Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/jspui/handle/123456789/2672
Title: Avaliação do estado nutricional de escolares de três comunidades rurais de Ouro Preto, MG : subsídios para o planejamento de políticas públicas de promoção da segurança alimentar e nutricional.
Authors: Araújo, Natália Pereira da Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Galvão, Márcio Antônio Moreira
Keywords: Comunidades agrícolas - Ouro Preto - MG
Políticas públicas - nutrição
Segurança alimentar
Crianças - nutrição
Adolescentes - nutrição
Issue Date: 2009
Publisher: Avaliação do estado nutricional de escolares de três comunidades rurais de Ouro Preto, MG : subsídios para o planejamento de políticas públicas de promoção da segurança alimentar e nutricional.
Citation: ARAÚJO, N. P. da S. Avaliação do estado nutricional de escolares de três comunidades rurais de Ouro Preto, MG : subsídios para o planejamento de políticas públicas de promoção da segurança alimentar e nutricional. 2009. 113 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2009.
Abstract: O estado nutricional de crianças e adolescentes reflete as condições de vida e de saúde da população de um país. Portanto, seu conhecimento e vigilância são importantes, pois tanto a desnutrição quanto a obesidade, bem como as carências nutricionais (principalmente vitamina A e ferro) levam a um aumento nos índices de morbimortalidade. O presente estudo objetivou avaliar o estado nutricional e identificar a prevalência de anemia, hipovitaminose A e parasitoses intestinais em escolares das comunidades de Bandeiras, Santo Antônio e Serra dos Cardosos, localidades rurais pertencentes ao município de Ouro Preto, MG, de modo a contribuir para a formulação e implementação de políticas públicas no âmbito municipal. Participaram do estudo 125 escolares com idade entre 6 e 15 anos. O estado nutricional foi determinado utilizando os indicadores IMC por idade e altura para idade, segundo parâmetro estabelecido por WHO, 2007, a hemoglobina sérica e os níveis de retinol no soro foram classificados segundo critérios da OMS e o exame parasitológico utilizou o método de sedimentação espontânea. A avaliação do estado nutricional segundo o IMC por Idade revelou que 86,1% deles estavam eutróficos, 6,6% apresentavam baixo IMC para idade, 5,7% apresentavam sobrepeso e 1,6% estavam obesos. Já o estado nutricional pregresso, determinado pelo índice Altura por Idade, revelou que 89,3% se encontravam eutróficos e 10,7% apresentaram baixa estatura para a idade. A análise da concentração da hemoglobina sérica mostrou que 16% dos escolares se encontravam anêmicos e os níveis séricos de retinol revelaram que 6,2% deles apresentavam níveis baixos ou deficientes de Vitamina A sérica, caracterizando, segundo a OMS, a hipovitaminose A como problema de saúde pública na região estudada. Parasitose intestinal foi diagnosticada em 64,0% dos escolares, sendo que destes, 45,2% apresentavam duas ou mais espécies de parasitas. Os achados sugerem que a população estudada encontra-se em situação de risco nutricional, especialmente para anemia e hipovitaminose A.
metadata.dc.description.abstracten: The nutritional status of children and adolescents reflects the conditions of life and health of the population of a country. Therefore, your knowledge and vigilance are important because both malnutrition and obesity, and nutritional deficiencies (especially vitamin A and iron) can lead to an increase in morbidity and mortality rates. This study aimed to evaluate the nutritional status and the prevalence of anemia, vitamin A deficiency and intestinal parasites in three schools of rural communities of Ouro Preto, MG (Bandeiras, Santo Antônio and Serra dos Cardosos) to contribute to the formulation and implementation of public policies at the city. Participants were 125 schoolchildren aged 6 to 15 years. Nutritional status was determined using the BMI indicators for age and height for age according parameters set by WHO, 2007. The assessment of nutritional status according to BMI for age revealed that 86.1% were normal, 6.6% had low BMI for age, 5.7% were overweight and 1.6% were obese. Since the prior nutritional status as determined by the height by age, revealed that 89.3% were normal and 10.7% had low height for age. The analysis of the concentration of hemoglobin showed that 16% of the subjects were anemic. The data of serum retinol showed that 6.2% of them had low or deficient serum vitamin A. This data according to WHO suggests vitamin A deficiency as a public health problem in the region studied. Intestinal parasitosis was diagnosed in 64.0% of the students, of these, 45.2% had two or more species of parasites. The findings suggest that this population is at nutritional risk, especially for iron and vitamin A
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2672
Appears in Collections:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_AvaliaçãoEstadoNutricional.PDF1,03 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.