Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2714
Title: Estado nutricional das crianças de 0 a 12 anos e práticas alimentares da sociedade indígena Xakriabá de Minas Gerais.
Authors: Sírio, Marília Alfenas de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor: Coelho, George Luiz Lins Machado
Keywords: Nutrição - avaliação
Antropometria
Amamentação
Suplementos dieteticos
Índios Xakriabá
Issue Date: 2012
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: SIRIO, M. A. de O. Estado nutricional das crianças de 0 a 12 anos e práticas alimentares da sociedade indígena Xakriabá de Minas Gerais. 2012. 175 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2012.
Abstract: A Terra Indígena (TI) Xakriabá localiza-se no município de São João das Missões, região norte de Minas Gerais. Nesta TI, em 2007, havia 52 aldeias com cerca de 1.225 casas ocupadas, esparsamente distribuídas em duas áreas contíguas que têm 46.415 ha e 6.660 ha. Com população atual de 8.300 indígenas aldeados, a situação de saúde do povo Xakriabá foi pouco estudada e, até então, não havia dados sobre o estado nutricional desta etnia. Assim, este estudo se propôs a avaliar o estado nutricional das crianças de 0 a 12 anos e conhecer as práticas de nutrição infantil adotadas pelas famílias Xakriabá. Para a realização do estudo, aplicou-se um questionário em todos os domicílios da TI, contendo informações censitárias, demográficas, sócio-econômicas, e sobre o aleitamento materno e alimentação complementar. Além disso, foram aferidos peso e estatura das 2.400 crianças para avaliação do estado nutricional, segundo índices antropométricos e populações de referência da Organização Mundial da Saúde - OMS, de 2006 e 2007. Os dados de 2.340 crianças (97,5%) foram analisados segundo diferentes pacotes estatísticos, sendo realizadas análises descritivas de frequência de eventos, análises de sobrevivência e de associação de variáveis. Os resultados mostraram que 6,3% e 16,1% das crianças de 0 a 5 anos apresentaram baixo peso e baixa estatura para a idade, respectivamente. Mas 18,7% apresentaram sobrepeso segundo a estatura e, dentre essas, apenas 14,6% apresentaram baixa estatura para idade. Nas crianças de 5 a 12 anos, 1,9% e 9,6% apresentaram baixo peso e baixa estatura para idade, respectivamente e a obesidade não ultrapassou 1%. A duração mediana do aleitamento materno foi elevada (18 meses), mas, devido à introdução precoce de água, chás e caldinho de feijão, a duração mediana do aleitamento materno exclusivo foi de 52,9 dias. Concluiu-se que os déficits nutricionais, embora menos graves que em outras etnias indígenas do Brasil, superam aqueles observados para as crianças brasileiras não-indígenas e são consequentes às grandes desigualdades sociais vigentes no país, que colocam as sociedades indígenas em desvantagem quanto ao acesso a serviços de saúde de qualidade. Além disso, mudanças sócio-econômico-culturais decorrentes do amplo contato com não-indígenas têm levado a alterações nos hábitos alimentares, confirmadas pelos indícios de transição nutricional nessa TI. Os resultados poderiam subsidiar o planejamento e implementação de estratégias para tratar/prevenir os desvios nutricionais e incentivar o aleitamento materno e a alimentação complementar saudável em tempo oportuno.
metadata.dc.description.abstracten: The Xakriabá Indigenous Territory is located in the municipality of São João das Missões in the north of Minas Gerais state. In this land, in 2007, there were 52 indigenous villages with about 1.225 houses sparsely distributed in two adjacent areas that have 46.415 ha and 6.600 ha. With the current population of 8,300 indigenous inhabitants, the health situation of the Xakriabá people has not been studied much and so far there were no data on the nutritional status of this ethnicity. Thus, this study aimed to assess the nutritional status of children aged 0 to 12 years and know the children’s nutrition practices adopted by the Xakriabá families. To carry out the study, a questionnaire was applied to all households in the Indigenous Territory, containing not only information on census, demography, socialeconomy, but also on breastfeeding and complementary feeding practices. In addition, weight and height of 2,400 children were assessed to evaluate their nutritional status according to anthropometric indices and World Health Organization - WHO reference populations (2006 and 2007). Data from 2,340 children (97.5%) were analyzed using different statistical packages and descriptive analysis of frequency of events, survival analysis and the relationship between variables. The results showed that 6.3% and 16.1% of children aged 0 to 5 years presented underweight and stunting, respectively. However, 18.7% presented overweight for height and, among these, only 14.6% showed stunting. In children aged 5 to 12 years, 1.9% and 9.6% had underweight and stunting for age respectively, and obesity did not exceed 1%. The average duration of breastfeeding was increased (18 months), but due to the early introduction of water, tea and bean soup, the exclusive breastfeeding average duration was of 52.9 days. This study concluded that nutritional deficits, despite being less severe than in other indigenous groups in Brazil, surpass those observed for the non-indigenous Brazilian children and are consequence of the current great social inequality in the country, which put indigenous societies at disadvantage regarding quality health service use. Moreover, socio-economic and cultural changes, which are the result of the extensive contact with non-indigenous people, have led to changes in eating habits. This is confirmed by evidences of nutritional transition in this indigenous tribe. The results could support the planning and implementation of strategies to treat and/or prevent nutritional problems and encourage breastfeeding and healthy complementary feeding practices at the appropriate time.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2714
Appears in Collections:PPCBIOL - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_EstadoNutricionalCrianças.PDF13,38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.