Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2486
Title: Cartas à viscondessa : cotidiano e vida familiar no Brasil Império. Ouro Preto, 1850-1902.
Authors: Hot, Amanda Dutra
metadata.dc.contributor.advisor: Gonçalves, Andréa Lisly
Keywords: Brasil - história - império - 1822-1899
Família - séc. XIX - aspectos sociais
Elites - ciências sociais
Teixeira de Souza Magalhães - família
Ouro Preto - famílias de classe alta - séc. XIX
Issue Date: 2010
Publisher: Programa de Pós-Graduação em História. Departamento de História, Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: HOT, A. D. Cartas à viscondessa : cotidiano e vida familiar no Brasil Império. Ouro Preto, 1850-1902 . 2010. 141 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2008.
Abstract: A presente pesquisa tem por objetivo estudar uma família da classe senhorial ouropretana, os Teixeira de Souza Magalhães. Analisaremos este grupo familiar, usando como representante principal, Maria Leonor de Magalhães Teixeira, baronesa e viscondessa de Camargos. Buscaremos, também, compreender o conceito de família e a forma de se viver em família, experimentada por este grupo da elite oitocentista mineira. Através do estudo das correspondências ativas e passivas de Maria Leonor, além de inventários post-mortem, auto de justificação e certidões de batismo, poderemos esboçar as relações e redes de solidariedades vividas pelos sujeitos que as encenaram. Acreditamos que, através do estudo do cotidiano desta família, poderemos compreender melhor as relações familiares de outros núcleos de mesma condição social. Os casamentos arranjados, a concessão de dotes, a aquisição de títulos de nobreza, a extrema preocupação com a educação e a instrução dos filhos, a participação em redes de apadrinhamento e o estabelecimento de relações clientelares devem ser vistos, no interior deste grupo, como estratagemas usados para a perpetuação da riqueza e do status social, tão caro às elites oitocentistas.
metadata.dc.description.abstracten: This work aims to study a family from the noble class of Ouro Preto city, the Teixeira de Souza Magalhães. This family group is analyzed, having as main representative, Maria Leonor de Magalhães Teixeira, Baroness and Viscountess of Camargos. It is also intended to understand the concept of family and the way of life within a family, experienced by this group of the high social class in the nineteenth century in Minas Gerais State. Through the study of the mails, both active and passive, of Maria Leonor, besides post-mortem inventories, legal documents and baptism certificate, it is possible to draw the relationships and solidarity networks lived by the characters themselves. We believe that, through the study of the every day life of this family, we can better understand the familiar relationships of other groups in the same social condition. The prearranged marriages, dowry concession, acquisition of noble titles, the extreme concern with the education and instruction of their children, the participation in favor networks and the establishment of political machine relationships should be seen, within this group, as strategy to perpetuate richness and social status, so expensive to 19th century high society.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2486
Appears in Collections:PPGHis - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_CartaViscondessaCotidiano.pdf15,67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.