Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2824
Title: Painéis aglomerados a base de bagaço de cana-de-açúcar e resinas uréia formaldeído e melamina formaldeído.
Authors: Barros Filho, Roberto Monteiro de
metadata.dc.contributor.advisor: Botaro, Vagner Roberto
Keywords: Bagaço de cana
Resinas
Melamina
Ureia
Formaldeido
Issue Date: 2009
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais. Rede Temática em Engenharia de Materiais, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: BARROS FILHO, R. M. de. Painéis aglomerados a base de bagaço de cana-de-açúcar e resinas uréia formaldeído e melamina formaldeído. 2009. 99 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Materiais) – Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2009.
Abstract: Este trabalho tem como objetivo desenvolver caracterizar e comparar painéis aglomerados (compósitos de matrizes poliméricas reforçado com fibra vegetal) a base bagaço de cana-de-açúcar com uréia formaldeído e melamina formaldeído. Para tal estudo foram moldados painéis utilizando-se bagaço de cana-de-açúcar provenientes da usina de álcool e açúcar e bagaço provenientes de alambiques. Também moldar painéis misturando-se bagaço de cana-de-açúcar com partículas, ora de pinus ora de eucalipto e painéis com e sem parafina visando melhorar algumas propriedades físicas, como absorção de água, inchamento em espessura e taxa de não retorno em espessura. Foram confeccionados nove tipos de painéis (tratamentos), cada um com três repetições, todos com 9% de resina em massa, ciclo de prensagem de 40kgf/cm2, 160oC, por 8min. A microestrutura das fibras foi analisada através de ensaios padronizados como: determinação do teor de umidade, cinzas, extrativos, lignina e densidade. Foram realizadas análise TGA, DSC e MEV. Para os testes físicos os painéis atenderam a norma americana CS 236-66 de comercialização de painéis aglomerados de média densidade. Nos testes mecânicos eles não atenderam a norma americana CS 236-66 de comercialização de painéis aglomerados de média densidade e na maioria dos casos obtiveram resultados próximos ou superiores aos levantados na literatura para painéis a base de bagaço de cana-de-açúcar.
metadata.dc.description.abstracten: This work has as objective develops to characterize and to compare agglomerated panels (composites of polymeric matrices reinforced with vegetable fiber) the base sugarcane pulp with urea-formaldehyde and melamine-formaldehyde. For such a study they were produce panels being used sugarcane pulp coming of the plant of alcohol and sugar and pulp coming of stills. Also form molded panels being mixe d sugarcane pulp with particles, some times of pinus other times of eucalyptus and panels with and without paraffin seeking to improve some physical properties, as absorption of water, in thickness swelling and ta x of I don't return in thickness. Nine types of panels were made (treatments), each one with three repetitions, all with 9% of resin in mass, pressing cy cle of 40kgf/cm2, 160oC, for 8min. The microstructure of the fibers was analyzed through rehearsals standardized as: determination of the humidity tenor, ashes, extractive, lignin and density. They were being analysis TGA, DSC and MEV. For the physical tests the panels assisted American norm CS 236-66 of commercialization of agglomerated panels of average density. In the mechanical tests they didn' t assist American norm CS 236-66 of commercialization of agglomerated panels of av erage density and in most of the cases they obtained close results or superiors to the lifted up ones in the literature to agglomerated panels the base sugarcan
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2824
Appears in Collections:REDEMAT - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_ PainéisAglomeradosbase.PDF8,8 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.