD4+ and CD8+). Our results confirm that the progression of the disease induces anemia, characterized by the reduction of red blood cells, hemoglobin and hematocrit. In the white blood cells, we observed an increase in the population of rod neutrophils and reduction of eosinophils, monocytes and lymphocytes. The investigation of immune response, based on the immunophenotypic profile of mononuclear cells from peripheral blood (PBMC) showed a reduction in the absolute number of T lymphocytes CD5+, and their subsets (CD4+ and CD8+) and one drop of B lymphocytes CD21+ and CD14+ monocytes in positive animals (AD-II and SD). Neutrophils when stimulated with soluble antigen of L. infantum (SLA), increased synthesis of IFN-γ in AD-II and SD groups, and presents a decreased production of IL-4 in the AD-I group. In the AD-II and SD groups, subpopulations of T lymphocytes (CD4+ and CD8+) in control and culture stimulated in the with SLA also exhibited greater synthesis of IFN-γ+ and IL-4+. These results suggest that the animals of AD-II and SD groups exhibit a mixed immune profile (Type 1 and 2). In contrast, animals of AD-I group do not differ from the animals of CN group conferring this group a resistance profile, since no resistance fall occurs in any of the populations, and there is no activation of the Type 2 producing IL-4+ cells. The animals of AD-II and SD group mainly exhibit a immunosuppression, which affects both the compartment T and B, besides the decrease of circulating monocytes with the concomitant presence of IFN-γ+ and IL-4+ produced by neutrophils and lymphocytes T making them unable to control parasite replication.
Description: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3730
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor, 29/09/2014, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 3.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Appears in Collections:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_BiomarcadoresResistênciaSuscetibilidade.pdf3,1 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons