Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2379
Title: Estudo de depressores na flotação de finos de minério de manganês com oleato de sódio.
Authors: Andrade, Emily Mayer de
metadata.dc.contributor.advisor: Lima, Rosa Malena Fernandes
Keywords: Flotação
Calcinação - metalurgia
Minérios de manganês
Tratamento de minérios
Manganese ore waste
Issue Date: 2010
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Citation: ANDRADE, A. M. de. Estudo de depressores na flotação de finos de minério de manganês com oleato de sódio. 2010. 130 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mineral) – Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2010.
Abstract: Neste trabalho foram efetuados estudos de depressores na flotação de uma amostra de finos de minério sílico-carbonatado de manganês (estocados como rejeito) da Unidade Morro da Mina / RDM, localizada em Conselheiro Lafaiete-MG. Foram realizados testes de microflotação em tudo de Hallimond modificado, curvas de potencial zeta dos minerais puros na presença e ausência de reagentes e ensaios de flotação em bancada com amostra do resíduo do minério deslamado. Os reagentes estudados foram: fluorsilicato de sódio, metasilicato de sódio, amido de milho, dextrina branca e alguns tipos de quebracho (Floatans T0, T1, T5 e M3) utilizando-se oleato de sódio como coletor. A eficiência dos depressores testados na microflotação em relação à seletividade para a separação do quartzo dos minerais de manganês foi: floatan M3 > floatan T1> fluorsilicato de sódio > metassilicato de sódio > amido de milho > floatan T0 > dextrina > floatan T5. Os pontos isoelétricos dos principais minerais de Mn e ganga presentes neste minério foram determinados: rodonita (pH 2,8), rodocrosita (pH 10,5) e quartzo (pH 1,8). O estudo da adsorção que caracteriza a interação dos reagentes com as superfícies dos minerais mostrou ser de caráter específico. Os depressores mais eficientes na flotação em bancada entre os minerais de Mn e de ganga foram: floatan M3, floatan T1 e fluorsilicato de sódio, onde foram obtidos concentrados com teores de Mn, SiO2 e Al2O3 de aproximadamente 30, 17 e 10 %, respectivamente, para os três depressores testados. No entanto, a recuperação metalúrgica de Mn foi de 72,5 % para o floatan M3, 51 % para o floatan T1 e 45,2 % para o fluorsilicato de sódio. Posteriormente, efetuaram-se estudos preliminares de calcinação desse minério deslamado. O mais alto teor de Mn encontrado foi de aproximadamente 30 % com perda de massa de 11,2 % para temperatura de 1000 °C.
metadata.dc.description.abstracten: Flotation depressants were studied from silicate-carbonate manganese ore samples (waste) at RDM – Morro da Mina, in Conselheiro Lafaiete – MG, Brazil. Micro-flotation tests were conducted in a modified Hallimond cell, also zeta potential curves for pure minerals in the presence or lack of reagents and bench-scale flotation tests for deslimed ore waste sample. The following reagents were studied: sodium fluorosilicate, waterglass, starch, white dextrin, some quebracho kinds (Floatans T0, T1, T5 e M3) and sodium oleate as a collector. The efficiency of the depressants during the micro-flotation regarding the selection for separation of quartzo from manganese mineral was as it follows: floatan M3> floatan T1> sodium fluorosilicate > waterglass > starch > floatan T0 > dextrin > floatan T5. The isolectric points (pl) of the main ore were also determined as rhodonite (pH 2.8), rhodochrosite (pH 10.5) and quartz (pH 1.8). The adsorption test, characterized by the interaction of reagents and mineral surfaces, indicates its specific nature. The most efficient depressants in bench-scale flotation test among Mn ore and ganga were floatan M3, floatan T1 and sodium fluorosilicate containing Mn, SiO2 and Al2O3 concentrations of approximately 30, 17 and 10%, respectively, for all depressants herein mentioned. However, the metallurgical recovery for Mn was 72,5 % when using floatan M3, 51 % for floatan T1 and 45,2% for sodium fluorosilicate. Furthermore, calcination preliminary studies were conducted and the highest concentration of Mn found was approximately 30%, with an 11.2% weight loss for a 1000°C temperature.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/2379
Appears in Collections:PPGEM - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_EstudoDepressoresFlotação.pdf2,31 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.