Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2608
Title: Efeitos benéficos dos tratamentos de restrição às ações da angiotensina II na infecção experimental pelo Trypanosoma cruzi.
Authors: Costa, Guilherme de Paula
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, André Talvani Pedrosa da
Keywords: Trypanosoma cruzi
Enalapril
Losartan
Citocinas - quimiocinas
Inflamação
Issue Date: 2012
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: COSTA, G. de P. Efeitos benéficos dos tratamentos de restrição às ações da angiotensina II na infecção experimental pelo Trypanosoma cruzi. 2012. 74 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2012.
Abstract: A cardiopatia chagásica (CC) constitui a manifestação clínica mais importante da infecção pelo Trypanosoma cruzi, e apresenta um curso clínico variável desde quadros assintomáticos até formas graves, com insuficiência cardíaca. Fármacos anteriormente utilizados para melhorar a capacidade funcional ou amenizar o remodelamento cardíaco na CC (ex. inibidores da enzima conversora da angiotensina – ECA) têm apresentado ações também sobre os mecanismos inflamatórios – condição sine qua non para a patogênese da CC. Neste estudo, avaliou-se a ação individual e em combinação do Enalapril (inibidor da ECA) e do Losartan (bloqueador do receptor para a angiotensina II) durante a fase inflamatória aguda da doença de Chagas experimental. Camundongos Swiss foram infectados formas tripomastigotas da cepa “Colombiana” do T. cruzi e tratados por 30 dias com 3 diferentes dosagens de Enalapril (10, 15 e 25mg/Kg) e Losartan (10, 15 e 20mg/Kg), além das combinações entre Enalapril + Losartan (10+10, 15+10, 10+15 e 15+15 mg/kg). Parasitemia e mortalidade foram utilizados para selecionar as melhores doses dos fármacos (Enalapril-25mg/kg, Losartan-15mg/Kg e a combinação de ambos 15mg/Kg cada). Em uma 2ª etapa, camundongos C57BL/6 foram infectados com a mesma cepa do T. cruzi e tratados durante 20 dias com os fármacos/doses padronizados anteriormente, além do Benzonidazol (100mg/Kg) e do veículo (controle não tratado). Após 22 dias de infecção, os animais foram eutanasiados para retirada de materiais biológicos. Observou-se redução do parasitismo sanguíneo e tecidual nos animais tratados com o Losartan ou com o Enalapril, mas não para a combinação entre ambos. Os níveis séricos dos mediadores inflamatórios TNF-alfa, CCL5 e CCL2 foram reduzidas nos animais tratados com o Losartan, contrariamente aos níveis de IL-17 e IL-10. O tratamento com o Enalapril reduziu os níveis de TNF-alfa, IL-17 e CCL5 e os manteve para IL-10 e CCL2. Nos ensaios imunoenzimáticos, o tratamento com a combinação mostrou resultados semelhantes àqueles com o Enalapril. Todos os tratamentos mostraram redução na inflamação cardíaca pela análise histomorfométrica. Os dados mostram que os efeitos pleiotrópicos dos tratamentos com as monoterapias dos fármacos que restringem as ações da Angio II parecem interferir na capacidade replicativa do parasito e promover uma modulação na resposta imune, culminando na redução do infiltrado inflamatórios em tecido muscular cardíaco. Da mesma forma, sugerem que esses tratamentos levariam a uma proteção aos danos cardíacos mediados pela resposta imune durante a infecção experimental aguda pelo T. cruzi.
metadata.dc.description.abstracten: Chagas heart disease (CHD) is the most important clinical manifestation of Trypanosoma cruzi infection and presents variable clinical course from asymptomatic to severe form of heart failure. Drugs previously used to improve functional capacity or mitigate cardiac remodeling in CHD (eg. inhibitors of angiotensin converting enzyme – ACE) have also presented actions on inflammatory mechanisms, a sine qua non condition for the pathogenesis of CHD. In this study, we evaluated the single and combined action of Enalapril (ACE inhibitor) and Losartan (angiotensin II receptor blocker) during the acute inflammatory phase of experimental Chagas disease. Swiss mice were infected with tripomastigotes forms of “Colombian” strain of T. cruzi and treated daily for 30 days with three different doses of Enalapril (10, 15 and 25mg/Kg), Losartan (10, 15 and 20mg/Kg) and combinations of Enalapril + Losartan (10 +10, 15 + 10, 10 + 15 and 15 + 15mg/Kg). Parasitemia and survival rate was used to select the best dose of drugs (Enalapril – 25mg/Kg, Losartan – 15mg/Kg and combination of both – 15mg/Kg each). In a 2nd phase, C57BL/6 mice were infected with the same strain of T. cruzi and treated for 20 days with drugs described, besides benznidazole (100 mg/Kg) and vehicle (untreated control). After 22 days of infection, the animals were euthanized to collect biological samples. It was observed a reduction of blood and tissue parasites load in animals treated with Losartan or Enalapril, but not to the combination of both. Serum levels of inflammatory mediators TNF-alpha, CCL2 and CCL5 were reduced to those Losartan-treated animals which also showed an increase of IL-17 and IL-10 levels. Treatment with Enalapril leads to a reduction of TNF-alpha, IL-17 and CCL5, but maintained IL-10 and CCL2 serum levels. For the immunoassays, treatment with the combination showed similar results to those observed for Enalapril. All treatments showed a reduction in cardiac inflammation in histomorphometric analysis. Our data showed pleiotropic effects of treatments with the monotherapies of drugs which restrict the actions of Angio II through the interference of parasite replication and immune response modulation, culminating in the reduction of the inflammatory infiltrate in cardiac muscle tissue. Together, these findings suggest that these treatments can lead to a protection of heart damage mediated by immune response during acute experimental T. cruzi infection.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2608
Appears in Collections:PPCBIOL - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EfeitosBenéficosTratamento.PDF1,53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.