Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2476
Title: Estudo da cinética de formação da austenita no aquecimento contínuo em um aço microligado com Nb.
Authors: Oliveira, Fernando Lucas Gonçalves e
metadata.dc.contributor.advisor: Cota, André Barros
Keywords: Aço
Resistência dos materiais
Engenharia de materiais
Engenharia metalúrgica
Issue Date: 2005
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais. Rede Temática em Engenharia de Materiais, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: OLIVEIRA, F. L. G. e. Estudo da cinética de formação da austenita no aquecimento contínuo em um aço microligado com Nb. 2005. 99 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Materiais) – Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2005.
Abstract: A influência da taxa de aquecimento sobre a cinética e a evolução microestrutural de formação da austenita no aquecimento contínuo foi estudada e equações semi-empíricas, baseadas na equação de Johnson-Mehl-Avrami, quantificando a fração volumétrica transformada como uma função da taxa de aquecimento, da temperatura e do tempo foram propostas. Verificou-se que a formação da austenita no aquecimento contínuo, a partir de uma microestrutura inicial constituída de ferrita proeutetóide e perlita, ocorre em duas etapas, sendo a primeira delas a dissolução da perlita. A segunda etapa é a transformação da ferrita proeutetóide em austenita. As temperaturas críticas de formação da austenita no aquecimento contínuo (Ac1, Afi e Ac3) aumentam com o aumento da taxa de aquecimento, que exerce uma influência maior sobre a temperatura Ac3. A equação de Avrami (V=1-exp(-Kt^n)) ajustou-se bem aos dados experimentais, sendo que o parâmetro K da curva ajustada aos dados experimentais variou de, aproximadamente, 10^2 vezes para a formação da austenita a uma taxa de aquecimento de em relação a taxa de txa=1°C/s. O parâmetro n praticamente não variou com a taxa de aquecimento. O processo de formação da austenita, a partir de uma microestrutura inicial constituída de ferrita proeutetóide + perlita, é controlado principalmente pela segunda etapa da transformação, ou seja, é controlado principalmente pela transformação da ferrita proeutetóide em austenita. Para as duas taxas de aquecimento usadas no trabalho, a taxa de formação da austenita atinge o máximo aproximadamente em Afi, e a taxa de formação da austenita em função da temperatura é maior para a taxa de aquecimento de txa-1°c/s do que para a taxa de txa-1°c/s, o que diminui o intervalo de tempo de transformação para a taxa de aquecimento mais elevada, tornando a cinética de formação da austenita mais rápida para a taxa de aquecimento de txa=1°C/s do que para a taxa de txa=0,1°C/s.
metadata.dc.description.abstracten: The influence of the heating rate kinetics and the microstructural evolution of austenite formation in the continuous heating has been studied and semi-empirical equations, based on the Johnson-Mehl-Avrami equation, quantifying the volume fraction trnsformed as a function of the heating rate, of the temperature and the time have been proposed. It was observed that the austenite formation in the continuous heating, from a initial microstructure constituted by proeutectoid ferrite and pearlite, occurs in two stages, the first being the dissolution of pearlite. The second stage is the transformation of proeutectoid ferrite into austenite, The critical temperatures of austenite formation in the continuous heating (Ac, Afi e Ac3) increase with the increase of the heating rate, which exerts a freater influence on the Ac3 temperature. Avrami's equation (V=1-exp(Kt^n)) was well adjusted to the expirimental data, and tha K parameter of the fitting curve to the experimental data varies approximately 10^2 times for the formation of the austenite at a heating rate of txa-0.1°C/s in comparison with tha rate of txa=1°C/s. The parameter n practically did not change with the heating rate. The process of austenite formation, from a initial microstructure constituted by proeutectoid ferrite + pearlite is controlled mainly by the second stage of the transformation, that is, it is mainly controlled by the transformation of the proeutectoid ferrite into austenite. For both heating mainly controlled by the transformation of the proeutectoid ferrite into austenite. For both heating rates used in this work, the rate of austenite formation reaches the maximum approximately in Afi, and the rate of austenite formation as a function of the temperature is greater for the heating rate of txa-1°C/s than for the txa=0.1°C/s, which shortens the time interval of transformation for the higler heating rate, making the kinetics of austenite formation faster for the heating rate of txa-1°C/s than for the rate of txa=0.1°C/s.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2476
Appears in Collections:REDEMAT - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EstudoCinéticaFormação.pdf15,14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.