Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3670
Title: A dimensão política da arte na obra de Herbert Marcuse.
Authors: Gomes, Daniel Amorim
metadata.dc.contributor.advisor: Kangussu, Imaculada Maria Guimarães
Keywords: Política na arte
Estética
Autonomia
Subjetividade
Filosofia da Arte
Issue Date: 2014
Citation: GOMES, D. A. A dimensão política da arte na obra de Herbert Marcuse. 2014. 179 f. Dissertação (Mestrado em Estética e Filosofia da Arte) - Instituto de Filosofia, Artes e Cultura, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2014.
Abstract: Ao longo de escritos que recobrem um período de cinco décadas, Herbert Marcuse afirmou a dimensão política das obras de arte. Em todos eles, ademais, o filósofo atestou o caráter ambivalente do potencial político das obras em relação ao status quo, isto é, a arte, em virtude de sua forma estética, possui a capacidade tanto de afirmar quanto de acusar determinado estado de coisas estabelecido. No entanto, no arco temporal que se estende dos anos trinta aos anos setenta, as análises de Marcuse acerca do potencial político da arte não se mantiveram inalteradas, ou seja, ora ele enfatizou a preponderância das características afirmativas da arte, ora a de seus aspectos subversivos. Pretendemos nesta dissertação, portanto, a partir da ordem cronológica de apresentação dos textos marcusianos, acompanhar a evolução nas reflexões do filósofo de modo a ressaltar sua permanente atribuição de uma dimensão política ao fenômeno artístico, bem como lançar luz sobre a diversidade das avaliações do autor respeitantes às manifestações do potencial político da arte que, com efeito, devem-se às diferentes circunstâncias históricas nas quais a relação entre a arte e esse potencial é articulada no interior da obra marcusiana.
metadata.dc.description.abstracten: Among some writings that have covered a period of five decades, Herbert Marcuse affirmed the political dimension of artworks. In all cases, moreover, the philosopher attested the ambivalent character of the political potential of the artworks in relation to the status quo, in other words, the art, because of its aesthetic form, has the ability both to affirm as to accuse certain state of established things. However, in the time frame that extends from the thirties to the seventies, the analysis of Marcuse about the political potential of art did not remain unchanged, sometimes he emphasized the preponderance of the affirmative art features and, sometimes, the subversive aspects. We intend in this dissertation, therefore, by the chronological order of the marcusians texts, to assert the developments in the reflections of the philosopher in order to emphasize his permanent assignments of the political dimension into the artistic phenomenon, as well as shed light on the diversity of the author reviews about the demonstrations of the political potential of art, which, is due to different historical circumstances that the relationship between art and its potential is articulated within the Marcuse's writings.
Description: Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Departamento de Filosofia, Instituto de Filosofia, Artes e Cultura, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3670
metadata.dc.rights.license: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo autor(a), 08/10/2014, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 3.0, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.
Appears in Collections:PPGEFA - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_DimensãoPolíticaarte.pdf2,41 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons