Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3431
Title: A metaciclogênese em Leishmania é promovida na ausência de purinas.
Authors: Serafim, Tiago Donatelli
metadata.dc.contributor.advisor: Afonso, Luís Carlos Crocco
Keywords: Leishmania
Adenosina trifosfato
Purinas
Leishmaniose - metaciclogênese
Issue Date: 2012
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: SERAFIM, T. D. A metaciclogênese em Leishmania é promovida na ausência de purinas. 2012. 102 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2012.
Abstract: Parasitos do gênero Leishmania são agentes causadores de um espectro de doenças, caracterizadas por lesões cutâneas graves (localizadas ou difusas) até ao potencialmente fatal acometimento de vísceras, coletivamente conhecido como leishmanioses. Estas doenças têm início quando formas infecciosas do parasito. promastigotas metacíclicas, são transmitidas pela picada de um flebotomíneo infectado para o hospedeiro mamífero. Há muito que se sabe que o desenvolvimento no vetor dessas formas, processo conhecido como metaciclogênese, é vital para o ciclo de vida do protozoário e concomitante surgimento da doença no homem, porém, pouco se sabe sobre os fatores que proporcionam seu aparecimento. Tem sido geralmente estabelecido que "condições de estresse" irão conduzir ao desenvolvimento de formas metacíclicas e com a exceção de alguns estudos nenhuma análise detalhada da natureza molecular do fator de estresse tem sido realizada. Neste trabalho, mostramos que a presença/ausência de nucleosídeos, em particular a adenosina, controla a metaciclogênese em Leishmania tanto in vitro quanto in vivo. Nós descobrimos que a adição de um antagonista de receptor de adenosina em culturas de Leishmania amazonensis aumenta significativamente a metaciclogênese, um efeito que pode ser revertido pela presença de determinados nucleosídeos de purina ou nucleobases. Além disso, nossos resultados mostram que a proliferação e metaciclogênese são reguladas independentemente e que a adição de adenosina no meio de cultura é suficiente para recuperar características proliferativas em promastigotas metacíclicos purificados. Mais importante, demonstramos que a metaciclogênese foi inibida em fêmeas de Lutzomyia longipalpis infectadas com Leishmania infantum chagasi que foram alimentadas com uma mistura de sacarose e adenosina. Esses resultados preenchem uma lacuna de conhceimento no ciclo de vida destes parasitos, demonstrando como a metaciclogênese, um ponto chave na propagação do parasito ao hospedeiro mamífero, pode ser controlada pela presença de purinas.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3431
metadata.dc.rights.license: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de detentor dos direitos autorais, de acordo com a lei nº 9610/98, autorizo a Universidade Federal de Ouro Preto/UFOP a disponibilizar gratuitamente, sem ressarcimento dos direitos autorais, o texto integral da publicação supracitada, em meio eletrônico, na BDTD - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações e no Repositório Institucional da UFOP, no formato especificado, para fins de leitura, impressão e/ou download pela Internet a título de divulgação da produção científica gerada pela Universidade a partir desta data.
Appears in Collections:PPCBIOL - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_MetaciclogêneseLeishmaniaPromovida.pdf7,29 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons