Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2985
Title: Estudos para avaliação da capacidade de reservatório de rejeitos de nióbio.
Authors: Lemos Júnior, Marcos Antônio
metadata.dc.contributor.advisor: Gomes, Romero César
Keywords: Geotecnia
Barragem
Rejeitos - reservatório
Nióbio
Modelo deposicional
Depósitos - sedimentação
Issue Date: 2012
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Geotécnica. Núcleo de Geotecnia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: LEMOS JUNIOR, M. A. Estudos para avaliação da capacidade de reservatório de rejeitos de nióbio. 2012. 118 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Geotécnica) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2012.
Abstract: Com o crescente desenvolvimento das atividades de mineração e por consequência, a elevação da taxa de geração de rejeitos ou subprodutos do processo de beneficiamento mineral, torna-se necessário otimizar as estruturas em operação e melhorar o entendimento do sistema de disposição desses materiais. Atualmente, as mineradoras têm adotado como alternativa para a disposição desses materiais, o lançamento na forma de polpa (sólido + água) em reservatórios contidos por barragens, sejam estas construídas com o próprio rejeito ou mesmo com materiais de empréstimo. Este trabalho consiste em avaliar a melhor alternativa de disposição dos rejeitos gerados no processo de beneficiamento do nióbio, da mina localizada em Araxá – MG. Para a concentração do minério são gerados três tipos de rejeito: Lama, Magnetita e Rejeito da Flotação, os quais podem ser dispostos em diversas formas. Neste estudo foi avaliado o modelo deposicional das misturas de ‘Lama+Flotação’, ‘Lama+Flotação+Magnetita’ e somente da Magnetita para identificar em qual das metodologias de disposição é possível otimizar ao máximo o reservatório. As análises foram realizadas através do controle das massas específicas, do adensamento, da segregação hidráulica, da declividade das praias de sedimentação, da compressibilidade das partículas submersas e da influência do sistema de disposição do rejeito, em baias experimentais e na barragem em operação. Além disso, no laboratório, foi realizada uma caracterização tecnológica dos rejeitos gerados. Com base nos estudos desenvolvidos nesta pesquisa, conclui-se que, quando a magnetita é adicionada ao rejeito de ‘lama+flotação’, o modelo deposicional dos materiais é comprometido, impactando negativamente na capacidade de armazenagem do reservatório. Portanto, a melhor forma de disposição é aquela em que os rejeitos são lançados com ‘Lama+Flotação’ e somente a Magnetita.
metadata.dc.description.abstracten: With the increasing development of the mining activities and consequently, the increase of the rate of tailings generation or by-products of the mineral beneficiation process, it becomes necessary to optimize the structures in operation and improve the knowledge of the disposal system of these materials. Currently, mining companies have adopted, as an alternative solution to dispose these materials, the release in form of slurry (solid + water) in reservoirs contained by dams. The structure of the dams can be built with their own tailing or with materials from other areas. This work is to evaluate the best alternative to dispose three kinds of tailings: Mud, Magnetite and Flotation Tailing, generated in the niobium beneficiation process, from the pit located in Araxá – MG (Minas Gerais). These tailings can be disposed in several ways. In this study it has been analyzed the depositional model of the Magnetite and the following mixtures: ‘Mud + Flotation Tailing’, ‘Mud + Flotation Tailing + Magnetite’, to identify which of the available methodologies allows a maximum optimization of the reservoir. The analyses were performed by controlling the specific mass, the densification, the hydraulic segregation, the slope of the sedimentation beach, the compressibility of the submerged particles and the influence of the tailing disposal system, in small experimental reservoir and in the operating dam. Moreover, a technological characterization of the generated tailings was performed in the laboratory. Based on research conducted in this study, when the magnetite is added to the tailings of 'Mud + Flotation Tailing', the depositional model of the material is compromised, negatively impacting the reservoir storage capacity. Due to this, the best form of disposal is one in which the tailings are released with 'Mud + Flotation Tailing’ and magnetite separately
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2985
Appears in Collections:PPGEG - Mestrado profissional (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EstudoAvaliaçãoCapacidade.PDF8,6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.