Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3566
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Marcelo Eustáquiopt_BR
dc.contributor.authorSilva, Lorena Souza e-
dc.date.accessioned2014-07-30T17:55:49Z-
dc.date.available2014-07-30T17:55:49Z-
dc.date.issued2013-
dc.identifier.citationSILVA, L. S. e. Efeitos do beta caroteno e do urucum sobre a expressão de genes hepáticos do metabolismo do colesterol em ratas hipercolesterolêmicas. 2013. 97 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2013.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3566-
dc.descriptionPrograma de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.pt_BR
dc.description.abstractDiversas pesquisas indicam que os carotenóides podem modificar o metabolismo de lipídios e neste contexto, o beta caroteno e o urucum, um corante natural rico em carotenóides, foram descritos em apresentar efeitos hipolidêmicos em diversos modelos experimentais. Uma vez que evidências científicas sobre os mecanismos associados aos efeitos hipolipidêmicos do beta caroteno e urucum ainda não estão bem estabelecidas, o objetivo do presente trabalho foi investigar os efeitos destes compostos sobre a expressão de genes hepáticos do metabolismo do colesterol em um modelo de rato com hipercolesterolemia induzida por dieta. Quarenta ratas albinas da linhagem Fisher, foram divididas em cinco grupos de 8 animais de acordo com o tratamento recebido. O grupo C recebeu dieta padrão AIN-93M (4% óleo de soja), o grupo H recebeu dieta hipercolesterolemiante (25% de óleo de soja e 1% de colesterol), o grupo HBC recebeu a dieta hipercolesterolemiante suplementada com 0,2% beta caroteno, o grupo HU 0,1% recebeu a dieta hipercolesterolemiante suplementada com 0,1% de semente de urucum em pó e o grupo HU 0,2% recebeu a dieta hipercolesterolemiante suplementada com 0,2% de semente de urucum em pó. Após oito semanas de experimentação, os animais foram anestesiados e eutanasiados. O sangue foi coletado para a determinação do perfil lipídico e o fígado foi removido para determinação da expressão de genes envolvidos no metabolismo do colesterol. Para melhor entendimento dos resultados, os grupos foram divididos como experimento 1 (grupos C, H e HBC) e experimento 2 (grupos C, H, HU 0,1% e HU 0,2%), onde foram avaliados os efeitos do beta caroteno e do urucum separadamente e respectivamente. A suplementação do beta caroteno à dieta hipercolesterolemiante melhorou significativamente o perfil lipídico sérico dos animais, promovendo reduções no colesterol total, nas lipoproteínas aterogênicas, nos triglicérides e no índice aterogênico. Além disso, o beta caroteno reduziu o conteúdo de gordura e colesterol no fígado, bem como aumentou a excreção de gordura e colesterol nas fezes. Nenhuma alteração na expressão dos genes SREBP-2, HMG-CoA R, LDLR, PPARα, CYP7A1, ABCG5 ou ABCG8 foi obtida pela suplementação com beta caroteno, sugerindo que seu efeito hipocolesterolemiante possa estar relacionado à diminuição da absorção intestinal do colesterol. A suplementação do urucum à dieta hipercolesterolemiante promoveu melhoras no perfil lipídico sérico dos animais, como a redução do colesterol total, das lipoproteínas aterogênicas e do índice aterogênico, bem como promoveu alterações na expressão de genes do metabolismo de colesterol. A suplementação do urucum em ambas as concentrações elevou as expressões de CYP7A1, SHP e ABCB11. Estes resultados sugerem que o efeito hipocolesterolemiante do urucum estaria relacionado à via de catabolismo do colesterol através da up regulation da CYP7A1, a enzima responsável pela conversão de colesterol á ácidos biliares. A partir desses resultados observamos que embora por mecanismos diferentes, tanto o beta caroteno quanto urucum exerceram efeitos hipolipidêmicos importantes.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectColesterolpt_BR
dc.subjectExpressão gênicapt_BR
dc.subjectHipercolesterolemiapt_BR
dc.subjectRato como animal de laboratóriopt_BR
dc.titleEfeitos do beta caroteno e do urucum sobre a expressão de genes hepáticos do metabolismo do colesterol em ratas hipercolesterolêmicas.pt_BR
dc.typeDissertacaopt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Autorizo a UFOP – Universidade Federal de Ouro Preto – a disponibilizar gratuitamente, sem ressarcimento dos direitos autorais, o texto integral da publicação supracitada, de minha autoria, em meio eletrônico, na BDTD – Biblioteca Digital de Teses e Dissertações, no formato especificado, para fins de leitura, impressão e/ou download pela Internet, a título de divulgação da produção científica gerada pela Universidade a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstractenSeveral studies indicate that carotenoids may modify lipid metabolism and in this context, beta-carotene and annatto, a natural colorant rich in carotenoids, have been reported to present hypolipidemics effects in various experimental models. Since scientific evidence on the mechanisms associated with hypolipidemic effects of beta- carotene and annatto are not well established, the objective of this study was to investigate the effects of these compounds on the expression of liver genes of cholesterol metabolism in a rat model with diet-induced hypercholesterolemia. Forty albino rats of Fisher strain were divided into five groups of 8 animals according to the received treatment. The C group received the standard AIN-93M diet (4% soybean oil), the H group received a hypercholesterolemic diet (25% of soybean oil and 1% cholesterol), the HBC group received the hypercholesterolemic diet supplemented with 0.2% beta-carotene, the HU 0.1% group received the hypercholesterolemic diet supplemented with 0.1% annatto seed powder and the HU 0.2% group received the hypercholesterolemic diet supplemented with 0.2% annatto seed powder. After eight weeks of experiment, animals were anesthetized and euthanized. Blood was collected for determination of the lipid profile and the liver was removed for determination of the expression of genes involved in cholesterol metabolism. To better understand the results, groups were divided as experiment 1 (C, H and HBC groups) and experiment 2 (C, H, HU 0.1% and HU 0.2 % groups), to evaluate the effects of beta-carotene and annato separately and respectively. The supplementation of beta-carotene of the hypercholesterolemic diet significantly improved the serum lipid profile of the animals, promoting reductions in total cholesterol, atherogenic lipoproteins, triglycerides and in the atherogenic index. In addition, beta-carotene reduced the fat and cholesterol content in the liver, as well as increased fat and cholesterol excretion in the feces. No changes in the expression of genes SREBP-2, HMG-CoA R, LDLR, PPARα, CYP7A1, ABCG5 or ABCG8 were obtained by supplementation with beta-carotene, suggesting that its hypocholesterolemic effect may be related to decreased intestinal absorption of cholesterol. The supplementation of annatto in the hypercholesterolemic diet promoted improvements in serum lipid profile of the animals, such as reduction in total cholesterol, atherogenic lipoproteins and atherogenic index, and promoted changes in the expression of genes of cholesterol metabolism.The addition of annatto in both concentrations increased the expression of CYP7A1, SHP and ABCB11. These results suggest that the cholesterol lowering effect of annatto is related to the route of catabolism of cholesterol by up regulation of CYP7A1, the enzyme responsible for conversion of cholesterol to bile acids. From these results we observe that although by different mechanisms, both beta-carotene as annatto exerted important hypolipidemic effects.-
Appears in Collections:PPCBIOL - Doutorado (Teses)
PPCBIOL - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_feitosBetaCaroteno.pdf2,42 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons