Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2389
Title: Efeito do tempo de residência sobre a recuperação metálica da flotação colunar reversa de minério de ferro.
Authors: Mazon, Ricardo
metadata.dc.contributor.advisor: Martins, Jader
Keywords: Flotação
Beneficiamento de minério
Minério de ferro
Engenharia de minas
Issue Date: 2006
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: MAZON, R. Efeito do tempo de residência sobre a recuperação metálica da flotação colunar reversa de minério de ferro. 2006. 145 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mineral) – Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2006.
Abstract: O objetivo do presente trabalho foi investigar o efeito do tempo de residência das partículas na zona de coleta da coluna de flotação sobre a recuperação na flotação reversa de minério de ferro. Foi verificada a flotabilidade (recuperação) com a variação da taxa de alimentação e altura da coluna. Apesar do enorme número de colunas já implantadas em Minas Gerais, pouco (ou quase nada) foi feito para conhecer o comportamento das partículas de minério ao sedimentarem em um sistema contra corrente com as bolhas de ar. É plenamente conhecido que o tempo de residência das partículas afeta a recuperação, e que a capacidade da coluna é função do tempo de residência, do fluxo de ar e tamanho das bolhas. Um menor tempo de residência, poderá significar uma maior recuperação de colunas já instaladas, assim como a construção de menores colunas. Isto poderá significar uma redução substancial no custo de implantação de novas unidades.
metadata.dc.description.abstracten: The goal of this work was to investigate the effect of residence time of the particles in the collection zone of the column over the recovery in reverse flotation of iron ore. It was studied the variation of floatable (recovery) with the feed and height rate of the column. In spite of the enormous number of columns already built in Minas Gerais, very little was done to understand the behavior of the ore particles, when moving in counter current flow against the ascending bubbles of air. It is well known that residence time of the particles affects the recovery and that the capacity of the column is function of residence time, airflow and bubble size. A short residence time will be able to mean a larger recovery, as well as the construction of smaller columns. This will mean a substantial reduction in the building construction cost of new units.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2389
Appears in Collections:PPGEM - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EfeitoTempoResidência.pdf6,25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.