Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3093
Title: Modelagem e inversão 2D de dados magnetométricos aplicados na caracterização da geometria do Sinclinal Gandarela e Homoclinal Curral – Quadrilátero Ferrífero, MG.
Authors: Oliveira, Natália Valadares de
metadata.dc.contributor.advisor: Endo, Issamu
Keywords: Modelagem geofísica
Quadrilátero Ferrífero - Minas Gerais
Serra do Curral
Sinclinal Gandarela - Minas Gerais
Rochas
Issue Date: 2005
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Evolução Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia. Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: OLIVEIRA, N. V. de. Modelagem e inversão 2D de dados magnetométricos aplicados na caracterização da geometria do Sinclinal Gandarela e Homoclinal Curral – Quadrilátero Ferrífero, MG. 2005. 125 f. Dissertação (Mestrado em Evolução Crustal e Recursos Naturais) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2005.
Abstract: A presente dissertação tem como proposta a caracterização geométrica, do sinclinal Gandarela e homoclinal Curral na região do Quadrilátero Ferrífero, com base na análise integrada de dados geofísicos. O sinclinal Gandarela é uma dobra reclinada cujo traço axial se orienta segundo a direção NE-SW e a charneira, localizada na sua porção meridional, apresenta caimento moderado para SE. A serra do Curral é um homoclinal constituído apenas pela aba invertida da anticlinal do Curral. As camadas possuem mergulhos elevados e são comuns falhas de alto ângulo cortando as unidades do Supergrupo Minas que afloram ao longo de toda a serra. A base de dados geofísicos utilizada é constituída por dados magnetométricos aerolevantados do projeto Brasil-Alemanha, do levantamento magnetométrico terrestre feito nas regiões de interesse, de dados gravimétricos provenientes da combinação de levantamento de altimetria por satélite, levantamentos terrestres e marinhos e de dados geológicos consubstanciados em diversos estudos realizados na região, além de informações geológicas complementares obtidas durante a realização do levantamento magnetométrico terrestre. A metodologia desenvolvida baseia-se na integração de dados geofísicos e geológicos, utilizando ferramentas que auxiliam na identificação e no ajuste de profundidades de fontes magnéticas. A técnica de deconvolução Euler 2D estima os topos de profundidades de fontes magnéticas ou de corpos magnéticos. O método poligonal de modelagem 2D permite ajustar as anomalias observadas às anomalias calculadas através de ajuste da geometria em corpos de formas finitas e irregulares. A inversão de anomalias magnéticas consiste na operação matemática de dados para a geração de modelos geofísicos aproximados a modelos geológicos/estruturais, em subsuperfície, com a entrada de parâmetros livre e fixo. Na inversão Linear 2D assumiu-se como parâmetro livre a distribuição de susceptibilidade magnética e como parâmetro fixo a geometria. Já na inversão não-Linear 2D, o parâmetro fixo é a distribuição de susceptibilidade e o livre, a geometria. Os resultados obtidos no presente estudo caracterizam a geometria das áreas investigadas, baseados na integração de dados geológico/geofísicos e na interpretação dos mesmos. A geometria obtida no sinclinal Gandarela apresenta-se similar na mo delagem 2D e nas inversões Linear e não-Linear 2D, sendo compatível com os modelos existentes (e.g. Padilha 1982, Franco 2003, Endo et al. 2004), confirmando o adelgaçamento tectônico progressivo tanto da estrutura quanto das camadas, em profundidade. O homoclinal Curral foi dividido em dois segmentos, o Curral Oeste e o Curral Leste. Na modelagem e inversões magnetométricas 2D do Curral Leste indicou a presença de um corpo intrusivo cuja geometria ainda não havia sido inferida em profundidade. Este corpo, provavelmente, corresponde ao Granito General Carneiro. No segmento oeste do homoclinal Curral, os resultados obtidos tanto na modelagem, quanto nas inversões magnetométricas 2D corroboram ao modelo proposto por Endo et al. (2005), onde a geometria é composta por uma a megadobra recumbente alóctone com o embasamento envolvido em seu núcleo, denominada de nappe Curral.
metadata.dc.description.abstracten: The aim of the present study is the geometrical characterization of Gandarela syncline and Curral homocline, the major structures in the Quadrilátero Ferrífero, based on an integrated analysis of geophysical data. The Gandarela syncline is a reclined fold with NE-SW trending axial trace and hinge zone plunging to southeastern. The Curral homocline is represented by inverted limb of alloctonous north vergent recumbent fold named Curral nappe. Several high angle faults cuts the Curral homocline. The geophysical database used includes (i) aeromagnetic data from the Brasil-Alemanha geophysical project, (ii) magnetic land survey carried out in the regions of interest and (iii) regional gravity data arising of combination of continental gravity data, ship borne gravity data and satellite altimeter data and geological data available in the literature, as well as geological data obtained during the magnetic land survey. Integration of geological and geophysical data constitutes the applied methodology, using tools that aid in the identification and in the adjustment of depth of magnetic sources. 2D Euler deconvolution technique estimates the depths of the tops of the magnetic sources and/or magnetic bodies. 2D magnetic_gravity method modeling allows to adjust the observed anomalies (magnetic_gravity) and calculated anomalies by changing of shape of the irregular bodies. The inversion of magnetic anomalies consists in mathematical operation of the magnetic da ta for the generation of geophysical models close to geological/structural models by entrance of the free and fixed parameters. In 2D linear inversion admit the distribution of magnetic susceptibility as free parameter and the geometry as fixed. Thus in the 2D non-linear inversion, the fixed parameter is the ma gnetic susceptibility and the geometry as free. The results of the present study characterize the structural geometry of the Gandarela syncline and Curral homocline based on the interpretation of the geological/geophysical integrated data. The geometry of the Gandarela syncline is thinning in depth, according to the proposed model in the geological literature. The Curral homocline was divided in two sectors (West Curral area and East Curral area). The geometry of East Curral area indicated the presence of an intrusive body, whose geometry had not still been inferred in depth, corresponding probably in surface, with the General Carneiro granite. The West Curral area present the basement-involved recumbent fold geometry
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/3093
Appears in Collections:PPGECRN - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_ModelagemInversãoDados.PDF20,14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.