Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2949
Title: O fetichismo da mercadoria cultural em T. W. Adorno.
Authors: Silva, Fábio César da
metadata.dc.contributor.advisor: Garcia, Douglas
Keywords: Sociedade de consumo
Indústria cultural
Estética
Karl Marx
Theodor W. Adorno
Issue Date: 2012
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Departamento de Filosofia, Instituto de Filosofia, Artes e Cultura, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: SILVA, F. C. da. O fetichismo da mercadoria cultural em T. W. Adorno. 2012. 223 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2012.
Abstract: A presente dissertação tem como objetivo discorrer sobre o modo como o conceito de fetichismo de matriz marxiana referindo a uma teoria de economia política foi usado por T.W. Adorno referindo ao âmbito da estética. Com isso, sustento a hipótese de que Adorno elaborou esse conceito de Marx estabelecendo uma original imbricação entre o fetichismo marxiano e o fetichismo freudiano, além de relacioná-lo ao termo kantiano conformidade a fim sem fim. Isso fica evidente pelo fato de haver uma nítida diferença entre as respectivas formulações do fetichismo feitas por Marx e por Adorno: em Marx, a formulação foi relacionada ao termo forma mercadoria; e em Adorno, a formulação foi relacionada ao termo forma mercadoria cultural. Com efeito, seria sob esse ponto de vista que se pode afirmar a existência do fetichismo da mercadoria cultural em Adorno relacionado à crítica cultural, sobretudo à Arte.
metadata.dc.description.abstracten: This M.A. thesis aims to discuss how the concept of fetishism, whose Marxian source referred to the theory of political economy, was used by T.W Adorno referring to the scope of aesthetics. Thus, one supports the hypothesis that Adorno developed this concept from Marx establishing an original overlap between Marxian fetishism and Freudian fetishism, besides relating it to the Kantian term purposiveness without a purpose. This is evident because there is a clear difference between the formulations by Marx and Adorno fetishisms: in Marx, it is related to the term commodity form; in Adorno, to the term cultural commodity form. It would be from this point of view that one can affirm the existence of cultural commodity fetishism in Adorno related to cultural critique, especially in the arts.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2949
Appears in Collections:PPGEFA - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_FetichismoMercadoriaCultural.pdf1,54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.